HÁ DIAS

HÁ DIAS…

Há dias em que um sentimento de perda e confusão invadem a alma. Parece que nunca se acha um caminho; parece que as luzes foram apagadas, e o pior, não se consegue achar o interruptor. Mas para esses dias escuros a doce voz de Jesus se faz ouvir em João 8.12: “Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará nas trevas; pelo contrário, terá a luz da vida.”

Há dias também em que o sentimento é como se a vida estivesse trancada. As portas não se abrem; nada se encaixa; tudo é muito difícil. A vida parece estar travada. Mas para esses dias a doce voz de Jesus se faz ouvir em João 10.9: “Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim, será salvo; entrará, e sairá, e achará pastagem.”

Há dias que a decepção com pessoas é grande. Os relacionamentos parecem superficiais. Parece que todos chegam para tirar vantagem. Gente que poderia dar um norte, um alívio, se torna antes um usurpador, um inimigo. Mas para esses dias de traição a doce voz de Jesus se faz ouvir em João 10.11,14: “Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida pelas ovelhas… Eu sou o bom pastor; conheço as minhas ovelhas, e elas conhecem a mim.”

Há dias também em que viver a vida parece mais um fardo que um prazer. As duvidas sobem por todos os lados e o desânimo vence de uma forma que o melhor a fazer é virar para o outro lado da cama e não se mexer um centímetro. Mas para esses dias a doce voz de Jesus também se faz ouvir João 15.5: “Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.”

Há dias em que a morte parece rondar. Uma doença avança com tanta força que espreme a vida. Alguém querido se vai e nem se deu tempo de bater o último papo ou dizer um “adeus”. Mas para esses dias de luto e dor a doce voz de Jesus se faz ouvir em João 11.25-26: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, ainda que morra, viverá; e todo o que vive e crê em mim não morrerá, eternamente.”

Há dias também em que a fé parece ser moeda de troca e as perguntas surgem: Qual é o caminho? Onde está a verdade? O que me pode trazer vida? Mas para esses dias a doce voz de Jesus também se faz ouvir em João 14.6: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.”

Independente de como andam seus dias, eles podem ser totalmente diferentes se você permitir que Jesus faça parte deles. Ele é tudo o que você está buscando; Ele é tudo o que você precisa.