BENDITO SEJA DEUS!

Paulo afirmou em Efésios 1.3: “Bendito o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, que nos tem abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo.”

Paulo apresenta no texto uma benção; uma atitude de louvor a Deus. Paulo ensina que Deus deve ser adorado; deve ser “bendito”.

Bendizer a Deus é uma atitude do coração que se expressa em palavras e cânticos. Bendizer a Deus significa falar bem dEle; reconhecer quem Ele é e o que Ele faz.

Por várias vezes os escritores bíblicos bendizem a Deus reconhecendo quem Ele é e o que Ele faz. O Salmos 66.20 declara: “Bendito seja Deus, que não me rejeita a oração, nem aparta de mim a sua graça.” O Salmos 68.19 afirma: “Bendito seja o Senhor que, dia a dia, leva o nosso fardo! Deus é a nossa salvação.”

Você é chamado a bendizer e reconhecer a Deus em sua vida. Parte de seu amargor e reclamação é devido ao fato de que sua vida tem sido extremamente centrada em você mesmo e não em Deus.

Olhe para sua vida! Quantas coisas boas o Senhor lhe tem feito! Reflita: Você está vivo! Você dormiu e acordou, você se alimentou, tem saúde, tem roupas para vestir, uma residência para estar, trabalho para o sustento, família, amigos, etc. Tudo isso e muito mais lhe dá motivo para bendizer a Deus.

Se você teve seus olhos abertos para reconhecer a Jesus como seu Senhor e Salvador, você tem sido “…abençoado com toda sorte de bênção espiritual nas regiões celestiais em Cristo.” Lembre-se que você estará com Deus na eternidade. Isso é um maravilhoso e o maior motivo para viver intensamente a vida e bendizer ao Senhor dia e noite.

Aprenda a dizer sempre: Bendito seja Deus!

———————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15150187

ABA, PAI

Paulo afirmou em Romanos 8.15: “Porque não recebestes o espírito de escravidão, para viverdes, outra vez, atemorizados, mas recebestes o espírito de adoção, baseados no qual clamamos: Aba, Pai.”

Paulo afirma nesse texto que há duas realidades espirituais. A primeira é chamada de “espírito de escravidão”. A segunda é chamada de “Espírito de adoção”. O que significa isso?

O “espírito de escravidão” está sobre todos aqueles que não receberam a Jesus como o Senhor e Salvador de suas vidas. A evidência disso é que eles vivem atemorizadas. Eles temem o hoje, o futuro, as pessoas, as circunstâncias, a morte, o castigo eterno, etc. Eles vivem num pânico geral.

Os que receberam a Jesus como Senhor e Salvador receberam o “Espírito de adoção”. Eles se tornaram filhos de Deus baseado no que diz João 1.12,13: “Mas, a todos quantos o receberam, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que creem no seu nome; os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do homem, mas de Deus.”

Agora, adotados na família de Deus, eles podem confiantemente se colocar diante dEle sem qualquer medo ou hesitação por que Ele é o seu amoroso Pai.

A realidade dessa adoção é vista pela forma como agora os que estão em Jesus tratam a Deus. Eles o chamam de “Aba”. Aba é um termo aramaico informal para Pai, que transmite a ideia de intimidade. O similar em português seria “papai” ou “papaizinho”.

Se você foi adotado na família de Deus por meio de Jesus, então, diante de qualquer luta da sua vida, você pode correr para os braços do seu Aba. Você pode contar tudo a Ele com toda liberdade e intimidade.

Você sabe se Deus é o seu “Aba” ou não. Se Ele não o for, que o seja hoje. Se Ele o é, desfrute.

———————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15143825

HÁ ESPERANÇA PARA OS SEUS PECADOS

A Bíblia afirma que você é pecador, não pode salvar a si mesmo, que está sob o julgamento de Deus, tendo como prova e evidência que você morrerá. Mas mesmo diante dessa realidade, o Evangelho de Jesus não lhe deixa sem esperança. Há algo de Deus que foi feito por você.

O Evangelho de Jesus lhe diz que Deus o ama e lhe oferece Seu perdão e salvação. Deus lhe ama e provê livramento para o seu pecado, seu julgamento e sua morte. Em Joao 3.16 Jesus afirma: “Porque Deus amou ao mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.”

Quando sua fé é depositada somente no Senhor Jesus Cristo como seu único Senhor e Salvador, Deus perdoa os seus pecados, lhe dá uma nova vida, lhe liberta da condenação eterna e lhe garante, por Sua graça, sua entrada nos céus.

Como você pode saber que essa boa notícia de esperança é verdadeira? A Bíblia lhe dá a prova disso ao afirmar pela boca de Jesus em João 6.47: “Em verdade, em verdade vos digo: quem crê em mim tem a vida eterna.”

Como você pode ter certeza de que Jesus Cristo é capaz de lhe salvar? A prova é que Ele morreu por seus pecados e ressuscitou dos mortos. A morte sacrificial de Jesus pelos pecados satisfez a ira de Deus e Ele confirmou isso ressuscitando-O dos mortos.

A esperança para você é que Deus lhe ama e perdoará todos os seus pecados se você se arrepender deles e colocar sua fé em Jesus Cristo. Só Ele é capaz de lhe salvar.

Esse é o Evangelho de Jesus! Ele é a sua única esperança eterna.

——————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15135988

OS “Ss” TRANSFORMADORES

SANTIDADE – Para honrar a Deus e viver aprovado por Ele.

SABEDORIA – Para tomar decisões acertadas e precisas.

SIMPLICIDADE – Para não ser desonesto, corrupto, ganancioso ou materialista, se alegrando em Deus com o que é, tem e se tornou.

