AJUDANDO UM SUICIDA….

Moisés,o grande líder de Israel perdeu o ânimo com a vida!

Números 11:14-15

“Eu só não posso: levar a todo este povo, porque me é pesado demais. Se tu me hás de tratar assim, mata-me, peço-te, se tenho achado graça aos teus olhos; e não me deixes ver a minha miséria.” –

Carta de um suicída…

… Tenho lutado mês a mês, dia a dia, hora a hora, resistindo a uma pressão constante, incessante, tudo suportando em silencio, tudo esquecendo, renunciando a mim mesmo, para defender o povo que agora se queda desamparado. Nada mais vos posso dar a não ser meu sangue…
… Tenho lutado de peito aberto. O ódio, as infâmias, a calunia não abateram meu animo, Eu vos dei a minha vida. Agora ofereço a minha morte. Nada receio. Serenamente eu dou o primeiro passo no caminho da eternidade e saio da vida para entrar na Historia…

(Trecho da carta de suicídio deixada pelo Ex-Presidente Getulio Vargas em 24 de agosto de 1954 com apenas 51 anos.)

1 – DADOS SOBRE SUICÍDIOS

1.1 – A cada ano, aproximadamente 1 milhão de pessoas do mundo inteiro cometem suicídio

1.2 – A cada 40 segundo, alguém morre tirando a própria vida

1.3 – A cada 20 tentativas de suicídio, uma é concretizada

1.4 – Desde 1965, o índice mundial de suicídios aumentou 60%

1.5 – A pricipal causa de morte de adolescentes, Jovens e pessoas até 35 anos

2 – O QUE É O SUICÍDIO

Suicídio (do latim sui, “próprio”, e caedere, “matar”) é o ato intencional de matar a si mesmo

Albert Camus escreveu certa vez: “O suicídio é a grande questão filosófica de nosso tempo, decidir se a vida merece ou não ser vivida é responder a uma pergunta fundamental da filosofia.”

3 – QUAIS AS PRINCIPAIS CAUSAS

A maioria das pessoas que cometem suicídio tem algum transtorno mental. Dentre estes, as principais causas de suicídio são:

Depressão,
Dependência a drogas,
Transtorno bipolar,
Anorexia,
Esquizofrenia,
Dificuldades Financeiras
Abuso de drogas
Quando a esperança acaba

4 – O QUE A BÍBLIA DIZ SOBRE O SUICÍDIO

A Bíblia menciona seis pessoas específicas que cometeram suicídio: Abimeleque (Juízes 9:54), Saul (1 Samuel 31:4), o escudeiro de Saul (1 Samuel 31:4-6), Aitofel (2 Samuel 17:23), Zinri (1 Reis 16:18) e Judas (Mateus 27:5). Cinco deles eram homens pecadores e perversos (não se sabe o suficiente sobre o escudeiro de Saul para fazer um julgamento a respeito de seu caráter). Alguns consideram Sansão um exemplo de suicídio (Juízes 16:26-31), mas o seu objetivo era matar os filisteus e não a si mesmo. A Bíblia enxerga o suicídio da mesma forma que assassinato, pois isso é exatamente o que é – auto-assassinato. Cabe a Deus decidir quando e como uma pessoa deva morrer.

De acordo com a Bíblia, o suicídio não é o que determina se uma pessoa ganha ou não acesso ao céu. Se um descrente cometer suicídio, ele não fez nada mais do que “acelerar” a sua jornada para o lago de fogo. Entretanto, no fim das contas, a pessoa que cometeu suicídio estará no inferno por ter rejeitado a salvação através de Cristo, não por ter cometido suicídio. O que a Bíblia diz sobre um cristão que comete suicídio? A Bíblia ensina que podemos ter a garantia da vida eterna a partir do momento em que verdadeiramente crermos em Cristo (João 3:16). Segundo a Bíblia, os cristãos podem saber que possuem a vida eterna sem qualquer dúvida (1 João 5:13). Nada pode separar um cristão do amor de Deus (Romanos 8:38-39). Se nenhuma “criatura” pode separar um cristão do amor de Deus, e até mesmo um cristão que comete suicídio é uma “coisa criada”, então nem mesmo o suicídio pode separar um cristão do amor de Deus. Jesus morreu por todos os nossos pecados e se um cristão verdadeiro, em um momento de crise e fraqueza espiritual, cometer suicídio, esse pecado ainda seria coberto pelo sangue de Cristo.

O suicídio ainda é um grave pecado contra Deus. Segundo a Bíblia, o suicídio é assassinato; é sempre errado. Deve-se ter sérias dúvidas sobre a autenticidade da fé de qualquer pessoa que afirmava ser um cristão, mas mesmo assim cometeu suicídio. Não há nenhuma circunstância que possa justificar que alguém, especialmente um cristão, tire a sua vida própria. Os cristãos são chamados a viver suas vidas para Deus e a decisão de quando morrer pertence a Deus e somente a Ele. Embora não esteja descrevendo o suicídio, 1 Coríntios 3:15 é provavelmente uma boa descrição do que acontece com um Cristão que comete suicídio. “Se o que alguém construiu se queimar, esse sofrerá prejuízo; contudo, será salvo como alguém que escapa através do fogo.”

