A PERSPECTIVA ETERNA

Somos mortais, mas nos esquecemos disso. Nossa vida é breve. Não estaremos aqui por muito tempo e tentar apenas planejar só para essa vida é algo tolo. Tiago 4.14 nos adverte: “Vós não sabeis o que sucederá amanhã. Que é a vossa vida? Sois, apenas, como neblina que aparece por instante e logo se dissipa.”

Se a vida é curta e passageira, devemos então saber como vive-la. Não podemos nos apegar a ela como um fim último. Esforçar-se, lutar e brigar apenas pela vida é viver em vão porque tudo passa.

O Senhor Jesus ensinou em João 6.40: “De fato, a vontade de meu Pai é que todo homem que vir o Filho e nele crer tenha a vida eterna…”. “Vida eterna” é uma promessa a todos os que creem em Jesus.

Jesus ensina sobre uma vida que vai além dessa vida e que é a verdadeira vida. Não podemos então nos enganar que seremos completamente felizes aqui. Aqui não é o lar final. Segundo o ensino do Senhor Jesus os que creram nEle como seu Senhor e Salvador vivem na expectativa de algo maior e melhor. Vivem sob uma perspectiva eterna.

Quando você está sob a perspectiva eterna, seus conceitos e valores nessa vida mudam profundamente. Você decide viver com mais sabedoria e debaixo de um propósito maior. A perspectiva eterna faz com que você tire o foco de si e centre nos objetivos de Deus e nas necessidades das pessoas.

Quem ganha a visão da perspectiva eterna ganha também a verdadeira vida, porque essa vida aqui é transitória e a futura será pare sempre.

Viva o seu hoje com os olhos na eternidade. Mantenha-se focado na perspectiva eterna.

————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/user/rnavesamorim/a-perspectiva-eterna

CONFESSANDO A JESUS

1 João 2.23 afirma: “Todo aquele que nega o Filho, esse não tem o Pai; aquele que confessa o Filho tem igualmente o Pai.”

O apóstolo João sinaliza nesse texto que o caminho para Deus, encontra-se somente na pessoa de Jesus. Essa clareza de João nasce da afirmação clássica de Jesus em João 14.6: “…Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.”

Os dois textos afirmam que o relacionamento com Deus é proporcionado por Jesus. Jesus não só revela o Pai, mas condiciona que o relacionamento com Ele é algo exclusivo de quem nEle crê.

Somente Jesus viabiliza o relacionamento pessoal com Deus. É preciso confessá-Lo como Senhor e Salvador para que esse relacionamento nasça. “Confessar” significa concordar com o que a Palavra de Deus diz sobre Jesus e Deus e, Deus e Jesus.

“Confessar” significa expressar de forma verbal e pública a fé em Jesus. É isso que levará qualquer pessoa a um relacionamento com Deus, o Pai. Em Mateus 10.32,33 Ele mesmo asseverou: “Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, também eu o confessarei diante de meu Pai, que está nos céus; mas aquele que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus.”

Dr. John Stott afirmou: “Não se pode ter um relacionamento com o Pai sem confessar a Jesus. Somente Jesus, o Filho, pode revelar Deus, o Pai, aos homens. Somente Jesus, o Filho, pode representar os homens e reconciliar os homens com Deus, o Pai.”

O princípio prático e simples é: se você nega a Jesus, você não tem o Pai; se você confessa a Jesus, você tem o Pai.

Você já confessou Jesus em sua vida?

————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/18829776

MOTIVOS CERTOS

Paulo afirmou em 1 Coríntios 13.3: “Ainda que eu dê aos pobres tudo o que possuo… mas não tiver amor, nada disso me valerá.”

Paulo usa a partícula “se” para estabelecer uma possibilidade. Ele ensina que alguém pode sacrificar tudo o que tem para buscar servir aos pobres. A pessoa pode estar envolvida num programa de distribuição de alimentos ou contribuir para que isso ocorra, mas se sua motivação não for o amor, nada vale.

A reflexão chocante de Paulo é que sem amor, o que se faz não tem valor. Sem amor o tempo e o esforço são desperdiçados. Fazer coisas boas e doar algo por obrigação, por pressão de um grupo, por culpa, pelo desejo de reconhecimento, retribuição ou simplesmente para deduzir no imposto de renda, mas sem amor, não significa nada diante de Deus.