SINCERIDADE – Para caminhar com uma consciência pura diante de Deus, consigo e com outros.

SERENIDADE – Para entender que nem tudo se resolve no hoje e no agora.

VOCÊ É PECADOR!

O Evangelho de Jesus é verdadeiro, absoluto e direto. O Evangelho de Jesus diz a você verdades francas, de forma inconfundível e por vezes ofensivas.

A linha objetiva do Evangelho de Jesus começa com a realidade de que você é pecador(a). Jesus declarou em João 8.34:“…todo o que comete pecado é escravo do pecado.” Paulo afirma em Romanos 3.23: “Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus.” Segundo o ensino bíblico, você peca porque tem uma natureza corrupta com uma disposição ao mal e ao erro, aliada a uma rebeldia intencional e constante contra a santa Lei de Deus.

Consequentemente, todos os pecadores, sem exceção, estão sob o julgamento de Deus por sua rebelião contra Ele. A sentença que vem de Deus sobre toda a humanidade é condenação ao castigo eterno; ao inferno; ao fogo eterno. E mais, você não pode se salvar de seus pecados, seja por índole, caridade, religiosidade, filosofia etc. Essa é a contundente, chocante, impressionante e ofensiva verdade do evangelho de Jesus a você. O seu entendimento do Evangelho de Jesus começa aqui: você é um pecador(a)!

A pergunta pode surgir: “Como sei que sou pecador(a)? Qual é a prova ou a evidência desse fato?” A resposta é muito simples: Você morrerá! Ezequiel 18.20 afirma: “…a alma que pecar, essa morrerá.” Paulo declara em Romanos 6.23: “O salário do pecado é a morte.” Você é pecador. Eu sou pecador. Todos somos pecadores. O resultado final prático é que todos morreremos.

Dizer que você não peca é dizer que Deus mente quando Ele lhe chama de pecador(a), o que aumenta ainda mais sua culpa diante dEle.

A mensagem do evangelho de Jesus é terrivelmente clara e absolutamente verdadeira. Seu relacionamento com Deus começa quando você admite que é pecador diante dEle.

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15126909

ENCHENDO-SE DE ESPERANÇA

Em 586 a.C., conforme as diversas profecias do profeta Jeremias avisando ao povo de Israel a abandonar a idolatria e a rebeldia contra Deus, o exército de Nabucodonosor cercou e invadiu a cidade de Jerusalém.

Os muros da cidade, as casas e os edifícios públicos foram incendiados. A pior destruição foi a do Templo de Jerusalém; o orgulho nacional do povo de Israel. Os que não morreram foram deportados para a Babilônia e apenas um povo pobre ficou na terra. Foi um tempo de tristeza e grande lamento.

Mesmo diante de uma indescritível dor, o profeta no capítulo 3 de Lamentações derrama toda sua esperança em Deus. Ele afirma nos versículos 21-24: “Quero trazer à memória o que me pode dar ESPERANÇA. As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã. Grande é a tua fidelidade. A minha porção é o Senhor, diz a minha alma; portanto, ESPERAREI nele.”

Jeremias estava consciente de que sua esperança só poderia estar em Deus. Ele entendeu que o pequeno remanescente que não havia sido destruído, revelava assim a misericórdia e fidelidade de Deus. E se Deus, ainda que pouco, estava agindo, havia esperança.

Alguém definiu que esperança é “crer que o amanhã será melhor que o hoje. E que o depois de amanhã será melhor que o amanhã.“

Há sempre esperança em Deus para você. Se como Israel, você perdeu a esperança, volte-se novamente para Deus. Caso as tribulações chegaram, alimente sua alma com a Palavra de Deus. Ela lhe encherá de esperança, do Deus de toda a esperança.

Confie e mantenha sua esperança em Deus. Ele consolará seu coração e sua dor passará!

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15102731

QUANDO A MORTE CHEGA

A morte é a mais dolorosa, inevitável e humilhante experiência de todo ser humano. Enfrentar a morte de uma pessoa querida é algo muito difícil. Mas a Bíblia lhe oferece princípios que podem lhe ajudar.

1. SEJA HONESTO

Sentir dor não significa ser fraco. Sentir dor significa que você é humano. Davi afirmou no Salmos 13.2,3: “…Até quando estarei eu relutando dentro de minha alma, com tristeza no coração cada dia?… Atenta para mim, responde-me, SENHOR, Deus meu! Ilumina-me os olhos…”A dor dói. Apenas seja honesto em sua dor.

2. PROCURE CONSOLO CERTO

A dor deixa um vazio na alma. No meio da dor muitos escolhem o consolo errado como o álcool, a droga, o excesso de medicamentos, a comida, etc. Mas na verdade o único consolo está em Jesus. Ele diz em João 14.27: “Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou… Não se turbe o vosso coração, nem se atemorize.”

3. RESISTA À INCREDULIDADE

Quando a morte chega aumenta-se a dúvida, a raiva, a inveja, a amargura, a autocomiseração e a incredulidade sobre quem Deus é. Diante da dor abrace a mesma atitude do profeta em Habacuque 3.17-19: “Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; o produto da oliveira minta, e os campos não produzam mantimento…todavia, eu me alegro no SENHOR, exulto no Deus da minha salvação. O SENHOR Deus é a minha fortaleza…”

Pode e deve-se lamentar e chorar, mas não se concentre apenas na perda. Olhe para tantas coisas boas que Deus fez. Confie que Ele fará tantas outras. Lembre-se que a morte não é o fim da vida. Se Jesus é o seu Senhor e Salvador há esperança. Ele diz em João 11.25: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, VIVERÁ.”

———————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/15094706