REI E PASTOR

Isaías 40.10,11 afirma: “Eis que o SENHOR Deus virá com poder, e o seu braço dominará; eis que o seu galardão está com ele, e diante dele, a sua recompensa. Como pastor, apascentará o seu rebanho; entre os seus braços recolherá os cordeirinhos e os levará no seio; as que amamentam ele guiará mansamente”.

Todas as vezes que o Senhor é descrito em forma humana, isso é um antropomorfismo, advindo de duas palavras gregas: anthropós (homem) e morphe (forma).

Isaías, ao descrever “os braços do Senhor”, apresenta-O em Seu total poder e em Seu total conforto a Seu povo. Enquanto o texto declara o domínio poderoso e glorioso do Senhor através de Seu braço forte, Ele também é apresentado como o pastor. A figura do pastor, que segura os cordeiros em seus braços, tem como propósito revelar o Senhor como Aquele que ama, cuida, zela e protege o Seu povo.

Deus, como Rei, se manifesta diariamente em Sua soberania, majestade e poder absoluto sobre o mundo. Mas Ele também se revela como Pastor que amorosamente está presente, cuidando, confortando e consolando o Seu povo.

O mesmo braço do Senhor que soberana e poderosamente governa o mundo, é o mesmo que, como pastor, se aproxima e cuida de sua vida. Ele que está ciente de toda a realidade do mundo, também está próximo e sabe das pequenas e grandes realidades de sua vida. Ele cuida de você com um amor pessoal, individual, especial, consciente, dedicado e atencioso. Ele se importa com você.

Lembre-se que Ele como Rei soberano sustenta o mundo e sua vida. Mas também Ele é o grande Pastor que lhe carrega e dirige.

Assim, se o Senhor é seu Rei e Pastor, então você pode acalmar seu coração e crer que você está extremamente seguro.

——————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/40284564

“AGORA VEJO”

Entregar-se a Jesus não significa saber tudo sobre Ele ou ter uma nítida compreensão do que tudo isso implica. Em João 9, após o homem cego ser curado por Jesus e ser confrontado pelos religiosos, sua resposta foi a seguinte, no versículo 25: “Se ele é pecador, eu não sei. Uma coisa eu sei, que embora fosse cego, agora vejo”. Ele, como muitos, não sabia tudo sobre o Jesus que o transformou. Ele apenas sabia na prática que algo havia mudado. A experiência com Jesus mudou-o, no interior e no físico.

O relacionamento com Jesus é algo transformador. Quando se vem a Jesus, a forma de ver a vida, de pensar, os interesses, a vontade, os propósitos, as motivações, o falar, o agir e o reagir, mudam. Tudo isso confirma o que Paulo ensina em 2 Coríntios 5.17: “E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas”.

Talvez você também tenha tido uma história de conversão a Jesus. Em um determinado dia — que talvez você nem lembre a data — algo poderosamente de Deus ocorreu em sua vida. Ele o tocou; você viu a dimensão de seus pecados e erros; você se entregou a Jesus; decidiu segui-Lo. Sua vida mudou; você não sabe de tudo, mas sabe que não é a mesma pessoa.

Se isso ocorreu, então é o que importa no momento. Você naturalmente desejará conhecer mais a Jesus e crescer no conhecimento dEle. Enquanto isso se processa, você não precisa justificar para ninguém o entendimento dessa experiência, você precisa sim, testemunhar aos outros o que o Senhor Jesus fez em você.

Você não precisa saber tudo, apenas diga aos outros como o outrora homem cego fez: “…Uma coisa eu sei, que embora fosse cego, agora vejo”.

——————————————

https://www.spreaker.com/episode/40270390

DOR E SABEDORIA

Há certas qualidades e valores da vida que não se aprendem na escola, tais como integridade, perseverança, paciência, lealdade, desapego, empatia, generosidade e tantas outras, mas especialmente sabedoria.

Sabedoria é muito mais do que conhecimento. Ainda que se possa obter sabedoria pela instrução e pela observação, uma forma tremenda de aprendê-la é através das dores e sofrimentos da vida.

Em Tiago 1.2-5 aprendemos: “Meus irmãos, considerem motivo de grande alegria o fato de passarem por diversas provações, pois vocês sabem que a prova da sua fé produz perseverança. E a perseverança deve ter ação completa, a fim de que vocês sejam maduros e íntegros, sem lhes faltar coisa alguma. Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida”.

