A VIDA SANTA

O apóstolo Pedro afirmou em 1 Pedro 1.14-16: “Como filhos obedientes, não vivam conforme as paixões que vocês tinham anteriormente, quando ainda estavam na ignorância. Pelo contrário, assim como é santo aquele que os chamou, sejam santos vocês também em tudo o que fizerem, porque está escrito: ‘Sejam santos, porque eu sou santo’”.

Segundo a Bíblia, os cristãos são chamados de “santos”. No Novo Testamento “santos” não têm nada a ver com uma vida sem pecado. Na verdade, isso é impossível. “Santos” são todos aqueles que se converteram ao Senhor Jesus, sendo assim separados para Deus. “Santos” são todos os que “nasceram de novo” (João 3), os quais agora tendo uma nova natureza, não só pertencem a Ele, como também o próprio Jesus habita neles pelo Espírito Santo.

Ser “santo” no Novo Testamento também significa pertencer a Deus. Significa viver uma vida “santificada”; viver separados para Deus, buscando viver para servir a Ele exclusivamente e focando em ser semelhante a Jesus.

Assim, ao “nascer de novo” tudo muda radicalmente em sua vida. Você passa a desejar viver uma vida santa, ou seja, uma vida que agrada somente a Deus. Sua disponibilidade espiritual será a de lidar seriamente com o pecado e ansiar diariamente ter mais do caráter santo de Jesus em sua vida.

É importante lembrar que a vida santa não é um produto final do esforço humano, antes, é a poderosa ação do Espírito Santo em sua vida. Quanto mais sua vida estiver submissa e rendida a Ele, mais a santidade e a vida de Jesus se manifestarão em você.

Jonathan Edwards afirmou: “Um cristão verdadeiro e fiel não torna a vida santa uma coisa acidental. É sua grande preocupação. Assim como a função do soldado é lutar, a função do cristão é ser semelhante a Cristo”.

———————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/43390250