O ENSINO DE JESUS SOBRE A ANSIEDADE

Jesus afirmou em Mateus 6.25: “Portanto eu digo: Não se preocupem com sua própria vida, quanto ao que comer ou beber; nem com seu próprio corpo, quanto ao que vestir. Não é a vida mais importante que a comida, e o corpo mais importante que a roupa?”

A primeira afirmação de Jesus é que a ansiedade é falta de foco. Quando Ele diz: “Não se preocupem com sua vida… Não é a vida mais importante que a comida, e o corpo mais importante que a roupa?” Ele está dizendo que o essencial não são as coisas que sustentam a vida, mas a própria vida.

A segunda afirmação de Jesus é que a ansiedade é algo inútil. Jesus dá um exemplo interessante em Mateus 6.26,27: “Observem as aves do céu: não semeiam, nem colhem, nem armazenam em celeiros; contudo o Pai celestial as alimenta. Não têm vocês muito mais valor do que elas? Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar uma hora que seja à sua vida?” Os pássaros não se preocupam com comida; Deus os sustenta. Por que deveríamos nós, como criaturas especiais de Deus, sermos ansiosos com coisas que não temos controle? A ansiedade é algo inútil.

A terceira afirmação de Jesus é que a ansiedade revela o estado da fé. Jesus afirmou em Mateus 6.30: “Se Deus veste assim a erva do campo, que hoje existe e amanhã é lançada ao fogo, não vestirá muito mais a vocês, homens de pequena fé?” A ansiedade é incredulidade. Ela revela o quanto desconfiamos de Deus; o quanto tentamos inutilmente fazer o Seu papel.

Um grande problema da ansiedade é o controle. Entregue a Ele o controle de sua vida. Deixe Deus ser Deus e aprenda que Ele cuidará de você. Apenas descanse nEle.

————————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49835611

A PRESENÇA DE DEUS

Em Gênesis 31.3, o SENHOR disse a Jacó: “Volte para a terra de seu pai e de seu avô, a terra de seus parentes, e eu estarei com você”.

Um dia Jacó teve que sair de sua terra para proteger a sua vida, porque seu irmão Esaú queria matá-lo. Por orientação de seus pais, ele foi diretamente para a casa de Labão, o irmão de sua mãe, o qual se tornou seu sogro. Os anos se passaram e, em determinado dia, o Senhor ordenou que ele voltasse para a sua terra de origem, dando-lhe a seguinte promessa: “Eu estarei com você”.

Ter a certeza da vontade de Deus para sua vida e a convicção de Sua presença, fez com que Jacó recebesse ânimo para lidar com qualquer situação ou com qualquer futuro incerto.

A certeza da presença de Deus é o que também deveria motivar você a seguir adiante em seu dia a dia. Esse componente é basicamente tudo o que você precisa para enfrentar qualquer resistência, temores, desânimos, dissabores ou qualquer força espiritual contrária.

Se você estiver seguro da presença Deus, siga corajosamente adiante. Siga por fé, pois se Ele lhe tem dado clara direção, a Sua presença será com você, e isso é tudo, tudo o que você precisa.

Conduza sempre sua vida na certeza de que Ele estará com você. A partir daí, tudo será apenas detalhes, aliado a uma grande e maravilhosa aventura de fé.

————————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49821672

ESPERE NO SENHOR

Salomão afirmou em Provérbios 13.12: “Esperança adiada faz adoecer o coração; desejo cumprido é árvore de vida.”


A esperança é algo precioso e maravilhoso. Sem ela as pessoas ficam desesperadas. Com esperança, todos podem suportar quase tudo, não importando quão desesperadoras as condições da vida sejam.

A esperança é a expectativa de algo desejado. Se o que se deseja não é obtido no tempo esperado, a alma então fica triste e aflita. Mas quando a coisa desejada finalmente chega, é uma “árvore da vida”, ou seja, o coração e a alma são encorajados e revividos. 

A desesperança é um dos sentimentos mais destrutivos e dolorosos. Ela precisa ser evitada a todo custo porque destruirá a perspectiva e o desempenho de qualquer pessoa. Alguém sábio depositará sua esperança no que é certo e evitará quaisquer desejos ou expectativas pelas coisas vãs que levam ao desespero ou à frustração. 

