O RETORNO DO SENHOR JESUS

Qualquer fatalidade, doença, pandemia ou morte devem nos alertar para o quanto somos finitos e frágeis e quanto esta vida é curta e fútil. Momentos difíceis devem também nos alertar para voltarmos aos ensinos bíblicos, principalmente sobre a verdade quanto ao retorno do Senhor Jesus.

O retorno do Senhor Jesus foi profetizado por Ele mesmo em Mateus 24.44. Ele afirmou: “Por isso estejam também vocês preparados, porque o Filho do Homem virá à hora em que vocês menos esperam”. Todo seguidor do Senhor Jesus precisa estar preparado para o encontro com Ele.

Como um verdadeiro cristão deve encarar o retorno do Senhor Jesus?

Em primeiro lugar, diante do iminente retorno do Senhor Jesus, cada verdadeiro cristão precisa manter-se vigilante. Jesus advertiu em Mateus 24.42: “Portanto, vigiai, porque não sabeis em que dia vem o vosso Senhor”. Vigiar é a palavra de ordem.

Em segundo lugar, um verdadeiro cristão não deve encarar o retorno do Senhor Jesus como uma ameaça, mas como uma alegria. Paulo declarou em Tito 2.13: “Enquanto aguardamos a bendita esperança: o glorioso retorno de nosso grande Deus e Salvador, Jesus Cristo”.

Em terceiro lugar, diante dos problemas nesta vida, o retorno do Senhor Jesus deve ser encarado como um consolo. Após Paulo explicar em 1 Tessalonicenses 4.13-17 sobre os detalhes do retorno do Senhor Jesus, ele afirma no versículo 18: “Portanto, consolem uns aos outros com estas palavras”.

O grande perigo é que um verdadeiro cristão pode preocupar-se demais com coisas desta vida, perdendo assim seu senso de missão por achar que a verdadeira vida esteja nesta vida. O alvo claro de um verdadeiro cristão é viver para agradar, servir e honrar o Salvador Jesus.

O Senhor Jesus voltará! A pergunta simples e básica é: Você está preparado para Seu retorno?

———————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/27359276

A ÚLTIMA NOITE

A história nos conta que o poderoso Império Persa durou 208 anos, que a glória da Grécia se manteve por 268 anos e a poderosa Roma governou por nove séculos.

A antiga Babilônia durou cerca de 86 anos. Daniel capítulo 5 conta-nos sobre a queda do império Babilônico. Naquela noite, havia uma guerra fora do palácio contra os medo-persas sob o comando de Ciro. Os babilônios criam que eram invencíveis. O seu sistema de proteção era basicamente perfeito; as paredes da cidade eram enormes; havia água abundante porque o rio Eufrates corria pela cidade e havia comida armazenada para alimentar a população por vinte anos.

O avô do rei Belsazar, o rei Nabucodonosor, morrera. Antes de sua morte, ele teve uma conversão dramática ao Senhor após um período de insanidade. Daniel 5 conta-nos que Belsazar naquela mesma noite fez um grande banquete e confiante em si e em seu poderio bélico, decidiu zombar de Deus. Na Bíblia, esse desprezo a Deus nunca acaba bem.

Enquanto Belsazar se deleitava e bebia vinho nas taças que foram trazidas do templo em Jerusalém, uma mão apareceu e começou a escrever na parede do palácio. Neste momento o salão de banquete se tornou um tribunal. Em Daniel 5.26, Daniel disse ao rei: “…Deus contou os dias do teu reinado e determinou o seu fim.” O julgamento chegou! Daniel 5.30 afirma que “ naquela mesma noite Belsazar, o rei dos babilônios, foi morto.” Aquela foi a última noite do blasfemo rei Belsazar.

Lembremos que haverá uma última noite para todos. Haverá uma última noite para as nações, para uma última refeição, para uma última declaração, para um último suspiro e depois, à eternidade.

Assim, você precisa entregar-se totalmente ao Senhor Jesus e viver para Ele, porque você nunca sabe quanto tempo terá nessa vida. Você nunca sabe qual será também sua última noite.

——————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/27267106

QUANDO DEUS ESQUECE

A “BioSpace” trouxe um artigo afirmando que cientistas estavam criando uma “pílula do trauma”, cujo objetivo é fazer com que o cérebro possa apagar da memória as más lembranças advindas de algum tipo de trauma.

Caso houvesse essa “pílula do trauma” como lidaríamos com a culpa do pecado? Robert Lowry fez uma pergunta em um dos seus hinos: “O que pode lavar meu pecado?” A resposta é: “Nada além do sangue de Jesus”. O hino continua e Lowry pergunta: O que pode me fazer inteiro novamente?” A resposta é: “Nada além do sangue de Jesus”.

