CUIDE-SE PRIMEIRO

Em Mateus 7.3-5 Jesus afirmou o seguinte: “Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão, e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: ‘Deixe-me tirar o cisco do seu olho’, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão.”

Jesus no texto não está condenando ajudar aqueles que estão em falha. O que Jesus condena é a hipocrisia. Antes de ajudarmos o outro, precisamos estar cientes de que não haja algo maior em nossas vidas. Jesus diz claramente: Olhe seriamente para si; cuide-se primeiro; olhe para seus pecados com seriedade; trate sua vida com rigor antes de tentar ajudar o outro.

É bizarra a ilustração que Jesus dá. Uma pessoa supostamente quer ajudar o outro com um “cisco” no olho, quando tem uma enorme tábua nos seus próprios olhos. É ridículo tentar cuidar do outro quando os seus pecados e problemas são gigantes e gritantes. Jesus diz que é importante que ajudemos pessoas feridas, contudo o que qualifica alguém a ajudar o outro é a capacidade de cuidar de si primeiro, lidando humildemente com os seus próprios erros. Segundo Jesus, o indivíduo que centra no outro sem cuidar de si, é um hipócrita.

O seu dever é cuidar primeiro de si. Veja antes de tudo os seus próprios defeitos diante de Deus e trate-os com sinceridade. Saiba realmente quem você é, e confronte-se a si mesmo. Seja humilde e arranque todas suas máscaras de hipocrisia.

Se você tem interesse em cuidar e ajudar outros, isso é bom, mas cuide-se primeiro. Olhe seriamente para seus pecados e erros e confesse-os ao Senhor.

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48180911

APRENDENDO A ESPERAR NO SENHOR

Se você está passando por alguns problemas, é importante saber que alguns deles não terão uma resposta imediata. É preciso que você aprenda a esperar pelo Senhor. E esperar por Ele não significa preguiça, inércia, indolência ou ir para cama abandonando qualquer esforço. Esperar pelo Senhor significa que todas as supostas ações estarão entregues sob a direção de Deus, e nada será feito até que haja uma convicção plena de Seu comando.

Mas há algumas coisas que você pode fazer enquanto espera pelo Senhor.

A primeira delas é ORAR. Davi afirmou no Salmo 4.3: “Saibam que o Senhor escolheu o piedoso; o Senhor ouvirá quando eu o invocar.” Enquanto você espera uma resposta de Deus, continue orando.

A segunda coisa que você pode fazer enquanto espera pelo Senhor é DESCANSAR NELE. Salmo 62.5: “Descanse somente em Deus, ó minha alma; dele vem a minha esperança.” Suas lutas te levam ao cansaço emocional e você precisa prontamente de descanso. Davi ensina que devemos descansar em Deus, e os que descansam nEle nunca se decepcionam.

A terceira coisa que você pode fazer enquanto espera pelo Senhor é CONTINUAR CRENDO. Salmo 33.20-22: “Nossa esperança está no Senhor; ele é o nosso auxílio e a nossa proteção. Nele se alegra o nosso coração, pois confiamos no seu santo nome…” Os problemas são excelentes testes da fé. Quando os problemas chegam você pode averiguar a robustez de sua fé. A fé nunca vê o tamanho do problema, mas o tamanho de Deus.

E por fim, lembre-se sempre da promessa de Isaías 40.31: “Mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam.”

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48169143

SAIBA LIDAR COM O DINHEIRO

Em Provérbios 11.28, Salomão nos exorta: “Quem confia em suas riquezas cairá…” Jesus afirmou em Mateus 6.19-21: “Não acumuleis para vocês tesouros sobre a terra, onde a traça e a ferrugem corroem e onde ladrões escavam e roubam; mas ajuntai para vocês tesouros no céu, onde traça nem ferrugem corrói, e onde ladrões não escavam, nem roubam; porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.”

O dinheiro é algo necessário, mas pode tornar-se perigoso. O extrato do banco, a fatura do cartão de crédito, os boletos de pagamentos, as prestações, as aplicações, etc, tudo isso dizem claramente quais são nossas prioridades e onde estamos focando nossos corações e vida.

O dinheiro é bom, mas é sempre um teste de fé. A forma como lidamos com dinheiro revela em quem e no que realmente confiamos. Se confiamos no dinheiro para segurança, esperança, felicidade e estabilidade, estamos certos de que ele tornou-se algo importante em nossa vida; ele tornou-se um ídolo.

