A GRATIDÃO A DEUS

A realidade nua e crua é que vivemos numa sociedade cada vez mais egoísta e menos grata a Deus. Aprendemos a nos tornar mais exigentes naquilo que supostamente deveríamos ter, ser e receber de Deus. Habituamo-nos a reclamar e a murmurar. 

Paulo afirmou em 1 Tessalonicenses 5.18: “Deem graças em todas as circunstâncias, pois esta é a vontade de Deus para vocês em Cristo Jesus.” 

A expressão do texto “Deem graças em todas as circunstâncias”, significa agradecer a Deus em todas as circunstâncias, mesmo aquelas inesperadas, desconfortáveis e indesejadas. Ao agradecermos a Deus pelas circunstâncias, isso mudará nossas perspectivas e nos tornará pessoas que antecipam Sua provisão em bênçãos, em vez de temer o pior.

A gratidão a Deus muda a nossa vida. Pessoas gratas suportam melhor as tristezas, dores e o desânimo. Jeff Schreve afirmou: “As melhores testemunhas de Cristo são aquelas que estão enfrentando as provações da vida com um canto de ação de graças nos lábios.” 

A gratidão a Deus abre oportunidades para Ele mesmo trabalhar em nós. Deus se entristece quando nos queixamos e reclamamos, mas Ele se alegra quando O louvamos, estando a vida boa ou difícil. Em Atos 16, após Paulo e Silas ao serem espancados e jogados numa prisão, cantavam hinos de louvor ao Senhor. Enquanto cantavam, um forte terremoto atingiu a prisão, as portas se abriram, Deus salvou o carcereiro e sua família e a igreja teve início em Filipos. Assim, Deus usa e sempre faz grandes milagres a favor de todos os que são gratos a Ele.

Por isso, discipline-se a agradecer a Deus por tudo. Aprenda a ser grato pelas coisas boas e pelas difíceis. Seja grato ao Senhor! Ele sempre em tudo é digno de louvor e gratidão.

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/20083875

O DESCANSO

Jesus afirmou em Mateus 11.28: “Venham a mim, todos os que estão cansados e sobrecarregados, e eu lhes darei descanso.” 

O ministério do Senhor Jesus foi marcado por convites. Ele convidou a todos para se aproximarem dEle. Ele abriu os braços para abençoar a quem viesse a Ele. 

Nesse convite, o Senhor Jesus chama os cansados para que recebam descanso. Na verdade, Ele sempre vê o nosso cansaço com a vida como a grande oportunidade para descansar nEle. 

As únicas qualificações para receber o descanso de Jesus é realmente sentir-se cansado e sobrecarregado e vir a Ele.  É no reconhecimento de que a vida chegou ao limite que qualifica qualquer um a receber o descanso que Ele promete. 

O convite amoroso de Jesus precisa ser recebido com uma disposição de fé. Ir até o descanso que Ele propõe significa reconhecer o estado em que se encontra e abandonar todas as supostas tentativas de tentar gerenciar a própria vida e produzir o próprio descanso. 

Ao vir a Jesus, você sentirá o doce alívio e descanso que Ele promete. Esta é a maravilhosa experiência da salvação: quando você abandona seus próprios esforços e decide descansar na proposta que o Senhor Jesus lhe faz.

Charles Spurgeon ao pregar nesse texto, afirmou: “Desejo sinceramente que muitos que nunca sentiram esse descanso venham e o tenham; tudo o que eles precisam fazer para obter é vir a Ele… Se Deus lhes permitir exercer um simples ato de fé em Jesus, Ele lhes dará descanso de todos os seus pecados passados e de todos os seus esforços para salvar a si mesmos…”

Há um maravilhoso descanso lhe esperando em Jesus. O que você precisa é reconhecer que está cansado e sobrecarregado, e vir a Jesus.

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/20078397

ALIANÇADOS COM DEUS

Em Jeremias 32.40 o Senhor falou: “Farei com eles aliança eterna, segundo a qual não deixarei de lhes fazer o bem; e porei o meu temor no seu coração, para que nunca se apartem de mim.” 

O capítulo 32 de Jeremias fala de uma nova aliança, que Deus faria com o povo de Israel. Essa nova aliança prometia a restauração do povo. 

