“EXIGIR” VERSUS “RENDER”

“EXIGIR” VERSUS “RENDER”

Há uma verdade que devemos encarar com franqueza: por vezes nós nos achamos o máximo. Temos uma excessiva e alta consideração sobre nós mesmos que nos leva a EXIGIR tudo de todos.

Uma coisa é PRECISAR outra coisa é EXIGIR. EXIGIMOS que outras pessoas sejam obrigadas a nos dar o que achamos que precisamos. Isso é a fina flor do egoísmo e do orgulho.

Pessoas exigentes tendem a distorcer seu relacionamento com Deus. Eles não relacionam com Ele para O glorificar, focar em Seus propósitos e ser instrumentos em Suas mãos. Não! Eles tratam a Deus como um “gênio da lâmpada” que precisa dar-lhes o que querem, aqui e agora, e do seu jeito. Eles são ignorantes espirituais.

Em Marcos 14 Jesus vai ao Getsemani orar. Leva consigo para esse tempo seus discípulos Pedro Tiago e João. Sabendo Ele que seu momento de passar pela aflição e dor havia chegado; estando consciente de que as próximas 24 horas seriam para cumprir o plano de salvação com sua morte na cruz; convicto dessa responsabilidade e ainda vivendo a realidade humana da morte, ali no jardim, ao invés de EXIGIR algo do Pai, Ele humildemente RENDE-SE em oração: “…Aba, Pai, tudo te é possível; passa de mim este cálice; contudo, não seja o que eu quero, e sim o que tu queres.” (Marcos 14.36)

Jesus RENDE sua vontade, humilha, entrega, sintoniza e se coloca a disposição do Pai, mesmo que fazê-la isso traria uma imensurável e incomparável dor.

Jesus não se protege, não se desespera, não manipula, não blasfema, não murmura e não EXIGE. Jesus RENDE-SE totalmente ao Pai.

É no exemplo de Jesus que devemos nos avaliar e espelhar. Assim como Ele entregou-se ao bondoso e amoroso Pai em plena submissão, e aldescansou nEle para fazer sua vontade, assim também nós.

Seria muito bom não termos problemas na vida; mas isso utopia. Deveríamos é encarar de frente todos eles; deveríamos é reconhecer nossas limitações em lidar com eles; deveríamos era humildemente nos render a Deus, não só nos tirar dos problemas, mas para nos dar sabedoria e força para passar por cada um deles.

Na verdade, no profundo de nossa alma, há uma voz que diz que somos especiais de mais e que Deus deveria levar isso em conta, não permitindo tribulação, problemas e dores. Mas essa voz é falsa e enganadora.

O que precisamos mesmo é mudar os “verbos da vida”. Devemos é EXIGIR menos e nos RENDER mais.

Deus se manifesta somente aos rendidos. Os rendidos a Deus se tornam parecidos com Jesus. E ao ver isso, Deus sorri.

Um comentário em ““EXIGIR” VERSUS “RENDER”

  1. Olá Pastor Roberto. A palavra chave hoje é ” RENDER-SE “, é verdade, entramos numa espiral de pedir isso, aquilo, e tantos outros, e esquecemos que DEUS é o SENHOR e não nós. Devo reavaliar minha oração e me inspirar no exemplo de JESUS no Getsemani, e me submeter a soberana vontade DAQUELE que é SENHOR.

    Forte e saudoso abraço Pastor Roberto, bom dia, Shalom.

Os comentários estão fechados.