Por isso, nesse ano, use o dinheiro de uma forma que agrade a Deus. Agradeça a Ele pelo dinheiro que Ele lhe tem dado e aprenda a dirigi-lo de forma responsável, séria e honesta. Nunca viva além de seus recursos. Não balize sua vida no padrão dos outros, isso é o pecado da inveja. Evite comprar por impulso, antes aprenda a economizar para comprar o que é necessário e importante. E acima tudo, aprenda a viver generosamente. Use o dinheiro para ajudar os que precisam.

Cuidado com o amor ao dinheiro. Ele pode arruinar sua vida. Não deixe que o dinheiro o controle. Saiba lidar com ele com muita sabedoria, prudência e generosidade.

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48156537

A NOVA VIDA

Paulo testemunha sobre si mesmo em 1 Timóteo 1.12-14. Ele diz: “Sou grato para com aquele que me fortaleceu, Cristo Jesus, nosso Senhor… a mim que noutro tempo era blasfemo e perseguidor e insolente. Mas obtive misericórdia, pois o fiz na ignorância, na incredulidade. Transbordou, porém, a graça de nosso Senhor com a fé e o amor que há em Cristo Jesus.”

Em sua pequena biografia, Paulo fala de seus próprios pecados, chamando-se a si mesmo de “blasfemo, e perseguidor, e insolente”. Ele diz que esses pecados foram motivados pela “ignorância” e “incredulidade”, ou seja, ele não compreendia e nem cria na pessoa e obra de Jesus.

Ao crer em Cristo, Paulo experimentou a nova vida. Em Filipenses 3.7,8 ele declarou sua mudança de vida ao dizer: “Mas o que para mim era lucro, isto considerei perda por causa de Cristo. Sim, deveras considero tudo como perda, por causa da sublimidade do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor…”

A Bíblia afirma que quando você se arrepende de seus pecados e volta-se para Deus, todos esses pecados são perdoados e você ganha dEle, uma nova vida; você torna-se uma nova criatura” em Cristo. Paulo também afirmou em 2 Coríntios 5.17: “E assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura; as coisas antigas já passaram; eis que se fizeram novas.”

Como Paulo, se você creu no Senhor Jesus e se arrependeu de seus pecados, você agora tem uma nova vida. Isso é perceptível a você e a outros, pelo fato de ter novos pensamentos, novos desejos e interesses, aliado a uma forte disposição de querer viver para agradar a Deus.

Não viva mais um ano numa vida espiritual velha. Entregue-se completamente a Jesus e receba dEle a nova vida.

———————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48139609

EM 2022, SEJA MAIS GRATO AO SENHOR

Paulo afirmou em 1 Tessalonicenses 5.18: “Dêem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.”

Todos reconhecemos que 2021 foi outro ano diferente e difícil porque o mundo inteiro ainda continuou refém de uma pandemia.

Diante de uma pandemia que acumulou tantos doentes e mortos, a tendência natural e errada é se amargar, reclamar e blasfemar contra Deus. Mas o sábio a fazer é parar, refletir e agradecer ao Senhor por outras tantas coisas boas. Chegar vivo e com saúde no final desse ano já deve ser um grande motivo de gratidão.

Gratidão é a humilde e nobre qualidade do ser humano que faz com que ele reconheça a bondade do Senhor sobre tudo, mesmo em situações tristes e desagradáveis. A pessoa grata sempre reconhece o Senhor e Suas imerecidas bênçãos.

Com um coração grato, o salmista reconhece no Salmo 103.1-5 a bondade de Deus. Ele diz: “Ó minha alma, bendize o Senhor, e todo meu ser bendiga seu santo nome. Ó minha alma, bendize o Senhor, e não te esqueças de nenhum dos seus benefícios. É ele quem perdoa todas as tuas iniquidades, quem sara todas as tuas enfermidades, quem resgata da cova a tua vida, quem te coroa de amor e de misericórdia, quem te supre de todo bem, de modo que tua juventude se renova como a da águia.”

Sempre é tempo de reconhecer e agradecer a bondade de Deus. Não termine 2021 com um coração amargo; reflita sobre a bondade do Senhor e O agradeça.

