A SERIEDADE NOS RELACIONAMENTOS

A SERIEDADE NOS RELACIONAMENTOS

Jesus afirmou em Mateus 5.23-24: “Se, pois, ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta.”

A sociedade religiosa da época de Jesus afrouxava os princípios e as verdades de Deus. Eles eram exclusivistas e desprezavam os que não estavam envolvidos com sua religião. Eles odiavam pessoas por qualquer motivo, e Jesus os condenou por isso.

Jesus ensina que a religião não tem valor. Ninguém é aceito por Deus por praticar atos religiosos. Segundo Ele, o relacionamento com Deus passa por pessoas. Devemos amar pessoas. Devemos buscar o bem delas sem qualquer preconceito.

Se alguém quiser amar a Deus precisa aprender amar pessoas. Deus é honrado quando os relacionamentos são amorosos e perdoadores.

Por isso, Jesus diz: “…ao trazeres ao altar a tua oferta, ali te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, deixa perante o altar a tua oferta, vai primeiro reconciliar-te com teu irmão; e, então, voltando, faze a tua oferta.”

O que Jesus ensina nesse texto é que devemos fazer de tudo para que nossos relacionamentos sejam “zerados”. Devemos parar nossas atividades religiosas e ir atrás de alguém que tem algo conosco e reconciliarmos com ela. ADORAÇÃO depende da RECONCILIAÇÃO.

Ele é glorificado quando nossos relacionamentos estão saudáveis e restaurados. Se alguém deseja ser um sério e comprometido seguidor de Jesus precisa entender que os relacionamentos são mais importantes do qualquer prática religiosa.

De forma prática, o que honra a Deus é que você pegue o telefone, ligue para a alguém, ou mande um e-mail, escreva uma carta e diga: “quero acertar minha vida com você.” Deus quer que você perdoe, peça perdão, se humilhe e faça de tudo para restaurar o relacionamento.

Dos DEZ MANDAMENTOS, quatro tratam diretamente do relacionamento com Deus. Os últimos seis tratam do relacionamento com pessoas. Mas todo os DEZ MANDAMENTOS falam sobre relacionamentos.

Assim, se você quiser levar Deus a sério, leve também a sério seus relacionamentos.