5 – COMO AJUDAR UM SUÍCIDA

Uma vez detectado, o suicida deve ser ouvido com delicadeza, compreensão, franqueza e cortesia. O zelo excessivo e o medo devem ser substituídos por outros sentimentos e atos, como, por exemplo, compreensão. O melhor método para evitar que uma pessoa cometa suicídio é ajudá-la, imediatamente, a sair da depressão em que se encontra.

Existe alivio, descanso, refugio, para o coração pesado e a alma desesperada:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomais sobre vos o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração, e encontrareis descanso para as vossas almas” (Mt 11.28-29).

Cristo é a única solução para as pessoas que pensam em cometer suicídio. Consideremos o que diz o apostolo Paulo:

“Porque não quero irmãos que ignoreis a tribulação que nos sobreveio na Ásia, pois que fomos sobremaneira agravados mais do que o podíamos suportar, de modo tal que até da vida desesperamos. Mas já em nos mesmos tínhamos a sentença de morte, para que não confiássemos em nós, mas em Deus, que ressuscita os mortos; o qual nos livrou de tão grande morte, e livra; em quem esperamos que também nos livrará ainda” (2Co 1.8-10).

Jesus é o Senhor da vida.

“Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens”. (Jo 1.4).

“… assim também o Filho vivifica aqueles que quer” (Jo 5.21).

“Deus nos deu a vida eterna; e esta vida está em seu Filho” (1Jo 5.11).

“Quem tem o Filho tem a vida; quem não tem o Filho de Deus não tem a vida” (1Jo 5.12).

Diante de textos tão contundentes, não podemos, como igreja de Deus, fechar os olhos para as pessoas que enfrentam tão grave problema como o suicídio.

Às vezes, tais pessoas estão dentro de nossas próprias congregações. Como cristãos, conhecemos o poder vivificar do Filho de Deus (Jesus, o Cristo), portanto devemos criar grupos capazes de ajudar aqueles que estejam passando por esse dilema. Devemos orar e nos capacitar para que possamos ajudar essas pessoas.

Devemos, ainda, ser solidários e desenvolver o caráter de Cristo em nossas vidas, pois somente assim estaremos livres de tão grande risco.

Através do fruto do Espírito Santo poderemos apoiar e ajudar as pessoas para que veja os benefícios de Cristo na vida dos demais e também na nossa.

6 – VERSÍCULOS BÍBLICOS PARA AJUDAR UM SUÍCIDA…

Mateus 11:28-30

Vinde a mim, todos os que estai cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, e aprendei de mim, que sou manso e humilde de coração; e achareis descanso para as vossas almas. Porque o meu jugo é suave, e o meu fardo e leve.

Josué 1:9

Não to mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não te atemorizes, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus está contigo, por onde quer que andares.

Salmos 9:10

Em ti confiam os que conhecem o teu nome; porque tu, Senhor, não abandonas aqueles que te buscam.

Salmos 46:1-3

Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Pelo que não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se projetem para o meio dos mares; ainda que as águas rujam e espumem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza.

Isaías 26:3

Tu conservarás em paz aquele cuja mente está firme em ti; porque ele confia em ti.
Isaías 41:10

não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça.

Lucas 12:6-7

Não se vendem cinco passarinhos por dois asses? E nenhum deles está esquecido diante de Deus. Mas até os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. Não temais, pois mais valeis vós do que muitos passarinhos.

João 14:27

Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou; eu não vo-la dou como o mundo a dá. Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.

João 16:33

Tenho-vos dito estas coisas, para que em mim tenhais paz. No mundo tereis tribulações; mas tende bom ânimo, eu venci o mundo.

2 Coríntios 4:8-9

Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desesperados; perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos;

Filipenses 4:8

Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai.

Anúncios

PÁSCOA…

Eu creio em Jesus. Creio que Ele é Deus ( Jo 1, Hb 1, 1 Jo 1). Ele veio ao mundo como homem (Jo 1.14,18). Ele tornou-se um de nós, viveu entre nós. O ápice da fé cristã é a Páscoa. Ele morreu na cruz e ressuscitou. Essa é a mensagem de todo o evangelho. Saber isso, não muda ninguém, mas CRER nisso muda tudo! Espero que Deus abra seus olhos (e você deveria pedir isso a Ele) para entender o que está envolvido em todas essas verdades. “Feliz Páscoa” é a expressão que usamos. Mas ninguém será realmente feliz não entendendo a morte e ressurreição de Jesus; ninguém será feliz até que entenda que nossos pecados pregaram Jesus na cruz; ninguém será feliz até que se arrependa e creia em somente em Jesus. A SALVAÇÃO, a maior felicidade presente e eterna de alguém, só virá quando obedecer ao ensino de Paulo em Romanos 10.9: “confessar Jesus como Senhor e CRER que Deus ressuscitou dentre os mortos.” Faça de tudo para entender o que significa a morte e ressurreição de Jesus, pois nisso depende sua vida e futuro eterno. Obrigado Senhor, por Jesus, a demonstração de Seu perfeito e maravilhoso amor por nós!