Engrandeça a bondade do Senhor em sua vida, e em 2022, seja mais grato ao Senhor e faça da gratidão um estilo de vida.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48103177

EM 2022, DECIDA PERDOAR MAIS

O Senhor Jesus ensinou em Mateus 6.14-15: “Porque, se perdoardes aos homens as suas ofensas, também vosso Pai celeste vos perdoará; se, porém, não perdoardes aos homens as suas ofensas, tampouco vosso Pai vos perdoará as vossas ofensas.”

Somos chamados a perdoar. Perdoar significa “deixar ir”, deixar livre, soltar, libertar, despedir. Perdoar significa assumir definitivamente, e com boa atitude, o ônus da história.

Perdoar é preciso, mas, antes de tudo é necessário achar a dor e encontrar o ofensor; encontrar aquele que machucou, que destruiu, que arrancou, que destroçou, que arrebentou e, talvez, que matou.

Perdoar significa ir ao encontro da dor, chorar, reconhecer o estrago, mas também significa decidir fechar a porta do passado e nunca mais abri-la. Quem perdoa zera as contas.

Perdoar é algo irracional aos olhos humanos, porque é uma decisão e não uma emoção. Perdoar é “faxinar” o coração; é prover a “amnésia” dos erros pelo amor.

Perdoar é tratar a ofensa e liberar o ofensor. Perdoar é uma questão de obediência a Deus.

Ele claramente ordena em Colossenses 3.13: “Perdoai-vos mutuamente, caso alguém tenha motivo de queixa contra o outro…”

Perdoar significa reconhecer que só Deus tem o direito de julgar e tratar a pessoa e a situação. Quem perdoa deixa aberto os canais por onde fluem a confiança e o amor. Quem perdoa reconstrói em si a destruição deixada.

Que em 2022 você perdoe mais, dizendo “não” ao ressentimento, à mágoa ou a qualquer tipo de vingança, dispondo a conceder perdão a qualquer um que lhe ofendeu e fazendo do verbo “perdoar” um estilo de vida.

Que em 2022, para seu próprio bem, perdoe mais.

———————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48103169

EM 2022, ORE MAIS AO SENHOR

A Bíblia ensina que devemos orar. Devemos orar porque Jesus orou. Marcos 1.35 diz: “Tendo-se levantado alta madrugada, saiu, foi para um lugar deserto e ali orava.” E por que Ele orou? Porque Ele decidiu depender e submeter ao Pai cada área de Sua vida.

Todos devemos orar sempre, e orar sem cessar. Devemos orar a cada instante e por qualquer coisa que a nossa alma necessite ou esteja afligida. Paulo ordenou em Efésios 6.18: “Orem em todo o tempo…” e também 1 Tessalonicenses 5.17: “Orai sem cessar.”

Devemos também orar porque Deus ouve as nossas orações. O Salmo 4.3 afirma: “…o Senhor me ouve quando eu clamo por ele.” Isaías 65.24 ainda afirma: “E será que, antes que clamem, eu responderei; estando eles ainda falando, eu os ouvirei.” Deus apenas não ouvirá nossas orações se estivermos em desobediência a Ele. Provérbios 28.9 declara: “O que desvia os ouvidos de ouvir a lei, até a sua oração será abominável.”

A oração precisa ser uma prioridade. Orar é a mais forte evidência espiritual de que você é dependente de Deus, pois orar significa redescobrir a realidade da essência humana. Você foi criado por Deus para um relacionamento de profunda dependência dEle.

Assim, ore! Em 2022, ore mais. Ore em qualquer lugar; ore de forma simples; ore com sinceridade, mas ore. Conte ao Senhor suas dores e lutas. Confesse a Ele todos os seus pecados. Ore quando lhe faltar fé, esperança ou ânimo. Ore a Ele com gratidão por tudo. Apenas ore e ore mais.

Que em 2022 seja um ano não só para você orar mais, mas para você viver orando.

———————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48091320

EM 2022, CONFIE MAIS NO SENHOR

Em Provérbios 3.5-6: Salomão ordenou: “Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apóie no seu próprio entendimento. Reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas”.

A autossuficiência e a autodependência têm sido a ruína da humanidade. Viver conforme se acha e pensa tem sido o desastre de muitos. Salomão, por saber que Deus era digno de confiança, nos ensina a fazer dEle o centro da vida, pois a verdadeira sabedoria e todo o sucesso dela, inclui a sábia decisão de confiar somente nEle de todo o coração.

Confiar em Deus de todo o coração significa abandonar o próprio entendimento, as próprias idéias e escolher crer no entendimento e sabedoria de Deus, conforme Ele mesmo já tem declarado em Sua palavra.