Em Mateus 26.28, na última ceia, O Senhor Jesus afirmou: “Isto é o meu sangue da aliança, que é derramado em favor de muitos, para perdão de pecados”. Somente o Senhor Jesus pode purificar o pecado. Somente Ele pode limpar uma consciência culpada, uma mente aflita e um coração quebrantado.

O perdão de Deus é algo poderoso e tremendo. Jeremias 31.34 diz: “…Porque eu lhes perdoarei a maldade e não me lembrarei mais dos seus pecados”. O Senhor Deus não apenas tem o poder de perdoar os pecados, mas também de esquecê-los, ou seja, Ele nunca os traz novamente.

Se você nunca tratou a culpa de seus pecados, Deus lhe dá hoje essa oportunidade. Independente do que tenha feito, Ele está pronto a lhe perdoar, caso você esteja pronto a confessar e a pedir por Seu perdão. Se você fizer isso, se abandonar o seu pecado e entregar sua vida a Cristo, Ele o perdoará. Seu amor, graça e misericórdia sempre é estendido ao humilde e quebrantado. O Senhor Jesus tem grande capacidade em perdoar e esquecer seus pecados.

Se por outro lado, caso você já tenha tratado os seus pecados, não busque lembrar o que o próprio Deus já decidiu esquecer.

—————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/27190170

UMA HONESTA AUTOAVALIAÇÃO

Somos tendentes a nos gloriarmos sobre nossa formação cultural, realidade econômica, oportunidades na vida, habilidades pessoais e com quem nos relacionamos. Mas, numa análise honesta diante de tantas limitações que temos, certamente devemos concluir que não somos tanto o que pensamos ser.

O apóstolo Paulo nos adverte em Romanos 12.3. Ele diz: “Pois pela graça que me foi dada digo a todos vocês: ninguém tenha de si mesmo um conceito mais elevado do que deve ter; mas, pelo contrário, tenha um conceito equilibrado, de acordo com a medida da fé que Deus lhe concedeu”. Nesse texto, Paulo nos chama a uma honesta autoavaliação. É preciso sempre ter uma visão realista e equilibrada de nós mesmos. Não somos tudo o que achamos ser, mas somos alguém.

Um dos nossos grandes problemas é que, por vezes, não sabemos nem valorizamos o que somos e, por isso, vivemos descontentes, invejando o que o outro é.

Tudo o que somos e temos vem do Senhor. Nossas habilidades, capacidades, dons e talentos têm origem nEle e nos foram dados para o nosso bem, para servirmos a Ele e as pessoas.

Seu papel no tudo que Deus lhe tem dado é encarar como um presente vindo dEle, desenvolvê-lo no potencial máximo e usá-lo para o bem dos que precisam.

Nunca pense que você é inferior ou superior ao outro. Apenas seja o que você é. Veja sempre o seu melhor e o seu pior. Faça uma honesta autoavaliação diante do Senhor.

Esteja contente e seja grato com tudo o que o Senhor lhe tem dado. Aprenda também a receber, desenvolver e usufruir. Use tudo o que Ele lhe tem dado para a glória dEle mesmo e para o bem das outras pessoas.

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/27113498

QUANDO A DOENÇA CHEGAR

A doença atinge a todos, sem exceção. Amigos, parentes, conhecidos e nós mesmos ficamos doentes. Mas quando a doença chega, nossa confiança no amor, no poder, na sabedoria e na provisão de Deus podem sofrer um abalo. Quando a doença chega, nada é mais poderoso para evitar os perigos da fé do que a Palavra de Deus.

Diante da doença, é preciso lembrar que ela nem sempre é uma resposta ao julgamento de Deus a um pecado específico ou à falta de fé por parte do doente. A doença chega para especificamente expor nossa real fraqueza e debilidade como seres humanos.

Paulo afirmou em Romanos 8.18: “Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada”. Paulo explica através desse texto que o sofrimento é uma realidade da vida, e, conforme ele mesmo escreveu em Romanos capítulos 3 a 6, o sofrimento é advindo da entrada do pecado no mundo.

Por outro lado, enquanto o sofrimento faz parte dessa realidade humana, há uma “glória” futura por vir; uma vida maior e melhor que será manifestada quando do retorno do Senhor Jesus.

Os que depositam sua fé no Senhor Jesus devem viver cientes do sofrimento aqui e agora, mas totalmente calmos e confiantes ao enfrentá-lo, sabendo que o Senhor Soberano está com eles em todos os momentos da vida.