Enquanto a esperança é algo fascinante para vida, a desesperança é algo destrutivo. Por isso, para manter a esperança e nunca ficar decepcionado, abrace a esperança que Deus dá e promete. Quando o salmista se viu sem esperança, porque estava nas mãos de pessoas ímpias, injustas e cruéis, ele voltou-se para o Senhor e afirmou no Salmos 71.5: “Pois tu és a minha esperança, Senhor Deus…”

Conserve-se focado no Senhor, pois Ele é o “Deus da esperança.” Paulo afirmou em Romanos 15.13: “E o Deus da esperança encha vocês de toda alegria e paz na fé que vocês têm, para que sejam ricos de esperança no poder do Espírito Santo.” Assim, centrado nEle e em Sua perfeita vontade e verdade, sua alma então estará cheia de esperança e ficará tranquila.


Não espere em nada e nem em ninguém. Espere no Senhor!

———————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49803262

A REVELAÇÃO ESPIRITUAL

No livro do Êxodo temos a biografia de Moisés. Ele fora adotado pela filha de Faraó e recebeu toda a instrução necessária para ser um excelente líder em sua geração.

Quando adulto, após ter matado um egípcio, Moisés fora perseguido por Faraó e fugiu. Em Midiã, ele se casou e tornou-se um pastor das ovelhas. Ele pastoreava há cerca de 40 anos quando algo muito interessante aconteceu.

Ao pastorear perto do Monte Sinai, Moisés viu um espinheiro pegando fogo, mas não era consumido. Então se aproximou. Ao chegar perto, Êxodo 3.4-6 diz que ele ouviu uma voz vinda do espinheiro que disse: “…Moisés! Moisés! — Estou aqui — respondeu Moisés. Deus disse: — Pare aí e tire as sandálias, pois o lugar onde você está é um lugar sagrado. E Deus continuou: Eu sou o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó…”

Nesse dia Moisés teve uma maravilhosa experiência com o Senhor, o qual se revelou a ele e o comissionou. A partir desse dia, Moisés tornou-se o primeiro grande líder, libertador e legislador de Israel.

Assim, ninguém compreenderá e conhecerá a Deus; Seus planos, Seus projetos, Seus objetivos e Sua salvação eterna, se Ele mesmo não abrir os olhos espirituais; se Ele mesmo não der uma revelação espiritual.

Foi isso que Jesus ensinou ao exclamar em Mateus 11.25-26: “Naquela ocasião Jesus disse: — Ó Pai, Senhor do céu e da terra, eu te agradeço porque TENS MOSTRADO às pessoas sem instrução aquilo que escondeste dos sábios e dos instruídos! Sim, ó Pai, tu tiveste prazer em fazer isso.”

Sem revelação espiritual vinda do próprio Deus, você continuará espiritualmente cego. A ignorância espiritual continuará reinando.

Sendo assim, o que fazer? Ore. Peça a Deus por revelação espiritual.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49778840

O PREÇO DO DISCÍPULO

Jesus disse a uma grande multidão que o seguia em Lucas 9.23: “Se alguém quer vir após mim, negue a si mesmo, dia a dia tome a sua cruz e siga-me.”

Com essas palavras, o Senhor Jesus foi firme e confrontador com seus ouvintes. Segundo Ele, qualquer pessoa que se dispõe a segui-Lo precisa estar preparada para desistir das facilidades e confortos terrenos e estar pronto para pagar o preço como discípulo, aceitando dores e sofrimentos pelo Seu nome.

O Senhor sabia o terrível fim de sua vida na cruz, a qual O exporia ao deboche público e ao indizível sofrimento. Assim, o compromisso com Ele inclui a cruz, a qual traz sofrimentos nesse mundo, mas alegrias, glórias e bênçãos na eternidade.

Segundo o Senhor Jesus, ninguém poderá seguir e aproximar-se dEle para receber salvação, se não estiver disposto a abandonar o orgulho, os pecados secretos, a forma tola de pensar a vida, as próprias opiniões, os ídolos da auto-imagem, do agradar aos outros, da busca por glórias, bens e dinheiro, da vida do prazer sexual ilícito e da forma mundana de viver. Tudo isso é um caminho fútil e inútil. E sobre isso, Jesus mesmo afirmou em Marcos 8:35-36: “Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá; e quem perder a vida por minha causa e por causa do evangelho, esse a salvará. De que adianta uma pessoa ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”

Assim, você entende o preço de seguir a Jesus? Você está ciente do que precisa abandonar para segui-Lo? Você está disposto a negar a si mesmo, tomar sua cruz e segui-Lo?