Ao olhar a forma como Deus agiu para com Israel, podemos dizer que Ele restaura qualquer pessoa, e isso inclui alguns princípios básicos. 

O primeiro princípio é que não seremos restaurados sem estarmos aliançados com Deus. Ele diz:  “Farei com eles aliança eterna…” Ter uma religião não significa ter um relacionamento com Deus. A aliança com Deus é algo pessoal. O Senhor Jesus é o elo desse compromisso. Somente por Ele é que se faz aliança com Deus. Sua morte na cruz estabeleceu a “nova aliança”. Ele mesmo afirmou em João 14.6: “…ninguém vem ao Pai, senão por mim.”  

O segundo princípio é que Deus abençoa a todos os que estão aliançados com Ele. O texto continua: “..segundo a qual não deixarei de lhes fazer o bem…” As bênçãos de Deus pertencem a todos aqueles que são dEle. Isso não significa que não haja dias difíceis. O Salmos 23.4 afirma que há o “… vale da sombra da morte.” Mas a diferença é que “…Tu estás comigo.” 

O terceiro princípio é que todos os aliançados com Deus serão atraídos por Ele. Deus continua a dizer: “…e porei o meu temor no seu coração, para que nunca se apartem de mim.”  A aliança com Deus faz com que Ele mesmo nos mantenha voltados para Ele.

A aliança com Deus transforma sua vida e faz com que você viva como Ele deseja e planejou. 

Você está aliançado com Deus?

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/20014572

“AMIGOS DOS PRAZERES”

Desde a década de 60 grandes mudanças têm ocorrido na cultura mundial. Um novo conjunto de regras e padrões foram estabelecidos e estes têm governado a forma como muitas pessoas pensam, sentem e agem. 

Essas novas regras têm levado as pessoas a focarem mais em si. Elas estão cada vez dispostas a viverem nos excessos, na eterna obrigação de serem felizes e de darem prazer a si mesmas.

Elas não conseguem mais lidar naturalmente com as dores, dificuldades, problemas, decepções e frustrações. Elas se afastaram totalmente dos conceitos milenares da resiliência e da autonegação, o que as fazem viverem sempre irritadas, agitadas, descontroladas e viciadas sempre em algo ou alguém.  

O pior é que elas não querem parar e até se ofendem quandoalguém as orientam a fazer isso. Elas decidiram dirigir suas vidas sob a premissa de que seus desejos são seus objetos sagrados. Seria para elas um crime não ter suas necessidadessatisfeitas. Seria uma violação profunda ao seu direito de se sentirem bem.

Sobre tudo isso, Paulo adverte em 2 Timóteo 3.4 que nos últimos dias as pessoas seriam “…mais amigos dos prazeres que amigos de Deus. Certamente já chegamos a estes dias.

A vida centrada em si mesmo não somente é um pecado contra Deus, como também traz desesperança aos que assim vivem e destroem seus relacionamentos.

Uma vida bem-sucedida é sempre construída na base de concessões, aceitação, respeito, confrontação e autocontrole. Pessoas verdadeiramente livres já abandonaram e deram um basta  pelo poder de Deus  na vida centrada em si. 

Os “amigos dos prazeres” se tornaram inimigos de Deus, das pessoas e vivem escravizados. A única esperança está no verdadeiro encontro com o Senhor Jesus, pois só nEle há vida verdadeira.  NEle há equilíbrio, sensatez, realização, paz e verdadeira liberdade.

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/19995188

LIVRE-SE DA ANSIEDADE

A ansiedade é um sentimento interior que normalmente deixa as pessoas tensas, amedrontadas e totalmente dominadas por uma preocupação irracional. 

O Senhor Jesus afirmou o seguinte em Mateus 6.27: “Quem de vocês, por mais que se preocupe, pode acrescentar um côvado ao curso da sua vida?”  

O “côvado” era uma medida judaica antiga que equivaliaaproximadamente 66 centímetros. No texto, o Senhor Jesus afirma que a ansiedade é algo irracional porque não acrescenta nada à vida de ninguém. A ansiedade não pode livrar ninguém de nada.

Ser cauteloso e prudente não significa ser ansioso, mas a cautela e prudência excessiva é um sinal de ansiedade. Por exemplo, lavar e higienizar as mãos antes de comer é algo prudente e cauteloso. Mas a ansiedade leva uma pessoa a viver higienizando as mãos constantemente num medo de pegar uma doença. 

