PARE DE RECLAMAR

A tendência humana é reclamar. Comumente reclama-se das pessoas, das oportunidades, do tempo, das circunstâncias, das condições, etc. A lista é grande. Imaginar situações perfeitas num mundo imperfeito é ser romântico ou irrealista demais. Somos idealistas demais num mundo caótico. Devemos aprender que nosso controle sobre pessoas e circunstâncias é basicamente zero. Não existem situações perfeitas num mundo imperfeito.

Em Filipenses 2.14 somos exortados: “Fazei tudo sem murmurações nem contendas…” 

A grande verdade é que pessoas que reclamam revelam muito de si. Revelam a realidade de seus corações egoístas. Ao reclamar elas apenas estão dizendo: “eu mereço algo melhor”. Elas tentam se inserir no centro do universo e exigir que tudo gire ao seu redor e que tudo seja feito da sua forma. 

Pessoas que reclamam cometem um grande erro espiritual. Elas revelam o ápice de sua ignorância sobre Deus. Elas não refletem que Ele dirige tudo e todos; elas disputam com Deus e o Seu governo prioridades sobre pessoas e circunstâncias, e como consequência se decepcionam, se frustram, e se deprimem. 

Pessoas que reclamam não conseguem ver a vida com a ótica de Deus. Eles não entendem que Deus está trabalhando. A vida nem sempre nos supre com aquilo que gostaríamos. Situações da vida são usadas por Deus para nos ajudar a orar mais, confiar mais e agradecer mais. Deus quer que saibamos que Ele está no controle de tudo e de todos.

Antes de você reclamar e exigir, é importante que você se lembre que você não merece nada do que é, tem ou se tornou. Tudo em sua vida é fruto da graça, amor e bondade de Deus. É nessa perspectiva que você deve viver. É preciso que você diariamente se lembre do Salmo 103.3,4 que afirma: “Ele é quem perdoa todas as tuas iniquidades; quem sara todas as tuas enfermidades; quem da cova redime a tua vida e te coroa de graça e misericórdia; quem farta de bens a tua velhice, de sorte que a tua mocidade se renova como a da águia.”

A melhor atitude que você deveria tomar do hábito de reclamar, é rapidamente confessar seu pecado de ingratidão e estabelecer uma postura diária e constante de agradecer.

Aprenda a ser cordial e grato com todos os que estão ao seu redor e coloque Deus no centro de suas ações, decisões e reações, achando sempre um espaço para Lhe dizer: “obrigado, Senhor.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s