VIVA CORRETAMENTE!

Mateus 1.19,20 relata sobre a vida de José: “Mas José, seu esposo, sendo justo e não a querendo infamar, resolveu deixá-la secretamente. Enquanto ponderava nestas coisas, eis que lhe apareceu, em sonho, um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo.”

Maria estava prometida a José em casamento. Na cultura judaica daquele tempo, o fato de um casal estar prometido um ao outro envolvia um compromisso pessoal entre eles, a família e a sociedade. Para a dissolução do noivado era obrigatório um divórcio.

José ao saber que Maria estava grávida, procurou um divórcio silencioso. Ele sabia que se Maria tivesse sido infiel a ele, seria impossível ir adiante com o casamento. No entanto, por ser um homem correto, ele não queria criar uma dificuldade desnecessária ou prejudicar Maria.

Enquanto José sofria, se incomodava e pensava numa forma correta de lidar com a situação diante de Deus, dele mesmo, de Maria e da sociedade, um anjo enviado pelo Senhor, apareceu a ele em sonho e esclareceu, dizendo: “…José, filho de Davi, não temas receber Maria, tua mulher, porque o que nela foi gerado é do Espírito Santo.”

A sociedade de hoje relativiza quanto a um proceder correto e justo. A mentira, o engano, a hipocrisia, as “meias palavras” e o prejudicar os outros têm sido a forma normal e natural de se viver. Mas a vida de José ensina que você deve dirigir sua vida vivendo corretamente, tomando decisões de uma forma que agrada ao Senhor.

Sempre que você buscar conduzir sua vida de uma forma que honra a Deus, Ele mesmo lhe dará uma clara solução. Aqueles que querem honrá-Lo, Ele também os honrará.

Viva corretamente!

———————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15600692

VIGIE E ORE!

Jesus ordenou em Mateus 26.41: “Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; o espírito, na verdade, está pronto, mas a carne é fraca.”

Jesus ensina que todos somos espiritualmente vulneráveis; somos seres tentáveis. Em fração de segundos podemos ceder à tentação, cair no pecado e nos afastar do Senhor.

Ele também ensina que precisamos lutar com as armas certas. As armas são a vigilância espiritual e a oração. É preciso ser cauteloso e cuidadoso quanto ao perigo que o pecado traz. O coração pode ser facilmente iludido e seduzido pelo pecado.

É preciso vigilância, mas é preciso também orar e pedir ao Senhor por Sua proteção. Em Mateus 6.13, o Senhor Jesus ensinou que devemos orar da seguinte maneira: “E não nos deixes cair em tentação; mas livra-nos do mal.”

Façamos o que façamos, seremos tentados. É preciso manter-se prevenido e bem equipado contra os ataques do diabo. Ele nunca dá uma dica de como será sua abordagem, e essa é uma das razões pela qual devemos orar: “livra-nos do mal.”

Por isso, vigie! Vigie para que você não se coloque em situações onde ficará vulnerável à tentação. Saiba muito bem quais são as suas áreas de fraquezas e mantenha-se longe de pessoas, circunstâncias e lugares onde você poderia facilmente ser tentado.

Ore! Ore para que você não seja tentado. Caso seja tentado, peça ao Senhor para que não caia no pecado e seja livrado do mal.

Enquanto você vigia e ora, lembre-se do ensino de 1 Coríntios 10.13: “Não vos sobreveio tentação que não fosse humana; mas Deus é fiel e não permitirá que sejais tentados além das vossas forças; pelo contrário, juntamente com a tentação, vos proverá livramento, de sorte que a possais suportar.”

Assim sendo, vigie e ore!

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15600119

O MAIS IMPORTANTE

Em Lucas 10.38-42 temos a história das irmãs Marta e Maria. Elas moravam na pequena cidade de Betânia, juntamente com seu irmão Lázaro. Jesus sempre que passava em Betânia hospedava-se com eles. Todos amavam a Jesus e Ele os amava.

Ao chegar no lar de seus amigos, Jesus começa a ensinar. Marta envolve-se nos afazeres da casa, e sua irmã Maria senta-se para ouvir o que o Mestre tem a dizer.

Ao ver a atitude passiva de Maria, diante de tantas atividades que envolviam uma boa hospedagem, Marta se inquieta, se irrita e diz a Jesus o seguinte em Lucas 10.40: “…Senhor, não te importas de que minha irmã tenha deixado que eu fique a servir sozinha? Ordena-lhe, pois, que venha ajudar-me.”