Jesus não procura por religiosos ou por pessoas que dizem ser cristãs. Ele procura por seguidores. Ele procura por discípulos dispostos a pagar o preço por Ele.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49762949

A FÉ

A fé que agrada a Deus é um verdadeiro milagre. Ninguém a possui por si mesmo, antes é um presente que Ele dá. Paulo afirmou, em Efésios 2.8,9: “Porque pela graça sois salvos, mediante a fé; e isto não vem de vós; é dom de Deus; não de obras, para que ninguém se glorie”.

É Deus quem capacita a pessoa a crer nEle. Mas como a fé nasce? Paulo afirma em Romanos 10.17: “E, assim, a fé vem pela pregação, e a pregação, pela palavra de Cristo”. A fé nos é dada quando ouvimos e nos expomos à Palavra de Deus.

A fé nos faz andar crendo que a mão do Senhor nos guiará em qualquer caminho e para qualquer direção. A fé nos faz andar centrados na Palavra de Deus porque cremos que ela é a verdade e será sempre uma luz diante das trevas e indecisões da vida. A fé nos faz andar quando nada é claro e definido. A fé nos faz andar diante dos medos, incertezas e dores. A fé nos faz andar, porque ela tem Sua base na pessoa e nas promessas de Deus. Quando temos fé, andamos por fé.

Talvez hoje você precise começar sua caminhada de fé no primeiro passo: pedindo ao Senhor que Ele lhe conceda fé para você crer em Jesus e viver para Ele.

Esse primeiro passo o colocará numa caminhada repleta de experiências e bênçãos espirituais e fará com que você não somente se relacione com Deus de forma real e viva, mas o colocará no patamar em que Ele mesmo planejou para que ela fosse vivida.

Em Hebreus 11.6 lemos que “…sem fé é impossível agradar a Deus…” Por isso, a vida que não anda por fé, não anda; está paralisada.

———————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49749746

ESPIRITUALMENTE PERDIDO

Jesus afirmou em Lucas 19.10, após a conversão de Zaqueu: “Porque o Filho do Homem veio buscar e salvar o perdido.”

Essa é uma declaração muito precisa porque foi feita pelo Senhor Jesus, Aquele que saiu dos céus para especificamente salvar os perdidos.

Segundo Jesus, as pessoas estão perdidas. “Perdida” não significa perdido dos pais, dos negócios, da profissão, das emoções, política, cultural ou economicamente perdido. Jesus está falando aqui de pessoas espiritualmente perdidas, como Zaqueu, pois ainda que tivesse dinheiro, influência e oportunidades, foi achado por Jesus porque se viu espiritualmente perdido.

Segundo a Bíblia, todos estão perdidos, separados, desviados de Deus, seguindo seus próprios pensamentos e caminhos. A Bíblia diz em Isaías 53.6: “Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu próprio caminho…” A ordem de Deus para todos em Isaías 55.7, é: “Que o ímpio abandone o seu mau caminho, e o homem mau, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar.”

Jesus veio ao mundo para buscar os espiritualmente perdidos, como Ele fez com Zaqueu. Ainda que Zaqueu fosse rico e influente, ele era também desprezado; um pária social, pois as pessoas da sua época não gostavam dos coletores de impostos. E se Jesus tivesse considerado a opinião pública, ele nunca olharia para Zaqueu. Mas Ele não considerou. O Senhor buscou e salvou esse homem rejeitado.

Se você se vê perdido, venha agora a Jesus. Arrependa-se de seus pecados. Mude sua forma de pensar quanto ao tipo de vida que está levando e vire-se em direção a Deus. Pela fé, entregue-se e comprometa-se totalmente com o Senhor Jesus, confiando nEle para salva-lo e determine segui-Lo todos os dias em obediência somente a Ele.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49731855

IMPRESSIONANDO OUTROS

Vivemos num mundo louco pela imagem. Por orgulho, as pessoas querem ser vistas e reconhecidas. Há uma excessiva preocupação com o que os outros pensam. A tudo isso Salomão advertiu claramente em Provérbios 12.9: “Melhor é ser modesto e fazer o seu trabalho do que engrandecer a si mesmo e não ter o que comer.”

No texto, Salomão nos apresenta dois homens. O primeiro homem é desprezado pelo mundo, pois é apenas um homem simples e trabalhador, que prefere paz e sossego em casa. Pelo trabalho árduo, ele alcançou uma medida modesta de conforto e tem um servo para companheirismo e trabalho. O segundo homem é popular, busca aprovação dos outros e está nos holofotes do mundo, aparentando o que não é, pois está falido e endividado. Ele vive apenas para manter a imagem.

