QUANDO INJUSTIÇADO

QUANDO INJUSTIÇADO

Ser injustiçado significa receber de alguém, algo imerecido. Significa que alguém lhe fez algo de errado ou lhe retribuiu com o mal sem você merecer. Ao dar amor, você recebeu ódio; ao dar fidelidade, você recebeu traição; ao dar carinho, você recebeu hostilidade; ao dar apoio, você recebeu desamparo. A lista é grande. Tudo isso é muito triste, e dói muito.

Em Lamentações 3.59, o profeta Jeremias viu-se injustiçado, e ao sentir-se assim ele ora, dizendo: “Viste, SENHOR, a injustiça que me fizeram; julga a minha causa.

O profeta ora a Deus. Ele ora a Deus porque ninguém melhor que o próprio Deus sabe muito bem o que é ser injustiçado. Após criar amorosamente o homem, dar-lhe bondosamente o jardim do Éden para seu suprimento, estabelecer cuidadosamente uma ordem para sua própria segurança e lhe preparar graciosamente sua esposa para não ficar sozinho, o homem traiu a Deus. Ele ouviu a voz de Satanás, e O abandonou. Assim, Deus sabe muito bem a dor da injustiça.

Um princípio bíblico é que sempre colhemos o que plantamos. Agora, receber o mal, não significa que plantamos necessariamente o mal. Muitos de nós sofremos pelo mal que outros plantaram. É preciso entender que desde que o pecado entrou no mundo, tornamos todos vítimas do mal e de toda injustiça.

A questão não é se vamos ser injustiçados, porque realmente vamos; a questão é como reagiremos, o que plantaremos depois de ter sido afetados pela injustiça.

Jesus nos ensinou a reagir diante do mal recebido da seguinte forma em Lucas 6.27-31: “Digo-vos, porém, a vós outros que me ouvis: amai os vossos inimigos, fazei o bem aos que vos odeiam; bendizei aos que vos maldizem, orai pelos que vos caluniam. Ao que te bate numa face, oferece-lhe também a outra; e, ao que tirar a tua capa, deixa-o levar também a túnica; dá a todo o que te pede; e, se alguém levar o que é teu, não entres em demanda. Como quereis que os homens vos façam, assim fazei-o vós também a eles.”

Mas você pode perguntar: “diante das minhas injustiças, eu não consigo reagir dessa maneira como Jesus ensinou?” Mas acredite, ninguém consegue!

Para reagir corretamente a injustiça como Jesus ensina, é preciso ter a vida dEle na sua vida. Ninguém mais do que Ele soube o que é lidar com a injustiça. Ele sofreu pela traição de Judas, Ele sofreu pela negação de Pedro, Ele sofreu pelo abandono de todos os seus discípulos, Ele foi vítima da ingratidão da multidão  e do desafeto e ódio dos líderes de sua nação, que por fim, O crucificaram.

Para lidar com as injustiças você precisa de Jesus. Você precisa de Sua pessoa e de Seu poder dentro de você.  Somente Ele lhe capacitará a amar, a orar e a fazer bem ao inimigo. E mais, somente ele lhe libertará do ódio e do ressentimento profundo que as injustiças causaram em seu coração.

Não combata injustiça com mais injustiça. Entregue sua injustiça a Deus. Ele sabe muito bem como lidar com elas.