De pronto Marta ouve a mansa resposta de Jesus em Lucas 10.41,42: “…Marta! Marta! Andas inquieta e te preocupas com muitas coisas. Entretanto, pouco é necessário ou mesmo uma só coisa; Maria, pois, escolheu a boa parte, e esta não lhe será tirada.”

Jesus não se desfaz das ações de Marta, mas honra a atitude de Maria. Marta se importa com a limpeza da casa, os pratos, a refeição, etc. Tudo isso era bom, mas não era o mais importante. Maria honra o Mestre, sentando-se para ouvi-Lo. Sua presença, pessoa e ensino são mais importantes para ela do que qualquer outra coisa.

Essa simples história ensina que despender tempo para estar com Jesus, ouvir de Seu ensino e verdades é a coisa mais importante.

Decida então, como Maria, a fazer do importante, o mais importante. Habitue-se a sentar-se aos pés do Salvador. Tire um tempo hoje para ler ou ouvir a Sua Palavra e falar com Ele por meio da oração.

Nada é mais importante do que estar com Jesus.

——————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15590707

AMAR A DEUS

Em Mateus 22.37-38, Jesus afirma: “…Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento.”

Nesse texto, Jesus cita o famoso “Shamah” (forma hebraica do verbo “ouvir” de Deuteronômio 6.3-5) e resume assim o propósito de Deus para todo ser humano: amá-Lo.

Para Jesus, “amar a Deus” significa desenvolver um relacionamento incondicional com Ele. Quem O ama está disposto a dar, sacrificar e se entregar por Ele.

Segundo Jesus, o “amar a Deus” começa por dentro, ou seja, pelo “coração”, “alma” e “entendimento”. “Amar a Deus” significa que todos os interesses, intenções, vontades, afeições, propósitos, objetivos, compreensão e escolha inteligente da vida, precisam estar centrados e focados somente em Deus.

“Amar a Deus” significa oferecer a Deus o melhor que a vida tem e produz. Amar a Deus significa a disposição de entregar a Ele todo o vigor e força racional, emocional e volitiva.

O Senhor Jesus ensina e espera que você ame a Deus como a prioridade última de sua vida. Ele deseja que você O ame com uma sinceridade perfeita, com ânimo renovado, com uma razão iluminada e com toda a energia de seu ser.

Na verdade, nada pode ser mais puro, nobre, elevado, completo e abrangente na vida, do que quando você centra seu coração no Senhor e se dispõe a amá-Lo em plena obediência e na pronta disposição em se submeter a Ele, cumprindo Sua perfeita vontade.

Você existe e foi criado para “amar a Deus”. Sua vida só tem propósito quando você vive assim. Por isso, decida focar nEle e fazer dEle o centro de sua vida.

———————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15573277

RECONHEÇA DEUS EM SUA VIDA

Em Êxodo 30.12, Deus diz a Moisés: “Quando fizeres recenseamento dos filhos de Israel, cada um deles dará ao SENHOR o resgate de si próprio…”

Quando Deus ordenou que Moisés contasse o povo, Seu objetivo central era fazer com que a nação de Israel se lembrasse de que sua existência não era o resultado do esforço e trabalho deles, antes eles existiam somente por causa da bondade e graça do Senhor. Israel não pertencia a Israel, mas a Deus.

A oferta exigida de cada israelita era um meio de fazer com que o povo recordasse que toda as bênçãos e prosperidade pessoal tinham a origem em Deus. O propósito duplo do Senhor era combater a ingratidão e fortalecer em cada um deles um coração grato.

O mundo vende que sua vida lhe pertence e você faz dela o que bem quiser. Isso é um grande engano. Sua vida não lhe pertence; sua vida foi doada por Deus e pertence a Ele. Davi afirmou no Salmos 24.1: “Ao SENHOR pertence a terra e tudo o que nela se contém, o mundo e os que nele habitam.”

Sua vida é um empréstimo de Deus a você. Sua saúde, família, capacidade, inteligência, habilidades, bens, recursos, influência, oportunidades, tempo, etc., tudo vem de Deus.

O Senhor espera que você seja grato, responsável e O glorifique por tudo o que você é e tem. Ele também espera que você não seja orgulhoso, se achando mais do que outros, pelo fato de ter tido mais oportunidades em sua vida, antes Ele espera que você aprenda a servir e ajudar aqueles que não têm e precisam.

Reconheça Deus em sua vida e aprenda a servir com ela. Uma vida que a ninguém serve, para que que ela serve?