Cuidado! Além de mentir e auto-enganar-se, você pode pagar caro e arruinar sua vida pela insistência de passar uma imagem daquilo que você não é. O verdadeiro sucesso é trabalhar duro, desfrutar de prazeres simples e viver uma vida contente, em paz e em tranquilidade, vivendo para agradar a Deus.

A mentira da imagem não compensa, pois ela destrói. Muitos a desperdiçam e se machucam, preocupando-se com o que os outros pensam. Na verdade, o que Deus pensa de você é muito mais importante. Lembre-se que em Lucas 16.19-31, o rico luxuoso que viveu sua vida para impressionar os outros, devido ao orgulho, acabou no inferno, mas o mendigo Lázaro centrou em Deus e foi para o céu.

Por isso, não viva para impressionar a ninguém.

————————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49717505

UMA RESPOSTA BÍBLICA AO MEDO

Davi afirmou no Salmos 34.4: “Busquei o Senhor, e ele me acolheu; livrou-me de todos os meus temores”.

O Salmo 34 é um Salmo de libertação. Davi estava sendo perseguido pelo seu sogro, o rei Saul, o qual sem motivos queria matá-lo. Diante de seus medos, Davi orou ao Senhor e Ele o ouviu e respondeu.

Como na experiência de Davi, muitos são também os nossos medos. Tememos situações, circunstâncias e pessoas. Alguns de nossos medos são baseados no que estamos ouvindo e vendo, e outros não têm fundamento algum.

Não podemos fugir do medo, o que podemos fazer é não sermos dominados por ele. Precisamos dar uma resposta concreta quando os medos chegarem. Nesse texto, Davi nos traz uma resposta simples, objetiva e prática para quando os medos chegarem.

Quando os medos chegarem, reconheça-os. No texto, Davi reconhece seus medos dizendo: “…os meus temores”. Não negue seus medos. Nem sempre você consegue definir a origem dos seus medos, mas o importante é que você não os negue nem os dimensione, apenas reconheça-os.

Quando os medos chegarem, vá imediatamente para Deus. Davi diz: “Busquei ao Senhor…” Diante dos medos recorra ao Senhor e busque por Seu cuidado; abra seu coração a Ele e conte todos os seus medos.

Quando os medos chegarem, confie no Senhor. Davi declara: “… Ele me acolheu; livrou-me…” Davi deixa claro que Deus trouxe resposta aos seus medos. Da mesma forma Deus fará a você. O Deus de Davi não mudou em nada, mas você precisa confiar que Ele também agirá por você.

A resposta bíblica ao medo é simples e eficaz: reconheça os seus medos, busque ao Senhor numa simples oração e confie que Ele agirá a seu favor.

————————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49658054

VOLTE-SE PARA DEUS

Em Isaías 55.7, o Senhor ordena que as pessoas retornem a Ele. Ele diz: “Que o ímpio abandone o seu mau caminho, e o homem mau, os seus pensamentos; converta-se ao Senhor, que se compadecerá dele, e volte-se para o nosso Deus, porque é rico em perdoar”.

Voltar-se para o Senhor é a verdadeira conversão, a qual consiste em abandonar qualquer tipo de práticas, palavras, motivação, interesses, propósitos, pensamentos e caminhos que são contra Ele e Sua vontade.

Em 1 Tessalonicenses 1.9, Paulo afirmou: “…como se voltaram para Deus, deixando os ídolos a fim de servir ao Deus vivo e verdadeiro”. Paulo declara nessa passagem que muitos na cidade de Tessalônica “voltaram para Deus”, ou seja, converteram-se a Ele, abandonando a idolatria. O termo “ídolo” usado por Paulo refere-se a qualquer coisa ou pessoa que ocupa um lugar supremo na mente e nas afeições de alguém, tornando-se um poder dominante na vida.

Assim, voltar-se para Deus é uma mudança radical. É quando o coração e a vontade repudiam totalmente o pecado, o “eu” e o mundo. É render-se sem reservas à plena vontade dEle. É o desejo de querer ser salvo e liberto da própria vontade, dos próprios caminhos e dos próprios interesses pessoais, submetendo-se totalmente às condições de Deus.

Você já voltou-se para Deus? Caso não, seu passo inicial é reconhecer a sua incapacidade espiritual, arrependendo-se e confessando a Ele os seus pecados, pedindo para que Ele lhe perdoe e transforme a sua vida.

