LIVRANDO-SE DA CONFUSÃO ESPIRITUAL

LIVRANDO-SE DA CONFUSÃO ESPIRITUAL

Há muita gente espiritualmente confusa. Muitos se perguntam: Qual a religião certa? Em quem devo crer? Estou no caminho certo? Talvez essa e outras perguntas passam agora por sua mente.

Na Bíblia, Em 1 João 4.15, o apóstolo João norteia a qualquer um que supostamente esteja em confusão espiritual, ao dizer: “Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece nele, e ele, em Deus.”

Esse pequeno versículo afirma que um relacionamento com Deus não é baseado em qualquer religião ou filosofia. O texto faz uma afirmação séria: “ Aquele que confessar que Jesus é o Filho de Deus”. O texto fala de Jesus. O vocábulo “confessar” significa literalmente “estar de acordo com,” “concordar com”. A verdade do texto é que se alguém concorda que Jesus é o Filho de Deus, o resultado prático é que “…Deus permanece nele, e ele, em Deus.” O termo “permanecer” significa “ficar, estar presente.” Assim, ao concordar que Jesus é o Filho de Deus, Deus estabelece um relacionamento com a pessoa e a pessoa com Ele. A questão então não é religião, mas um relacionamento com Deus por meio de Jesus.

O grande problema para esse relacionamento é que alguém pode estar confessando a Jesus de forma errada. Pode confessa-Lo apenas como um grande profeta, um hábil rabino, um excelente filósofo, um abnegado mártir, um ser iluminado ou um exemplo a ser seguido.

É preciso confessar Jesus corretamente; é preciso esclarecer quem é o “Filho de Deus” e o que Ele veio fazer nesse mundo. Assim, em 1 João 1.14 lemos: E vimos e testemunhamos que o Pai enviou seu Filho para ser o Salvador do mundo.”

Jesus, o “Filho de Deus” é intitulado como o “Salvador do mundo.” Ele veio para salvar o mundo. Mas é preciso perguntar: Jesus veio salvar o mundo de que? A resposta está em Em Mateus 1.21. Antes de Jesus nascer, e tomar um corpo humano, um anjo apareceu a José e disse-lhe: “…você deverá dar-lhe o nome de Jesus, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados”. Assim, Jesus veio ao mundo para salvar os homens de seus pecados. E por que só Ele pode ser o Salvador? 1 João 3.5 responde: “Vocês sabem que ele (Jesus) se manifestou para tirar os nossos pecados, e nele não há pecado.” Jesus veio a esse mundo para ser o Salvador, para tirar o pecado, porque porque nEle não há pecado.

A grande definição bíblica para todos os seres humanos é que somos pecadores. Como pecadores diante de Deus não podemos salvar a nós mesmos. Não há uma religião que consiga fazer isso. Jesus veio ao mundo para dar sua vida na cruz do Calvário e pagar o preço pelo pecado, para todos que se arrependessem, e viessem a Ele pudessem ter um relacionamento íntimo e pessoal com Deus.

Por isso, livre-se de toda sua confusão espiritual. Jesus é o Salvador. O problema é o pecado. Ele veio ao mundo para dar Sua vida pelo pecado. Quem nEle crer “…Deus permanece nele, e ele, em Deus.” Assim, arrependa-se de seus pecados e confesse a Jesus como seu Senhor e Salvador.