———————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15580802

COMPARTILHANDO A DOR

Paulo afirma em Gálatas 6.2: “Levai as cargas uns dos outros e, assim, cumprireis a lei de Cristo.” Paulo escreve esse texto porque sabia que quando Deus quer trabalhar numa vida Ele usa uma outra pessoa.

Talvez você se esbarrou com pessoas que quando mais precisou delas elas falharam com você. Essa experiência acabou por manter o seu coração fechado para com pessoas.

Essa horrível experiência não pode estabelecer um padrão de que todas as pessoas não sejam confiáveis. Sempre há alguém disposto e maduro com quem você pode compartilhar sua dor. Pessoas que lhe ajudarão a levar os fardos da vida.

Há pessoas que amam, que se preocupam, que são discretas, que ajudam, que se esforçam, que dão tudo de si para o bem do outro. Pessoas que são incapazes de repassar um segredo; pessoas dignas de confiança.

Ao compartilhar sua dor, procure por pessoas que se colocam em seu lugar; pessoas que sentem o que você sente; pessoas dóceis, amáveis, confiáveis, empáticas, dispostas, acolhedoras, maduras emocional e espiritualmente.

Ao compartilhar sua dor, procure pessoas que não se chocam com a dimensão do pecado, do erro, ou de qualquer suposta história “escabrosa”. Gente que realmente entende a natureza humana e do que ela é capaz. Pessoas que sabem que desde que o pecado entrou no mundo, tudo é possível ao pecador.

Ao compartilhar sua dor, procure também por pessoas que têm um relacionamento sério com Deus; aquelas que podem lhe ajudar baseado nos princípios da Palavra de Deus; pessoas que creem no sobrenatural e que lhe apontam para o Senhor Jesus.

Ore pedindo a Deus por alguém a quem você possa compartilhar sua dor, e confie que Ele a trará a você.

Lembre-se: a alma é curada quando a dor é compartilhada.

——————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15539809

NÃO SE PERCA EM SUAS PERDAS

A experiência das perdas é por vezes algo traumático. Perder pessoas, propriedades, posição social, emprego e oportunidades é algo difícil de assimilar.

Jó na Bíblia, é um homem que perdeu tudo. Ele perdeu seus filhos, seus bens, suas oportunidades, sua saúde, seus amigos e por fim o apoio de sua esposa. Diante de suas perdas, Jó teve uma atitude de fé e resignação diante de Deus. Ele disse: “Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR!” (Jó 1.21).

Jó decidiu centrar-se, focar-se e adorar a Deus diante de suas perdas. Por quê? Porque sabia que não era nem merecedor e nem possuidor de nada.

Jó via em Deus a fonte de tudo e estava ciente que não tinha controle e nem domínio sobre seu mundo e as perdas. A visão acurada de Deus fez com que Jó não se perdesse diante de suas perdas.

Jó não pôde impedir nada em sua vida, mas decidiu confiar em Deus e deixar que suas perdas o levassem a um compromisso maior com Ele. Ele decidiu também não se ressentir. Ele não entendeu tudo no momento em que seu mundo desabava, mas resolveu confiar em Deus, que a Seu tempo, revelou Seu bondoso propósito.

Nem sempre você poderá evitar as perdas, mas você pode decidir responder a elas de modo a glorificar e confiar em Deus.

Você pode orar e pedir a Ele para que lhe dê paz, força, serenidade, sabedoria e consciência de Seu precioso amor, Sua presença e Seu propósito soberano.

Não se perca em suas perdas.

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15532176

A ORIGEM DOS PROBLEMAS

Miquéias foi um corajoso profeta que anunciou a Palavra de Deus em Judá, o Reino do Sul, durante os reinados de Jotão, Acaz e Ezequias, reis de Judá, de 740 a 687 a.C. Em Miquéias 3.8, ele ousadamente afirmou: “Eu, porém, estou cheio do poder do Espírito do Senhor, cheio de juízo e de força, para declarar a Jacó a sua transgressão e a Israel, o seu pecado.”

Miquéias pregou corajosamente contra a origem do problema do povo, os pecados deles. Ele fortemente apresentou a eles, não só o juízo de Deus, mas Sua misericórdia.

O mundo em que vivemos não é diferente da época de Miquéias, há 2.800 anos. A tendência social é ainda pecar, se afastar do Senhor, estabelecer o próprio padrão de vida, e ser agressivo e chamar de “louco” todo aquele que ensina, prega e confronta o pecado.

É preciso que todos aqueles que se dizem pertencer ao Senhor vivam de forma séria e coerente para com Ele. É preciso também que se disponham a proclamar ousada e sabiamente a origem dos problemas de cada ser humano: o pecado.