O princípio básico do texto é que devemos profundamente sondar nossas motivações. Podemos nos tornar vítimas até mesmo de nossas boas ações. Podemos doar errado. O amor sempre é demonstrado pelo autossacrifício, mas nem todo autossacrifício é um ato de amor. Podemos doar ou fazer qualquer outra coisa por culpa ou porque queremos obter um favor especial de Deus. Mas o Senhor Jesus nos ensinou em Mateus 6.1: “Tenham o cuidado de não praticar suas ‘obras de justiça’ diante dos outros para serem vistos por eles. Se fizerem isso, vocês não terão nenhuma recompensa do Pai celestial.”

Se seu motivo para abencoar algo ou alguém é obter a aprovação dos homens, seus elogios serão sua única recompensa. Mas se você estiver motivado pelo amor a Deus, Ele o recompensará. O que lhe motiva a abençoar e ajudar outros ?

Antes de ajudar outros, olhe para dentro de seu coração e certifique-se de que seus motivos são retos e justos diante do Senhor. O único motivo aceitável diante dEle é o amor.

————————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/18817899

QUANDO NÃO ENTENDEMOS

Quando os problemas chegam, começamos a questionar muitas coisas. Por vezes até deduzimos que Deus não nos ama, nos abandonou ou se escondeu de nós.

Quando Jó experimentou muitas dores, ele entrou em desespero e fez muitas perguntas sérias e legítimas. Em Jó 3.20 ele pergunta: “Por que se dá luz aos infelizes, e vida aos de alma amargurada?”

Questionar é uma realidade da natureza humana. Todos temos perguntas sobre a vida. A busca por entender as coisas, ainda que seja um desejo do coração, nem sempre nos serão reveladas.

Quem tem todas as respostas é o próprio Deus. Ele, em Sua sabedoria, decide ou não nos revelar as razões. Agora, Ele não nos deve nenhuma explicação. Ele não precisa de nossa permissão para agir em nossas vidas. Deus é Deus.

A verdade é que você só sabe de alguma coisa sobre Deus e a vida porque Ele mesmo decidiu revelar a você. Há coisas que você nunca entenderá aqui, somente no céu. Um dia tudo ficará claro.

Somos limitados. Não entenderemos tudo aqui. Paulo reconheceu isso e afirmou em 1 Coríntios 13.9,12: “Pois em parte conhecemos… Agora, pois, vemos apenas um reflexo obscuro, como em espelho; mas, então, veremos face a face. Agora conheço em parte; então, conhecerei plenamente, da mesma forma como sou plenamente conhecido.”

O que Deus então requer de você? Ele deseja que você apenas confie nEle e continue a amá-Lo, servi-Lo e honrá-Lo.

Diante de qualquer dor ou sofrimento, precisamos viver pela fé no Senhor e não pelos sentimentos. Precisamos continuar crendo no Senhor mesmo quando não entendemos; quando as coisas não parecem fazer muito sentido.

O coração de Deus muito se alegra quando mantemos nossa fé e confiança nEle.

————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/18810161

TEMER A DEUS

Salomão afirmou em Provérbios 1.7: “…O temor do Senhor é o princípio do saber, mas os loucos desprezam a sabedoria e o ensino.”

Quando a Bíblia em algumas dezenas de textos refere-se a “Temer a Deus” ela não está afirmando literalmente que o homem deve ter medo de Deus.

Deus para muitos é alguém ríspido, bravo, impaciente, nervoso, irado e pronto a castigar todos os que não andam conforme suas leis. Essa é uma visão distorcida e desequilibrada de Deus e sua justiça. 1 João 4.18 afirma: “o amor lança fora o medo e aqueles que temem não são aperfeiçoados no amor.” De forma que ninguém é chamado a relacionar-se com Deus pelo medo, mas pelo amor, pois “Deus é amor” (1 João 4.16).

Deus é amor, mas é também justiça. Ele não suporta a hipocrisia e a rebeldia contra Ele. O Senhor não permitirá que alguém que o chame de “Senhor” e “Mestre” viva de forma leviana e no pecado.

“Temer a Deus” então é viver debaixo de um sentimento de reverência e respeito pelo que Ele é e faz por nós; é viver o equilíbrio de seu amor e justiça; é viver com um Deus pessoal que ama e cuida, e que dentro desse cuidado usa a correção para não andarmos nos caminhos enganosos do pecado.