Por um outro lado, eles também devem manter-se esperançosos, vivendo além das tristes realidades desta vida, porque a fé em Jesus promete uma vida eterna, cheia de uma superior alegria e propósito. Algo indizível; impensável.

Quando a doença chegar, apegue-se às verdades da Palavra de Deus e reorganize sua mente, aqueça seu coração, vivendo um dia de cada vez, descansando seu presente e futuro somente nas mãos do Senhor.

——————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/27044030

DEUS ESTÁ AGINDO EM SUA VIDA

Em João 4, no encontro do Senhor Jesus com a mulher samaritana, após Ele explicar nos versículos 21 a 24 sobre a verdadeira adoração, a mulher então diz a Ele, no versículo 25: “Eu sei que o Messias (chamado Cristo) está para vir. Quando ele vier, explicará tudo para nós”.

Essa mulher sabia algo sobre o Messias porque ela cria nos primeiros cincos livros da Bíblia, e Deuteronômio 18 ensina sobre a vinda do Messias. Ela também entendia que o Messias era o ungido de Deus que viria para encher a terra com justiça e verdade. Assim, sendo ela religiosa, estava em busca da verdade, porque de alguma forma ela também queria ter uma uma adoração verdadeira e entendia que quando o Messias chegasse Ele traria a verdade completa.

Para sua surpresa, o Senhor Jesus respondeu a ela, no versículo 26: “Eu sou o Messias! Eu, que estou falando com você”. O Senhor Jesus então se revela como o Messias, aquele a quem ela esperava que viesse. Que tremenda revelação!

É assim que Deus age na vida de uma pessoa. Ele permite que a pessoa viva como queira, até o ponto em que a vida fica sem propósito e razão, e nessa hora, Ele vem para salvar, confrontando o pecado e demonstrando assim o Seu amor, graça e compaixão. Se qualquer pecador se arrepender de seus pecados, voltando-se para Deus em busca da verdade, o Senhor Jesus Cristo então se revelará a essa pessoa.

Caso Deus já esteja agindo em sua vida, reconheça o seu estado espiritual, aceite o confronto de seus pecados e volte-se para Ele, suplicando o Seu perdão e misericórdia.

O agir de Deus em sua vida é prioritariamente para revelar que tudo o que você precisa está em Jesus, e quem tem Jesus, tem tudo.

———————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/26878515

O PROPÓSITO DAS PROVAÇÕES

Tiago 1.2-5 afirma: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem que falte a vocês coisa alguma. Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida.”

Quando os problemas chegam, sua primeira atitude talvez seja orar pedindo a Deus que os tire rapidamente de você. Naturalmente você não quer dor, você quer calma e conforto.

Segundo Tiago, há propósitos nas provações. Deus por sua graça e sabedoria permite provações em sua vida para testar e trazer saúde a sua fé. Tiago ensina que quando as provações vierem é preciso se alegrar. Não é uma alegria masoquista ou fútil, antes a alegria é porque as provações trazem frutos espirituais, sendo o principal, a perseverança. Perseverança é a capacidade de permanecer firme diante de lutas e dores. Essa resistência produz uma fé íntegra e completa.

É certo que pela falta de entendimento dos propósitos espirituais das provações, você pode “surtar”, entristecer ou desanimar. Tiago então orienta que, quando as provações chegarem, é importante que você ore por sabedoria para que Deus revele seu propósito e lhe capacite a lidar momento a momento diante das provações.

Assim, não despreze, não se chateie, não se irrite com Deus por causa das provações em sua vida. Deus está trabalhando em você enquanto se mantém ao seu lado, sustentando-lhe.

Diante das provações mantenha-se firme e foque no propósito de Deus. O certo é que você nunca será a mesma pessoa quando as provações chegarem e elas forem embora.

—————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/26848989

CONFESSE O ORGULHO

Boa parte da sociedade vive em sua própria força, capacidade e habilidade. Orgulhosamente ela não se achega a Deus, não lhe pede por orientação, sabedoria, força e discernimento. Na verdade, ela nem leva isso em conta e acha que depender de Deus é um sinal de fraqueza ou de fanatismo religioso.

Em 1 Pedro 5.5, o apóstolo afirma o seguinte: “…Deus resiste aos soberbos, mas dá graça aos humildes“. Pedro explica claramente que a ação de Deus está disponível apenas aos humildes. Quem são os humildes? São aqueles que reconhecem suas fraquezas e debilidades e se achegam a Deus.