Conceda Deus poder do Espírito, ousadia e coragem a todos aqueles que a Ele pertencem para que não só apontem para a origem dos problemas, mas para a solução na pessoa e na obra de Jesus na cruz do calvário.

Conceda também Deus aos que ouvem Sua Palavra a plena convicção de seus pecados e o arrependimento para que se voltem a Ele, O amem e O sirvam.

Nada mudará em sua vida enquanto você continuar crendo que a origem de seus problemas é de ordem social, política, psicológica, familiar, e nunca moral. Ver o pecado na perspectiva de Deus é o início da profunda mudança que você tanto deseja.

———————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15523508

ANTES DE ORAR

Quatro perguntas básicas que você deveria fazer antes de orar:

1º – EU PERTENÇO A JESUS?

Paulo afirmou em 1 Timóteo 2.5: “Porquanto há um só Deus e um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem.” Jesus é o único mediador entre você e Deus. Sendo assim, você precisa entregar a Jesus o controle de sua vida. Você precisa ter a certeza de que Ele é o seu Senhor e Salvador, o dono de sua vida. Quando isso ocorrer você terá certeza de que Deus ouvirá as suas orações.

2º – O MEU CORAÇÃO ESTÁ PURO?

O Salmo 66.18 declara: “Se eu no coração contemplara a vaidade, o Senhor não me teria ouvido.” Aprenda a se ver diante do Senhor. Peça a Ele que sonde o seu coração e que o limpe de todo o pecado. Conscientize-se das motivações, atitudes e pensamentos que O desagrade. Admita e confesse-os a Ele. Antes de orar certifique-se de que você está limpo diante do Senhor.

3º – JÁ PERDOEI?

Jesus ensinou em Marcos 11.25: “E, quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que vosso Pai celestial vos perdoe as vossas ofensas.” Jesus deixa claro que as respostas às suas orações dependem de seu relacionamento, não somente com Ele, mas também com as pessoas. Deus não responde a oração daquele que mantém raiva, ódio, amargura e ressentimento contra alguém. Se você deseja que Deus ouça e lhe perdoe, perdoe também aqueles que lhe fazem o mal.

4º – ESTOU ORANDO COM FÉ?

Em Mateus 21.22, Jesus diz: “E tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.” Sua fé já é demonstrada pelo próprio fato de você estar orando a Deus por suas necessidades e pelas dos outros. Creia que Deus responde suas orações com um “sim”, “não” ou “espere”. Deus ouve e responde a oração.

Por isso, sempre avalie a si mesmo antes de orar.

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15504541

ENTREGUE TUDO A DEUS

Josafá foi um rei que decidiu seguir e agradar ao Senhor. Seu mundo caiu quando soube que um grande exército estava vindo atacá-lo. Josafá sabia que seu exército era impotente diante do exército inimigo.

O que Josafá fez? 2 Crônicas 20.6,12 afirma que ele entregou a situação a Deus. Diante de seu medo Josafá orou, dizendo: “…Ó Senhor, o Deus de nossos antepassados, somente tu és o Deus que estás nos céus. Tu governas todos os reinos da terra. És forte e poderoso, e ninguém pode resistir a ti!… Não temos forças para lutar com esse exército imenso que está prestes a nos atacar. Não sabemos o que fazer, mas esperamos o socorro que vem de ti.”

O versículo 13 diz que “…todos os homens de Judá estavam diante do Senhor com suas crianças de colo, suas esposas e seus filhos…” Que cena! Josafá estava dizendo: “Senhor entregamos tudo a Ti. Se o Senhor não nos tirar dessa situação, estamos perdidos. Nossos olhos estão em Ti.” No final, Deus respondeu à oração de Josafá e derrotou seu inimigo.

A história de Josafá talvez seja a sua. Hoje você talvez esteja também vivenciando algo difícil, fora de sua realidade ou humanamente impossível. A decisão de Josafá precisa ser a sua. Você precisa orar a Deus e entregar tudo a Ele. Você precisa praticar a verdade de 1 Pedro 5.7: “Entreguem-lhe todas as suas ansiedades, pois ele cuida de vocês.”

Aprenda a entregar tudo ao Senhor e você verá grandes milagres. Em Jeremias 33.3 Deus lhe encoraja: “…Se você me chamar, eu responderei e lhe contarei coisas misteriosas e maravilhosas que você não conhece.”

Diante de qualquer pressão, medo ou sobrecarga, decida entregar tudo a Deus.

———————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15499706