“Temer a Deus” é viver por opção perto do amor de Seu amor em obediência e submissão a Ele como um bom e amoroso Pai e ao mesmo tempo manter-se longe do pecado.

Ninguém desenvolverá um senso de “temor a Deus” sem ler, ouvir e estudar e meditar na Palavra de Deus. As raízes das fraquezas de nosso “temor a Deus” encontram-se primariamente na negligência e desobediência à Sua Palavra.

Sendo assim, que o “temer a Deus” seja sua forma de viver.

———————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/18800444

USA-ME!

Por que Deus tem nos mantido com saúde, alimento, roupas, trabalho, sustento, relacionamentos e muito mais? Será que é simplesmente para “viver a vida”? Acredito que não!

Todos percebemos que a vida é mais do que a própria vida. Existe uma razão maior para vivermos nesse mundo. E sempre é importante lembrar que não estamos aqui para nós mesmos a não ser para a glória de Deus.

Paulo nos diz isso em Atos 17.28: “Pois nele vivemos, e nos movemos, e existimos…” Deus nos trouxe a esse mundo porque Ele quer nos usar para seus objetivos e propósitos. Na verdade, somos realmente realizados quando descobrimos nossa utilidade para Deus e seu Reino.

A Bíblia conta-nos histórias de pessoas que Deus usou, tais como: Noé, Abraão, Jacó, José, Moisés, Davi, João Batista e outros. Mas Ele usou pessoas anônimas e gente simples como a pequena escrava judia na casa do leproso general, Naamã. Usou também um anônimo para emprestar a jumentinha para Jesus entrar em Jerusalém; usou ainda um outro anônimo para emprestar o cenáculo, palco da última ceia; usou um tal Epafrodito (Filipenses 2.25-30), a mãe de Rufo (Romanos 16.13) e tantos outros. Deus usou muitas pessoas no passado, usa outras no presente e quer lhe usar também!

Como Deus usou tantas pessoas, Ele também quer lhe usar para Sua glória. Não fique esperando “uma bênção”, seja uma bênção! Use seu tempo, recursos, bens, dons, habilidades, talentos e capacidades e disponha-se em fazer a diferença e a ser diferente.

Talvez seja a hora de dizer “basta” ao comodismo, às desculpas e ao passado. É hora de sonhar com o novo e fazer, pela graça de Deus, o novo acontecer.

É tempo de orar e dizer: “Senhor quero ser usado por Ti; usa-me!”

———————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/18789679

DECIDA DESCANSAR

O trabalho glorifica a Deus e dignifica o homem. Deus quer que todos trabalhem e Ele mesmo chama a preguiça de pecado. Todos devemos trabalhar, sendo úteis e produtivos para o bem da família e da sociedade. Mas, também é necessário descansar.

O Senhor ordena em Êxodo 20.9-10: “Faça todo o seu trabalho durante seis dias da semana; mas o sétimo dia da semana é o dia de descanso, dedicado a mim, o SENHOR, seu Deus. Não faça nenhum trabalho nesse dia, nem você, nem os seus filhos…”

O sábado foi dado como um dia descanso. Na prática, isso significa que você precisa de um “dia de descanso”. Todos, sem exceção, devemos definir quanto tempo trabalharemos e devemos obedecer a esse mandamento de descansar.

A desobediência quanto ao descanso ordenado por Deus, tem produzido uma sociedade ativista, materialista e doente. Há pessoas sofrendo de um esgotamento profissional chamado de “Síndrome de Burnout” (do inglês “queimar por completo”). São pessoas que não param de fazer algo. Elas estão doentes porque pecam na obstinação pelo sucesso.

Aprenda a descansar! Pausar a vida é bom para seu físico, mente, emoções, relacionamentos e espiritualidade. O descanso propicia oportunidades de reflexão sobre a vida e novas decisões.

Acima de tudo, o descanso faz com que você exerça sua fé no Senhor, crendo que Ele abençoará os seus seis dias trabalhado, enquanto você aprende a louvar, agradecer e honrá-Lo pelo que você tem e se tornou.

Descanse! Faça desse dia um dia para recarregar suas baterias físicas, mentais, emocionais, relacionais e espirituais. Talvez o mais espiritual que você possa fazer no seu dia de descanso é simplesmente dormir!

Por isso, decida descansar!

———————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/18768837