As dores chegam. As dores podem vir por perdas, fracassos, interrupções, decepções, acidentes, doenças, mudanças etc. A verdade é que, independentemente de onde elas chegam, o fruto final em sua vida, se você souber como lidar com as dores, é a maturidade.

Mas a maturidade não lhe chega facilmente, antes é algo demorado e árduo. No meio do processo nem sempre você entenderá o que está acontecendo, ou saberá o que fazer e como responder. E aí que você precisa do Senhor.

Ao pedir a sabedoria, Deus lhe dará. Sabedoria de Deus é muito mais do que ideias boas e inteligentes. Antes, significa percepção espiritual e capacidade para lidar com cada situação. Diante de suas dores e sofrimentos, não hesite em pedir ajuda e sabedoria ao Senhor.

Diante de suas provações, vá ao Senhor. Ele tem um poço infinito de sabedoria e está esperando para dar a porção exata que você precisa no meio da sua dor.

——————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/40249707

DEUS DIRIGE TUDO

Jesus afirma em Mateus 10.29,30: “Não se vendem dois pardais por uma moedinha? E nenhum deles cairá em terra sem o consentimento de vosso Pai. E, quanto a vós outros, até os cabelos todos da cabeça estão contados”.

O contexto dessa passagem citada por Jesus é de perseguição que pode até mesmo conduzir à morte. Ainda que o seguidor de Jesus possa ser assassinado, o Senhor nos ensina que não devemos temer nada e ninguém, somente a Deus, porque Ele dirige e cuida de tudo.

Deus meticulosamente cuida dos pardais e sabe a quantidade exata dos fios de cabelo de cada pessoa. Ele se importa com tudo. Ele está no controle de todas as coisas. Ele cuida das necessidades daqueles que O amam. Ele está bem presente e ouve as orações.

Quando você se entrega a Jesus como seu Senhor e Salvador, você não só recebe dEle a vida eterna, mas recebe também Sua paternidade, presença e cuidado no dia a dia. Ele cuida e se importa quando a dor, a fraqueza, o medo ou a incerteza chegam em sua vida. Assim, sua confiança e esperança precisam estar somente nEle. Ele está dirigindo tudo.

Na certeza de que o Senhor dirige sua vida, você não precisa temer diante das más notícias, circunstâncias difíceis, mudanças repentinas, um futuro possivelmente incerto ou qualquer outro peso em sua vida.

Lembre-se de que o Senhor está no controle de tudo. Ele cuida de pássaros e sabe a soma dos fios de cabelo de sua cabeça. Ele cuidará de você porque lhe ama e quer o seu bem.

Por isso, tranquilize seu coração. Faça uma oração de entrega ao Senhor, e creia que Ele soberanamente está dirigindo tudo em sua vida.

————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/40173439

TEMPO PARA TUDO

O mundo em que vivemos é extremamente agitado, acelerado e impaciente. Somos ensinados que não podemos esperar, que a resposta tem que ser rápida e temos que fazer as “coisas acontecerem”. Mas na vida não é assim. Temos que aprender a esperar. Há tempo para tudo.

A sabedoria bíblica nos diz por Salomão em Eclesiastes 3.1: “Para tudo há uma ocasião, e um tempo para cada propósito debaixo do céu”.

Salomão menciona no texto a realidade da soberana providência de Deus em relação ao tempo e às circunstâncias. Devemos aprender que não sabemos sobre tudo, não temos o controle das circunstâncias e daí viver inquietos é uma tolice.

A nossa limitação e fragilidade deve nos levar não só a dependermos totalmente do Senhor – que controla e coordena todas as coisas – mas também a não colocarmos o nosso coração nem basearmos nossa felicidade em coisas que mudam e são transitórias.

Por isso, observe o tempo em que está vivendo e aceite-o. Não centre sua felicidade em coisas mutáveis e passageiras porque você será decepcionado. Entregue-se totalmente ao Senhor. Ele está no controle e dirige tudo com sabedoria, justiça e bondade.

Viva bem com o Senhor a cada momento de sua vida. Aprenda a ter um coração grato a Ele e alegre-se hoje por tudo o que Ele tem lhe proporcionado. Aproveite todas as oportunidades que o Senhor lhe tem dado e não permita que a tristeza domine o seu coração por coisas que você não tem controle.