Deus é sábio e soberano. Ele está no controle de tudo e todos. Ele conhece tudo e assim, você pode e deve confiar nEle. Ele vê toda a sua vida e sabe muito bem o seu destino.

Por isso, sabendo que Deus sabe e tem todo o controle, o seu papel é confiar e depender de Sua sabedoria, poder, providência, controle, promessas, amor e bondade.

Lembre-se de que a sua principal tendência é confiar em si mesmo; confiar em sua sabedoria, conhecimento e sentimentos. A sua tendência também é confiar em outras pessoas e nas circunstâncias. A sua tendência natural nunca é confiar primeiramente no Senhor.

Para mudar tudo isso, em 2022, confie somente no Senhor. Confie que Ele é bom, amoroso, gracioso e misericordioso, e que está trabalhando em sua vida. Confie que Ele mostrará o caminho por onde você deve andar e seguir. Decida confiar nEle de todo o seu coração.

————————————————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48080702

EM 2022, OBEDEÇA MAIS A DEUS

Em 1 João 2.4,5 lemos: “Aquele que diz: Eu o conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade. Aquele entretanto, que guarda a sua palavra, nele verdadeiramente tem sido aperfeiçoado o amor de Deus. Nisto sabemos que estamos nele.”l

Quando João afirma que “Aquele que diz: Eu o conheço e não guarda os seus mandamentos é mentiroso, e nele não está a verdade….”, o verbo “conhecer” do texto significa “conhecer por experiência”, “conhecer por intimidade.” O significado dessa frase é que se alguém diz ter intimidade, proximidade e compromisso com Deus, mas não O obedece, é mentiroso, é incoerente e jamais estabeleceu a verdade como um padrão em sua vida.

Deus quer que desenvolvamos um relacionamento íntimo com Ele. Esse relacionamento só vem através da obediência. É pela obediência a Deus que demonstramos que O amamos.

A obediência é a expressão visível e prática do amor a Deus.

Jesus afirmou em João 14.15,21: “Se me amais, guardareis os meus mandamentos… Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu também o amarei e me manifestarei a ele.” O amor por Deus não se manifesta em sentimento ou em uma experiência mística. O amor por Deus se manifesta na obediência.

Deus quer que você O ame e se relacione intimamente com Ele, mas para isso é necessário que você O obedeça.

Lembre-se de que seu amor por Deus é demonstrado por sua obediência a Ele. C. S. Lewis afirmou: “A saúde espiritual de um homem é proporcional ao seu amor por Deus.”

Por isso, decida em 2022 obedecer mais a Deus.

————————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48063977

QUEM É O “MENINO JESUS” DO NATAL?

Em Lucas 2.11, no dia do nascimento do “menino Jesus”, um anjo apareceu a alguns pastores e disse-lhes: “É que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.” Nessas poucas palavras, sob a ordem do próprio Deus, o anjo trouxe na mensagem os títulos que qualificam o “menino Jesus”.

O primeiro título do “menino Jesus” é “Salvador”, ou seja, o Libertador dos pecados. Essa verdade combina muito bem com o que outro anjo disse a José em Mateus 1.21: “… você porá nele o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos pecados deles.”

O segundo título do “menino Jesus” é “Cristo”, ou seja, o “Ungido”, o “Messias”. O anjo deixa claro que o “menino Jesus” é o “Ungido de Deus” das profecias do Antigo Testamento, e que Ele é o soberano governante em quem estava toda a esperança de salvação, justiça e bem estar do povo de Israel e do mundo.

O terceiro título do “menino Jesus” é “Senhor”. O anjo afirma que o “menino Jesus” é o Deus encarnado. Essa verdade combina bem com que o apóstolo João afirma em João 1.1,14: “No princípio era a Palavra, e a Palavra estava com Deus, e o Palavra era Deus… E a Palavra se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai.”

No Natal, a mensagem do anjo aos pastores é dada a todos nós. A verdade é que o “menino Jesus” é a esperança para toda a humanidade. Ele é a esperança porque mais tarde, quando adulto, Ele morrerá na cruz e providenciará perdão aos pecadores arrependidos e propiciará a oportunidade da vida verdadeira aos que nEle crêem.

Assim, o “menino Jesus” é “… o Salvador, que é Cristo, o Senhor.”

————————————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/48039074