UM COMPROMISSO COM JESUS

UM COMPROMISSO COM JESUS

Jesus era sempre acompanhado por grandes multidões.  Em Lucas 14.25-27 Jesus diz o seguinte a uma delas: “…Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs, e até sua própria vida mais do que a mim, não pode ser meu discípulo. E aquele que não carrega sua cruz e não me segue não pode ser meu discípulo.”

Qual o conteúdo da fala de Jesus a essa multidão específica? Jesus chama-a a um compromisso com Ele. Ele queria que cada pessoa assumisse a responsabilidade de ser Seu seguidor; ser um discípulo. E para se comprometer em tornar-se um discípulo de Jesus é preciso estar ciente dos empecilhos desse compromisso.

O primeiro empecilho são os próprios familiares. Jesus sabe que a família exerce uma forte influência na forma como alguém pensa e crê. Pai, mãe, cônjuge, filhos e irmãos podem travar as decisões espirituais para com Ele.

Na época de Jesus, quando alguém se dispunha a segui-Lo, tal pessoa estava afirmando publicamente de que Jesus era o Messias e o Salvador prometido. E ao afirmar tal verdade, a pessoa corria o risco de ser, não só banida da família, mas do convívio social em que a família estava envolvida. Assim, comprometer-se com Jesus era uma decisão pesada e arriscada. E é por isso que em Mateus 10.36 Jesus avisou: “Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim.”

Assim, você nunca poderá manter um compromisso sério com Jesus enquanto se deixar ser levado e influenciado pelos conceitos, crenças e ideologias dos familiares próximos. Se Jesus não ocupar prioritariamente o centro de sua fé, Ele nunca aceitará viver de forma periférica em sua vida.

O segundo empecilho é o amor próprio. Jesus diz que aquele que “…ama…sua própria vida…não pode ser meu discípulo.” Amar a própria vida significa centrar-se em si mesmo. Significa manter-se nos próprios pensamentos, desejos e interesses. Significa também viver do próprio jeito, sem sujeitar-se a nada e a ninguém. Significa continuar dando o próprio norte, vivendo conforme acha e pensa, sem qualquer restrição ou limite. Significa ainda viver a vida de forma independente de Deus, sem amá-Lo, serví-Lo e obedecê-Lo. E para Jesus, ninguém pode se comprometer com Ele, enquanto o amor próprio dominar a vida. Se não houver uma entrega total, uma submissão total, um compromisso total, Jesus nunca será total na vida.

Jesus, na cruz, se comprometeu em salvar a todos os que nEle crer da condenação eterna, e Ele espera que todos os que intencionam em segui-Lo, também se comprometam. Por isso que Ele diz: “E aquele que não carrega sua cruz e não me segue não pode ser meu discípulo.”

Lembre-se: sem um compromisso com Jesus, nos parâmetros de Jesus, ninguém terá a vida de Jesus, nunca poderá ser salvo por Jesus e tornar-se um verdadeiro seguidor de Jesus.

Um comentário em “UM COMPROMISSO COM JESUS

Os comentários estão fechados.