Também não se precipite em ter ou querer coisas antes da hora, pois tudo acontecerá no devido e perfeito tempo que o Senhor tem determinado. Há tempo para tudo! Por isso, confie no Senhor e espere nEle.

————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/40237013

PERGUNTAS

Basicamente, quando os problemas chegam, somos mais tendentes a refletir e a fazer perguntas sobre as realidades e prioridades da vida.

Quando Jó passou por suas dores, ele refletiu e fez perguntas sérias e legítimas. Em Jó 3.20 ele questiona: “Por que se dá luz aos infelizes, e vida aos de alma amargurada?”

Perguntar é uma realidade da natureza humana. Todos temos questões sobre a vida. O que precisamos lembrar é que na busca por entender, ainda que seja um desejo real do coração, nem sempre teremos respostas no momento.

Quem tem todas as respostas é o próprio Deus. Ele, em Seu amor e sabedoria, decide ou não responder as nossas perguntas. Agora, é certo que Ele não nos deve nenhuma explicação porque Ele não precisa de nossa permissão para agir em nossa vida. Deus é Deus.

Somos limitados. Não entenderemos tudo aqui nessa vida. Paulo reconheceu isso e afirmou em 1 Coríntios 13.9,12: “Pois em parte conhecemos… Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido”.

O que Deus então requer enquanto você faz suas perguntas? Ele deseja que você confie nEle e continue a amá-Lo, servi-Lo e honrá-Lo.

O coração de Deus muito se alegra quando você, diante das perguntas da vida, humildemente diz: “Eu não sei, mas Ele sabe”. Deus fica muito contente quando você confia nEle, mesmo que não entenda.

—————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/40156744

A SUTILIDADE DA IDOLATRIA

Deus graciosamente nos abençoa com muitas coisas boas. O problema é que podemos fazer delas — o casamento, filhos, empregos, recursos, habilidades etc — os nossos ídolos.

Idolatria significa confiar em algo ou alguém além de Deus. Idolatria significa permitir que a confiança não esteja somente no Senhor. A Bíblia nos recorda de que os ídolos são enganosos e inúteis. Jeremias 10.14,15 afirma: “…suas imagens são mentira… Vaidade são, obra ridícula…”

Mas o problema é que sempre estamos confiando em ídolos. Fazemos de nossas habilidades, capacidades, oportunidades, carreiras profissionais, relacionamentos, ministério, dinheiro e recursos o centro de nossa vida. Permitimos que essas coisas se tornem o significado e o propósito último do nosso viver.

Quando nos seguramos em nossos ídolos, já declaramos o nosso próprio fracasso. A Palavra de Deus nos avisa em Isaías 44.20: “Adorar uma imagem não adianta nada; é o mesmo que comer cinzas. O homem que adora imagens não pensa direito, mas vive enganado. Ele não pode se salvar, pois não é capaz de dizer: Isto que está na minha mão não é um deus coisa nenhuma”.

Os ídolos do seu coração sempre mentem e lhe escravizam, e pior, você se torna aquilo que você adora. Se você, por exemplo, adora, – valorizando o dinheiro – você se torna ganancioso, mesquinho e materialista. Se você adora – valorizando o prazer – você se torna um hedonista.

A idolatria é sutil. Por isso, olhe bem para o seu coração e veja se há algo ou alguém maior ou mais importante do que o Senhor. Se houver, arrependa-se e volte-se para Ele.

Deus odeia a idolatria. Nada nem ninguém deve ocupar o seu coração. Somente o Deus Triúno deve ser adorado, glorificado, exaltado e honrado em sua vida.

————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/39922643

NOS DIAS BONS OU DIFÍCEIS

Davi afirmou no Salmo 23.6: “…Bondade e misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida”.

Davi recebeu discernimento divino quanto à vida em si. Ele estava ciente da presença de Deus, revelando Sua bondade e misericórdia em seu dia a dia.

Davi experimentou muitos tempos duros e difíceis, mas quando esses chegaram, ele buscou o Senhor e confiou nEle. Ele aprendeu que quando seus dias estavam bem, a bondade de Deus estava se revelando, mas quando a vida estava difícil, Sua grande misericórdia se manifestava de forma especial.

Assim como Davi, os dias bons e os difíceis virão também a você. Haverá momentos em que tudo irá bem, mas haverá dias em que nada poderá ser entendido ou explicado. O que fará a diferença em qualquer situação não é ter uma explicação para tudo, mas você estar ciente e convicto de que Deus está no controle. A visão de quem Deus é fará a diferença em como você lida nos momentos bons ou difíceis da vida.