Decida hoje voltar-se para Deus. Você só pode fazer isso através de Jesus, pois Ele mesmo diz, em João 14.6: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim”.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49646505

SEGURO EM DEUS

Paulo afirmou em Romanos 8.38,39: “Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus nosso Senhor”.

Nesses últimos versículos do capítulo 8 de Romanos, Paulo declara que um verdadeiro cristão está seguro em Deus. Ele enumera – poética e não logicamente – todas as possíveis categorias que podem trazer insegurança ao cristão, especialmente aqueles poderes invisíveis do mal, contra os quais todo cristão verdadeiro guerreia. Diante de tantas possibilidades de se viver de forma insegura, Paulo apresenta entusiasticamente que nada tem poder para destruir o forte elo de amor e cuidado que Deus tem para com o Seu povo, através da pessoa e da obra do Senhor Jesus.

Se você um dia decidiu entregar-se ao Senhor Jesus, e seguir e viver com Ele, sua vida está segura hoje e no futuro. Deus, como Seu maravilhoso Pai, lhe ama de uma forma indizível. Seu amor, demonstrado em Cristo, deve fazer com que você tranquilize o seu coração e enfrente tudo e todos.

Quando o medo chegar e lhe trouxer insegurança, volte-se para as verdades desse texto e entenda que sua segurança não está em você, no outro ou na situação. Sua segurança deve apenas estar no amor de Deus. Lembre-se de que Ele te ama, te quer bem e cuida de você hoje e eternamente.

Por isso, baseado em Seu amor, você não só, não precisa temer nada como também com Ele você pode enfrentar, pela fé, tudo e todos.

Você, em Deus, está extremamente seguro pelo Seu maravilhoso amor e graça e por isso, você pode e deve continuar confiando e dependendo dEle.

———————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49629859

UMA NOVA HISTÓRIA

Quando os irmãos de José reconheceram o pecado cometido contra ele e pediram perdão, dispondo-se até mesmo a serem seus escravos para sempre, José respondeu a eles em Gênesis 50.20, dizendo: “Vocês, na verdade, planejaram o mal contra mim; porém Deus o tornou em bem, para fazer, como estão vendo agora, que se conserve a vida de muita gente.”

Por que José, tendo a oportunidade de vingar-se de seus irmãos, não o fez? José não vingou, mas antes, perdoou seus irmãos e foi bondoso para com eles porque ele sabia que o Senhor o estava dirigindo e estava no controle de sua história. José, diante das dores, decidiu não se amargar, mas aprendeu a ver a vida na ótica do Senhor. Ele aprendeu que as injustiças e dores que as pessoas lhe fizeram, todos elas, sem exceção, estavam sobre o pleno controle do Senhor.

Alguns de nós interpretamos a vida erradamente, e por isso continuamos amargos e sofrendo. Decidimos viver remoendo as maldades e erros das pessoas contra nós. Não conseguimos libertar essas pessoas de nossos corações pelo perdão, e ainda, insistimos em sermos vistos como vítimas do mal. Tudo porque a ótica da vida continua no campo humano e não divino.

Mude hoje sua vida! Faça como José e comece a reinterpretar sua história a partir de Deus. Esforce-se para ver como Deus esteve também em sua história promovendo mudanças e permitindo o mal. Decida perdoar a todos os que pecaram contra você. Decida agradecer ao Senhor porque Ele cuidou, protegeu e trouxe novas pessoas e situações à sua vida.

Se você insistir em não olhar seu passado com os olhos de Deus, você jamais desfrutará a nova e bela história que Ele planejou para você e para Sua própria glória.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49574342

LIDANDO COM AS OFENSAS

Jesus ensinou a “regra de ouro” em Lucas 6.31: “Façam aos outros o mesmo que vocês querem que eles façam a vocês.” Salomão ensinou em Provérbios 24.29: “Não diga: “Vou fazer com ele o mesmo que ele fez comigo; pagarei a cada um segundo as suas obras.”

Enquanto a regra do Senhor é a promoção do amor e da bondade, a regra do diabo é: Faça aos outros o que eles fizeram a você. O diabo sempre promove o ódio e a vingança.

Ao ser ofendido, você pode adiar a raiva e ignorar a ofensa, mostrando perdão e bondade ou você pode remoer a ofensa e planejar a vingança. Paulo afirmou em Romanos 12.19: “Meus amados, não façam justiça com as próprias mãos, mas dêem lugar à ira de Deus, pois está escrito: “A mim pertence a vingança; eu é que retribuirei, diz o Senhor.”

