PLANTANDO E COLHENDO

PLANTANDO E COLHENDO

O apóstolo Paulo ensinou um grande princípio em Gálatas 6.9-10: “E não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos, se não desanimarmos. Portanto, enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos, especialmente aos da família da fé.

Um agricultor não colhe o que não planta e nem mantém insensatamente a expectativa de um fruto cuja a semente não corresponda ao fruto. Planta-se milho para colher milho, e não trigo. Bons resultados de uma colheita advém de boas escolhas da semente e da sabedoria em onde, quando, como e quanto plantar. Más decisões no plantio, mal resultado na colheita.

E na vida é a mesma coisa. Paulo nos ensina que “…não nos cansemos de fazer o bem, pois no tempo próprio colheremos…enquanto temos oportunidade, façamos o bem a todos…” Na vida não podemos colher o que não plantamos e sempre colhemos o que plantamos.

Pessoas que plantam generosidade na vida de outros com o seu tempo, recursos, habilidades e oportunidades, receberão generosidade. Os que plantam amor, serão amados. Os que plantam misericórdia e compaixão, receberão tudo isso em suas vidas. Em contra partida, os que plantam qualquer tipo de mal receberão o que plantam. Essa é uma lei natural, espiritual e sócio relacional.

É também muito perigoso para a vida quando alguém diz: “Vou agir da maneira que quero, do jeito que quero, ninguém pode me impedir e não estou nem aí para o que pode me acontecer.” Isso é um erro! A vida cobra a forma como se vive.

Tome muito cuidado com o que diariamente você está plantando. Lembre-se que suas escolhas e seus hábitos tem consequências boas ou ruins, dependendo de que como você está decidindo sua vida. Você colhe o que planta.

Podemos colher as consequências de ações insensatas. Salomão fez um severa observação em Provérbios 1:29-32: Visto que desprezaram o conhecimento e recusaram o temor do Senhor, não quiseram aceitar o meu conselho e fizeram pouco caso da minha advertência, comerão do fruto da sua conduta e se fartarão de suas próprias maquinações. Pois a inconstância dos inexperientes os matará, e a falsa segurança dos tolos os destruirá.”

Aconselho a você ler as biografias da Bíblia, o livro de Provérbios e de Eclesiastes e acima de tudo os Evangelhos, onde se encontra a vida, as obras e os ensinos de Jesus. Nesses conteúdos bíblicos você aprenderá com a sabedoria de Deus que a vida é realmente de plantio e colheita.

Certas, reflexivas e poderosas são as palavras de Deus em Gálatas 6.7: “Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.” Alguém sabiamente disse: “Deus é bom que nos deixa plantar o que quisermos. E Ele é justo, que nos deixa colher o que plantamos.”