Devemos reconhecer nosso orgulho e buscar a Deus. Devemos buscar por Sua ação e focar nEle como nossa única esperança; esse é o nosso dever. Provérbios 11.2 afirma: “Em vindo a soberba, sobrevém a desonra, mas com os humildes está a sabedoria”. O seu orgulho lhe impede de experimentar a verdadeira vida que Deus planejou para você.

Todos aqueles que andam orgulhosamente serão envergonhados, mas os que andam humildemente com Deus encontrarão nEle as soluções para a vida.

Enquanto houver uma fagulha de segurança, esperança, capacidade, força e habilidade próprias em você, Deus nunca agirá. Ele exige exclusividade. Ele ama aos humildes e age por eles.

Reconheça sua limitação! Entenda que seu orgulho pode destruir sua família, relacionamentos, negócios e tantas outras coisas em sua vida.

Submeta-se completamente a Deus! Confesse o orgulho. Caminhe humildemente com Ele.

OS SEUS PROBLEMAS

Paulo afirmou em 2 Coríntios 4.8,9: “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos”.

A fé em Jesus é algo maravilhoso, indizível e surreal. Ele promete a todos os seus seguidores e que eles serão novas criaturas e terão um destino seguro na eternidade, mas isso não significa ausência de problemas aqui nessa terra.

Paulo afirmou em 2 Coríntios 4.8,9: “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos”.

É preciso entender que ao crer em Jesus os problemas não acabarão. Paulo diz, no texto, que ele mesmo esteve atribulado, perplexo, perseguido e sentiu-se abatido.

Ao seguir Jesus você não terá um manual de como acabar com todos os seus problemas. Nem todos os seus problemas estão na Bíblia, mas ela oferece respostas para que você lide com todos eles. Contudo, a Bíblia ensina que nenhum problema virá sem a permissão de Deus e que Ele mesmo estará com você nos dias difíceis. O Senhor Jesus afirmou em João 16.33: “…Neste mundo vocês terão aflições; contudo, tenham ânimo! Eu venci o mundo”.

Ao depositar sua fé em Jesus os problemas virão, mas eles nunca definem sua espiritualidade. Abraão, Jacó, José, Davi, Jó, Ester, os profetas, Paulo, João e o Senhor Jesus sofreram e todos nós vamos sofrer também. Nem todos os personagens da Bíblia que sofreram entenderam na hora o porquê ou tiveram uma resposta imediata.

A existência de um problema não significa que sua fé seja pequena ou fraca. Isso significa apenas que você é humano e que Deus está trabalhando em sua vida. Paulo em Romanos 5.3 afirma: “…nos gloriamos nas tribulações, porque sabemos que a tribulação produz perseverança”.

Seus problemas nunca definem sua fé, eles apenas dizem que você está aprendendo e crescendo em sua caminhada com Jesus.

Por isso, diante dos problemas, confie, mantenha-se firme, siga adiante e espere no Senhor Jesus.

———————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/26719591

O CONTENTAMENTO

Descontentamento e fé não combinam. Estar contente com o que é e com o que se tem é uma verdade a ser aprendida e vivida por todos aqueles que professam fé no Senhor Jesus Cristo. Em Hebreus 13.5, lemos: “Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: Nunca o deixarei, nunca o abandonarei.”

Pessoas descontentes tendem a ser ingratas e cobiçosas. Comumente elas estão sempre se queixando, reclamando e invejando outros.

Os descontentes se sentem injustiçados e privados de algo, parecem nunca ter o suficiente e querem mais e mais. De forma prática, eles sempre vivem fora de seu orçamento financeiro, compram coisas que não podem pagar e se endividam. A verdade é que nada pode deter uma pessoa egocêntrica e descontente.

O contentamento é algo poderoso. Estar contente não tem nada a ver com posses, dinheiro e bens. Contentamento é uma atitude. Pessoas contentes não estão em busca de ter mais, elas já estão satisfeitas e alegres com o que têm.

“Estar contente” é um aprendizado. Pessoas contentes aprendem a ser gratas por cada circunstância e por tudo. Elas aprendem a descansar na plena provisão de Deus. Elas aprendem a ficar felizes no Senhor com o pouco ou com o muito, porque entendem que cobiça e contentamento se excluem.

Pessoas contentes confiam que Deus vai suprir aquilo que elas necessitam e precisam, e tendo ou não tendo, sempre mantêm um coração generoso para ajudar os que necessitam.

Os contentes também nunca roubam ou vivem nas garras da corrupção. Eles andam de cabeça erguida e não temem nada.

Sua vida tem um novo colorido e liberdade quando você se habitua a ser grato ao Senhor, quando você vive contente por quem é e pelo que tem. O contentamento faz de você uma pessoa mais feliz e mais útil.

Assim, esteja contente!

——————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/26635089