LIVRES DA CULPA

LIVRES DA CULPA

Culpa é o sofrimento obtido após a reavaliação de um comportamento passado tido como reprovável por si mesmo. 

O apóstolo João nos ensina a livrar-nos da real culpa do pecado em 1 João 2.1, ele diz: “Filhinhos meus, estas coisas vos escrevo para que não pequeis. Se, todavia, alguém pecar, temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.”

Quando João diz, “…estas coisas vos escrevo para que não pequeis…”, ele está fazendo especificamente referência ao texto anterior, 1 João 1.5-10. Nesses versículos anteriores, somos informados que os que pertencem a Deus devem andar na luz como Ele está na luz, devem também confessar seus pecados diretamente a Ele, e jamais tentarem se auto enganarem, dizendo não ter pecado, porque agindo assim chamariam Deus de mentiroso.

João também diz: “…se, todavia, alguém pecar…”, aqui ele afirma que todos somos responsáveis pela realidade de nossos corações corruptos, e estamos sujeitos a pecar. A questão não é o pecar e nem o tipo de pecado, mas o que fazer quando se peca. Ao invés de sentir-se culpado, desanimado ou desesperado, João apresenta a resposta simples: “…temos Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.”

Jesus é “o Justo”. Ele nunca pecou; Ele não tem pecado. Quando Ele morreu na cruz do Calvário o pagamento pelo pecado foi feito. Deus aceitou e autorizou a realidade desse pagamento ressuscitando-O dentre os mortos. Agora, Jesus está diante do Pai como Advogado de defesa para auxiliar todos aqueles que tendo um dia se arrependido de seus pecados, mas em algum momento da vida voltam a pecar, e ao pecarem, ao invés de viverem debaixo da culpa que o pecado produz, Jesus se achega diante Deus, não dizendo que esses não pecaram, mas apresentando a Si mesmo como substituto seguro de todos esses que nEle creram. Assim, Jesus como o Advogado, compromete-se a ser a segurança espiritual daquele que nEle crê.

Os que se achegam a Deus mediante os méritos de Jesus se tornam livres do pecado e da culpa que o pecado produz. Não há pecado que Ele não perdoe; não há erro que Ele não repare; não há caminho torto que Ele não endireite. O que Deus quer é que você não esconda seus pecados, antes que você os trate diante dEle por meio da confissão.

No Salmo 32.5 o salmista nos encoraja a viver livres da culpa de qualquer pecado, quando diz: “Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: Confessarei as minhas transgressões ao Senhor; e tu perdoaste a culpa do meu pecado.”  

Hoje, se Deus abre os braços para lhe perdoar, por que fechar o seu coração? Não se tranque na culpa se Ele lhe oferece o perdão. Entregue-se a Deus, peça seu perdão; viva livre; viva sem culpa. 
A culpa definha a alma de todos aqueles que não buscam e nem aceitam o perdão gracioso de Deus em Cristo Jesus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s