Assim, é preciso crer que Deus sempre usa tanto os dias bons como os difíceis para trabalhar em sua vida. Ele espera que você ande por fé; confie nEle. Paulo afirmou em Romanos 8.28: “Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito”. Não há desastres, dilemas, derrotas ou dificuldades que Deus não transforme em bem daqueles que O amam. É preciso então que você continue crendo que Ele está cuidando de você e lhe dirigindo em tudo.

Por isso, creia no Senhor e nunca nas circunstâncias. Confie que Ele tem planos e propósitos maiores e melhores. Creia que nos dias bons e nos difíceis, Ele está dirigindo a sua vida e que a Sua bondade e misericórdia também estão sobre você.

———————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/39904764

RENDIÇÃO AO SENHOR

Render-se ao Senhor é entregar-se totalmente à Sua vontade; é oferecer a vida a Ele com suas alegrias, dores, lutas e desejos. Significa deixar com Ele o controle total da própria vontade, do suposto direito, das posses, dos interesses; de tudo.

Ao entrar neste mundo, o Senhor Jesus, sendo Deus, disse ao Pai em Hebreus 10.9: “…Eis aqui estou para fazer, ó Deus, a tua vontade”. Ele orou no Getsêmani, em Mateus 26.39: “…Meu Pai, se possível, passe de mim este cálice! Todavia, não seja como eu quero, e sim como tu queres”. Jesus em tudo rendeu-se ao Pai.

Render-se ao Senhor não é fugir de um problema, ser passivo diante de fatos da vida, acostumar-se com algum erro, desculpar-se ou ser preguiçoso diante de uma responsabilidade. Render-se ao Senhor é uma pura questão de vontade. O rendido voluntariamente entrega seus desejos, seus medos, seu senso de controle, de segurança, de estabilidade, sua racionalização, sua lógica, e entrega-se de forma absoluta e irrevogável ao Senhor.

Quem se rende ao Senhor para de brincar, brigar ou desafiá-Lo. O rendido humildemente se entrega e entende que não precisa de todas as argumentações nem de todas as dúvidas respondidas. O rendido não busca ansiosamente as respostas; ele fica satisfeito com a simplicidade da fé. Ele confia no Senhor.

Renda-se ao Senhor! A sua proximidade e intimidade com Ele são resultados de uma plena rendição. A rendição trará a você a verdadeira vitalidade espiritual.

—————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/39883755

O PREÇO POR NÃO ESPERAR

Em 1 Samuel 13.1-9, Saul sabia que os filisteus estavam montando um enorme exército contra ele e que, uma vez organizados, seria muito mais difícil de derrotá-los. Saul queria atacá-los, mas como forma de confiar no Senhor, todos precisariam esperar Samuel chegar para fazer o sacrifício espiritual, que prepararia o povo para a batalha. Mas não aconteceu assim. Samuel não havia chegado e os soldados começaram a se dispersar. A tropa começou a perder a confiança em Saul como líder, e ele então sentiu que estava com problemas. Tomado de medo, ansiedade e por não saber o que fazer, e na tentativa de resolver o problema e manter a tropa, Saul mesmo fez o sacrifício, o que não era de sua competência, pois ele era rei e não sacerdote. No término do sacrifício, Samuel chega. Vendo tudo o que Saul fizera, Samuel o repreende, dizendo, em 1 Samuel 13.13,14: “…Procedeste nesciamente em não guardar o mandamento que o Senhor, teu Deus, te ordenou; pois teria, agora, o Senhor confirmado o teu reino sobre Israel para sempre. Já agora não subsistirá o teu reino. O Senhor buscou para si um homem que lhe agrada e já lhe ordenou que seja príncipe sobre o seu povo, porquanto não guardaste o que o Senhor te ordenou”. Saul decidiu realizar o sacrifício não mais de uma hora antes da chegada de Samuel. Se ele tivesse confiado em Deus e esperado mais uma hora, como as coisas poderiam ter sido diferentes!

Os últimos momentos de espera podem ser difíceis e tentadores, mas é preciso esperar. Não seja como Saul. Você pode perder o melhor do Senhor pelo simples fato de não esperar e não confiar nEle.

Cuidado! Resolver os assuntos com as próprias mãos, sem confiar no Senhor, pode destruir para sempre a sua vida.

——————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/39865585