A ESPERANÇA‬

A ESPERANÇA‬

Esperança é uma palavra da alma. É uma solicitação, um desejo, uma vontade, um requisito interno de que algo precisa acontecer. Esperança é quase uma exigência de uma ação diante da dor. Ouvimos: “ele perdeu a esperança”. Essa é uma frase que espelha o desespero, o fracasso e o caos. O suicídio por vezes ronda como a única esperança; sair da dor parece ser a resposta.

Os leprosos na Bíblia viviam sob preconceito. Eles não tinham esperança de nada. Eles estavam fadados a viver fora da comunidade e esperar a morte chegar. Marcos 1.40,41 temos a história de um leproso. Em um certo dia, esse homem ouviu que Jesus passava por ali, perto dele. Sabendo disso ele agiu com muita humildade pedindo a Jesus por algo. O versículo 40 nos diz: “Aproximou-se dele um leproso rogando-lhe, de joelhos: Se quiseres, podes purificar-me.” Todas as suas esperanças estavam em Jesus. E no versículo 41 a reação de Jesus foi tremenda: “Jesus, profundamente compadecido, estendeu a mão, tocou-o e disse-lhe: Quero, fica limpo!” Aquele homem sem esperança alguma para sua vida, recebeu o que queria e desejava. Jesus o tocou.

A história nos revela nessa passagem grandes verdades sobre a esperança. Em primeiro lugar é que precisamos estar cientes de que nos falta esperança em algo de nossas vidas. Essa consciência faz toda a diferença. Precisamos estar cientes de algo que nos machuca e nos aterroriza; algo que está nos tirando a esperança. Se você se sente esperança, a esperança é uma possibilidade.

A segunda verdade é que precisamos parar de montar nossas próprias respostas para a esperança. Esse homem ouviu de Jesus e foi humildemente a Ele. Ao chegar a Jesus ele teve a resposta. Assim, precisamos ir  com humildade e fé a Jesus. Enquanto Jesus não for sua única esperança, não há esperança. E mais, quanto mais você demora, mais o problema se agrava.

A terceira verdade é que quando lançamos nossa esperança em Jesus, a resposta vem. O leproso recebeu mais do que pensava. Ele foi “tocado por Jesus”. Ninguém poderia tocar um leproso, mas Jesus o fez. Por quê? Porque Jesus foi dominado por pena, compaixão e dó daquele homem. Assim, o Senhor se achega a você quando vê o seu sofrimento e quando você vem a Ele. Ao vir a Ele, Ele se envolve emocionalmente como você e traz a solução que a sua alma espera.

É preciso reanimar a esperança. Essa esperança está em Jesus. O salmista afirmou no Salmo 71.5: “Pois tu és a minha esperança, SENHOR Deus, a minha confiança desde a minha mocidade.”

Diante de sua dor, você pode errar. Você pode entrar num estado de dó de si mesmo; de autocomiseração, e achar que a esperança nem existe. Você pode errar por ancorá-la em pessoas, circunstâncias ou oportunidades, e o final será frustração, porque as pessoas erram, as circunstâncias nem sempre são favoráveis e as oportunidades nem sempre chegam.

Como o leproso, traga a Jesus sua dor, seu problema, sua luta e suas decepções; entregue-se a Ele. A esperança está nEle; Ele é a própria esperança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s