O princípio é que se você continua a lembrar constantemente da ofensa, você permitirá que essa ofensa dirija as suas ações e reações. Você então começará a ser atormentado pela memória da maldade que lhe foi feita; a mágoa crescerá e a vingança será a forma tola de você se defender.

Agora, se você não se vingar e entregar tudo para o Senhor, você será livre e feliz. É no matar do seu orgulho e enterrar o problema que você prosperará e receberá as bênçãos de Deus.

Não permita que a ofensa amargure sua vida. Não ande por seus tolos sentimentos. Entregue tudo ao Senhor e confie nEle. Siga e obedeça a simples e poderosa ordem de Jesus em Lucas 6.27-28: “…amem os seus inimigos, façam o bem aos que odeiam vocês. Abençoem aqueles que os amaldiçoam, orem pelos que maltratam vocês.”

————————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49563026

A TRISTEZA PELO PECADO

Davi declarou no Salmos 51.12: “Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário.”

O Salmos 51 expressa a confissão e o arrependimento de Davi diante do Senhor quando o profeta Natã foi ter com ele e o confrontou quanto ao seu pecado de adultério com Bate-Seba. No Salmo, Davi não só é tomado pela vergonha e culpa de seu pecado diante do Senhor, mas ele é também invadido por uma profunda tristeza.

O pecado é uma calamidade porque traz miséria e tristeza à alma. Ninguém pode ser feliz, alegre e realizado nessa vida, pecando contra Deus. Insistir na prática do pecado é atrair para si dor, aflição e o tormento.

Em Gênesis 4, Caim foi atormentado pela culpa de ter matado seu irmão. Em Gênesis 50, os irmãos de José foram afligidos pela culpa da inveja e por tê-lo vendido ao Egito. Judas foi angustiado pela culpa da ganância por ter entregado Jesus, e por fim suicidou-se.

Segundo a Palavra de Deus, a solução para a restauração da vida é tratar seriamente o pecado diante de Deus através do arrependimento e da confissão. 1 Joāo 1.9 afirma: “Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça.”

Se você quiser continuar infeliz, viva tolamente desconsiderando e ignorando o pecado. Mas se você converter-se ao Senhor e confessar os seus pecados a Ele, você experimentará na prática a verdade do Salmos 32.1-2, que diz: “Como é feliz aquele que tem suas transgressões perdoadas e seus pecados apagados! Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa e em quem não há hipocrisia!”

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49550502

A AVENTURA DA FÉ

Em Gênesis 12.1, “O Senhor disse a Abrão: Saia da sua terra, da sua parentela e da casa do seu pai e vá para a terra que lhe mostrarei.” O autor do livro de Hebreus explica esse texto em Hebreus 11.8, dizendo: “Pela fé Abraão, quando chamado, obedeceu, a fim de ir para um lugar que devia receber como herança; e partiu sem saber para onde ia.”

Abraão era um idólatra quando morava em Ur dos Caldeus, quando Deus lhe apareceu e lhe disse para seguir Seu caminho. Pela obediência da fé, Abraão deixou sua casa e país, sem saber seu destino final. Sem dúvida, amigos e parentes devem tê-lo ridicularizado por tal aventura, mas Ele por fé obedeceu à ordem do Senhor.

Mas o que é fé? Hebreus 11.1 declara que “…fé é a certeza de coisas que se esperam, a convicção de fatos que não se vêem.” A fé, como no caso de Abraão, inclui a plena confiança no objeto dela, Deus, e por isso, em obediência a Ele, segue adiante decidindo a vida para Sua glória e com uma certeza inexplicável pela lógica de que algo certo ocorrerá.

O caminho da fé muitas vezes dá aos outros a impressão de imprudência e insensatez, mas todo aquele que conhece a Deus se contenta em ser guiado por Ele, mesmo sem saber o caminho a seguir.

Assim, quando seus desejos e interesses estão focados em obedecer e agradar ao Senhor, o que você unicamente precisa é dar o passo de fé e seguir adiante.

Ninguém nunca perderá nada em obedecer e confiar no Senhor. Mas quem vive contabilizando e controlando tudo, perde as oportunidades e o grande privilégio de se ter uma maravilhosa experiência com Deus na vida; perde a aventura da fé.

———————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49483609

AMIGOS DE JESUS

Jesus declarou aos seus discípulos em Joāo 15.13-14: “Ninguém tem amor maior do que este: de alguém dar a própria vida pelos seus amigos. Vocês são meus amigos se fazem o que eu lhes ordeno.”