A ansiedade leva a pessoa a um extremo controle e faz com que ela não confie em Deus, mas somente em si. A verdade é que se você ficar doente por um vírus ou bactéria e vier a morrer  se você pertence a Jesus você estará com Ele, e em Sua soberania, Ele não só permitirá a doença e a morte, como cuidará de forma maravilhosa de sua família. 

A ansiedade traz a falsa e tola sensação de que a pessoa está no controle. A ansiedade, na prática, tira das mãos de Deus o controle e faz com que o ansioso brinque de ser Deus. 

Ore para que Deus te liberte da incredulidade e do autoengano que fazem com que você creia que tem controle das coisas. Ore para que você confie somentenEle e que seja livre do medo, para que possa amá-Lo e amar as pessoas ao seu redor. 

Livre-se da ansiedade!

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/19964431

QUANDO A DOENÇA CHEGAR

A doença está bem perto de nós. É preciso saber como enfrentá-la porque ela se torna um perigo para a nossa fé no Senhor.

A falta de entendimento da Palavra de Deus em relação às doenças podem nos levar a crer que  uma tal doença seja parte do julgamento de Deus, ou demonstra fraqueza em nossa fé, ou ainda, que Deus seja impotente e insensível diante da dor de seu povo. 

Em Romanos 8.18,28, aprendemos: “Porque para mim tenho por certo que os sofrimentos do tempo presente não podem ser comparados com a glória a ser revelada em nós… Sabemos que todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito.”

Quando a doença chegar é preciso lembrar que ela é uma consequência física da entrada do pecado no mundo. Desde que o pecado entrou no mundo todos, independentemente da idade, ficaremos doentes e morreremos; isso inclui também o povo de Deus. Essa é uma dura realidade que todos precisamos entender.

Quando a doença chegar é preciso lembrar que já há um tempo determinado por Deus quando Ele mesmo exterminará com tudo que o pecado tocou. Um dia Deus tirará toda a dor, todo choro e a morte não mais existirá. Essa é uma grande esperança.  

Quando a doença chegar é preciso lembrar que Deus está soberanamente no controle. Ele sabiamente tem propósitos e objetivos maiores, os quais nem sempre são revelados no momento. Confiar em Sua soberania é o que Ele espera de cada um de nós. 

Quando a doença chegar todos devemos orar pela cura. Mas todos precisamos também orar por graça, força, ânimo, alegria, paz e sabedoria do Senhor. Ore sempre diante da doença.

Assim, reaja corretamente quando a doença chegar. 

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/19958461

AS PERDAS DA VIDA 

As perdas da vida são reais e todos passaremos por elas. Na verdade, é triste perder algo ou alguém e se faz necessário saber lidar com elas.

Jó na Bíblia é um exemplo máximo de uma pessoa que viveu perdas profundas. Em um só dia ele perdeu tudo. Ele perdeu seus dez filhos, seus bens, suas oportunidades, sua saúde, seus amigos e por fim o apoio de sua esposa.

Em seus momentos de perdas, Jó conseguiu reagir de forma diferente. Ao invés de reclamar, praguejar, julgar e se amargurar, ele olhou suas perdas com os olhos de Deus. E em Jó 1.21 lemos suas palavras: “Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR!”

Jó decidiu adorar a Deus no meio de suas perdas. Por queele fez isso? Porque ele sabia que não era nem merecedor e muito menos possuidor de nada. Ele via em Deus a fonte de tudo e sabia que não tinha controle e nem domínio sobre o que aparentemente poderia se chamar de “seu. 

É certo que nem sempre você poderá evitar a perda pessoal, mas como Jó, você pode também responder de modo diferente, expressando sua dependência e confiança no Senhor. 

Você não precisa negar sua dor. Na verdade você precisa orar a Deus expondo a Ele tudo o que dói, enquanto suplica que diante de suas perdas Ele continue a lhe dar paz, força, serenidade e sabedoria.

Se sua fé em Deus não se perder diante de suas perdas, esteja certo de que Ele lhe honrará. A simples oração diz tudo: “Oh Deus, que diante das minhas perdas, eu nunca Te perca”.

——————–

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/19911056