O texto fala de amizade, amor e obediência. Nesses dois versículos, Jesus prova Seu amor por seus discípulos, a quem Ele chama de amigos, dando Sua vida por eles. Eles, por sua vez, demonstrarão que são Seus amigos, obedecendo-O.

Jesus, como a Seus primeiros discípulos, procura também por pessoas que o seguirão como discípulos. Ele mesmo estabeleceu um alto padrão para quem quiser ser Seu discípulo em Lucas 9.23-24: “…dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue a si mesmo, dia a dia tome a sua cruz e siga-me. Pois quem quiser salvar a sua vida a perderá; e quem perder a vida por minha causa, esse a salvará.” Assim, Jesus não está chamando ninguém para ser religioso ou até mesmo para ser intitulado de cristão, mas ser Seu discípulo; ser Seu íntimo e amoroso seguidor.

Paulo fez uma forte e reflexiva afirmação para os discípulos de Jesus em Romanos 13.14: “Mas revistam-se do Senhor Jesus Cristo e não façam nada que venha a satisfazer os desejos da carne.” Paulo diz que o discípulo de Jesus precisa “vestir-se” dEle, fazendo dEle o centro, o foco, o padrão, o propósito e o objetivo de toda sua vida.

Se você decidiu seguir a Jesus, Ele também lhe chama de amigo e Sua amizade e amor a Ele significam sua disposição em obedecê-Lo e fazer dEle o tudo de sua vida. E se isso não é o alvo e prioridade de sua vida, você precisa avaliar se realmente você pertence a Ele.

———————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49470005

LIVRE-SE DO AUTO-ENGANO

Auto-engano é o resultado de um processo mental que faz com que a pessoa aceite como verdadeira uma informação tida como falsa por ela mesma, noutro momento.

A Bíblia tem muito a dizer sobre o auto-engano. Jeremias 17.9 diz: “Enganoso é o coração, mais do que todas as coisas, e desesperadamente corrupto; quem o conhecerá?” 1 Joāo 1.8 declara: Se dissermos que não temos pecado nenhum, a nós mesmos nos enganamos, e a verdade não está em nós.”

Desde que o pecado entrou no mundo há uma tendência natural ao auto-engano. Em Gênesis 3, após pecar, Adão escondeu-se entre as árvores do Jardim. Deus o confronta com sua desobediência, perguntando em Gênesis 3.11: “… Por acaso você comeu a fruta da árvore que eu o proibi de comer?” No versículo 12 ele respondeu: “A mulher que me deste para ser a minha companheira me deu a fruta, e eu comi.” Deus não o havia perguntado sobre o erro da mulher; Ele perguntou sobre seu próprio erro. Mas Adão, já auto-enganado não assumiu sua responsabilidade e culpa diante de Deus. Assim, a tendência ao auto-engano é algo muito antigo na raça humana.

O auto-engano é um grande problema, pois faz com que a pessoa minta para si mesma. Ela acredita, leva a sério e argumenta afirmativamente em prol das próprias mentiras, enquanto tenta convencer a outros de que o que ela crê, vive e fala é verdadeiro.

O auto-engano além de um problema é uma mentira e, portanto, um pecado contra Deus.

Para que você livre-se do auto-engano, Jesus afirmou em João 8.32: “…conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará.” É somente pelo confronto com a verdade da Palavra de Deus e pelo arrependimento, que toda a mentira do auto-engano é destruída em sua vida.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49460805

FAZENDO TUDO PARA A GLÓRIA DE DEUS

Paulo afirmou em 1 Coríntios 10.31: “Portanto, se vocês comem, ou bebem ou fazem qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.”

Paulo, no contexto dessa passagem (1 Coríntios 10.25-30), está explicando sobre a liberdade cristã, especificamente sobre comer ou não carne sacrificadas a ídolos. Para orientar o uso dessa liberdade, Paulo então estabelece uma regra, um princípio básico e universal: desde o simples ato de comer ou beber, ou qualquer outra coisa ou ação humana, tudo deve ser feito para a glória de Deus. De acordo com esse ensino, todo discípulo de Jesus deve então ter o cuidado para não usar sua liberdade da forma como quiser, visto que pode ferir outros, mas usá-la de forma que o Senhor seja honrado. O comer e beber e em tudo o que for feito, deve-se visar a glória de Deus; deve procurar primeiramente agradá-Lo e honrá-Lo.

Segundo Paulo, a razão última que deve dirigir todo o nosso viver é a manifestação da glória de Deus. Mas a tendência natural de nossos motivos nunca é buscar primeiramente a glória de Deus, mas a nossa própria glória. A predisposição do nosso coração é agir para evidenciar o que queremos, somos e desejamos. A inclinação do nosso coração é voltada constantemente para o egoísmo.

Assim, todas os seus desejos, planos e ações comuns, pessoais, conjugais, familiares, sociais, civis e religiosas, tudo, tudo deve ter como fim, a glória, a honra e o louvor a Deus.

“Fazer tudo para a glória de Deus”, esse deve ser o objetivo supremo da vida. Esse é o princípio que deve reger sua vida e pelo qual você deve filtrar todas as suas ações, sejam elas pequenas ou grandes, simples ou complexas.

—————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49414906

O FOCO FINAL

Paulo afirmou em Romanos 11.36: “Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A Ele seja a glória para sempre. Amém!”

Nesse pequeno texto, Paulo exalta a pessoa de Deus. Paulo diz que Deus é a fonte e a origem de tudo: “Porque dEle…”; o meio, o agente de tudo: “…por meio dEle…”; o alvo e a finalidade de tudo: “…para ele são todas as coisas.” O foco final de tudo é o próprio Deus. Paulo conclui dizendo: “A ele seja a glória para sempre. Amém!” Essa mesma verdade é também declarada em Apocalipse 4.11: “Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque criaste todas as coisas e por tua vontade elas vieram a existir e foram criadas.”

Tudo procede e foi criado por Deus, existe por Ele e para Ele. Todo o sistema de qualquer pessoa ou coisa, sai, é mantido e retorna para Ele, realizando seu curso para Seus desígnios e benefícios. Todas as coisas no céu e na terra vêm dEle. Por meio de Sua providência Ele mantém tudo. A finalidade de tudo é Ele para que Sua majestade e glória sejam manifestadas.

A poderosa mensagem dessa passagem é que você deve urgentemente parar de centrar em si. Você não é o centro e nem o foco final. Deus é o foco final. O foco final não é quem você é, pensa, tem, age, se torna ou deseja. O foco final não é o seu “eu”, mas “Deus”.

A vida em sua dimensão física e espiritual; tudo o que se vê e tem, tudo, tudo vem de Deus e é mantido por Ele e para Ele. Deus é o foco final. A você cabe render-se, submeter e glorificá-Lo hoje, agora e eternamente.

———————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49385070

A GRANDE ESPERANÇA

Em Isaías 55.12 o Senhor fala:

“Vocês sairão com alegria e em paz serão guiados; os montes e as colinas romperão em cânticos diante de vocês, e todas as árvores do campo baterão palmas.”

Esse texto fala de um futuro cheio de esperança, quando um dia na história, Deus, através de Seu Messias, promoverá alegria e paz constante, ao ponto que a própria natureza, personificada, cantará e se alegrará.

Mas quem é o Messias? Em Joāo 4.25, a mulher samaritana, após uma conversa teológica com Jesus disse: “…Eu sei que virá o Messias, chamado Cristo. Quando ele vier, nos anunciará todas as coisas.” Mas no versículo 26, Jesus respondeu a ela: “Eu sou o Messias, eu que estou falando com você.” Jesus é o Messias.

O Senhor Jesus, sendo Deus, tornou-se um homem, e sem pecado veio a esse mundo em Sua primeira vinda, para dar a sua vida para salvar os pecadores. Ele mesmo declarou em Marcos 10.45.: “Pois o próprio Filho do Homem…veio para servir e dar a sua vida em resgate por muitos.” Assim, após ter pagado o preço do pecado na cruz, Ele foi sepultado, ressuscitou, voltou ao céu, de onde voltará (Atos 1.11). Em Seu segundo retorno, Ele lidará com seus inimigos e reinará sobre todo o mundo por mil anos. Essa é a verdade e a grande esperança.

Em um mundo cheio de egoísmo, ódio, orgulho e guerras; colocar a esperança em pessoas com suas crenças e ideologias ou em líderes políticos, é querer sempre ser decepcionado.

Por isso, coloque sua esperança apenas no Senhor Jesus. Ele é o Deus-Messias, Salvador, Senhor e Mestre. NEle todas as profecias de paz serão cumpridas. NEle está tudo o que todos esperam, querem, desejam e buscam. Ele é a grande esperança.

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/49353458