A INVEJA

A INVEJA

A inveja é um profundo sentimento de dor pelo sucesso, pelo bem e pela felicidade de outra pessoa, junto com o desejo de ter isso para si.

A inveja é uma das pobrezas e misérias da alma. Quem inveja não descobriu seu espaço no espaço de Deus e ainda não entendeu que o controle da vida, das coisas, das circunstâncias, das pessoas, dos recursos e das habilidades estão todas nas mãos de Deus e dadas por Sua graça a quem quer e como quer.

Pessoas invejosas não somente sofrem pelo sucesso do outro, mas são capazes de fazer outros sofrerem. A dor do invejoso é antes e acima de tudo egoísta, mesquinha e pecaminosa. O invejoso sempre se entristece por não ter o caráter, o carisma, a capacidade ou as condições do outro. Certas são as palavras de João Crisóstomo: “Como a traça corrói uma peça de roupa, assim a inveja consome um homem.” 

A Bíblia deixa bem claro que a inveja é pecado. Em Romanos 13.13 aprendemos: “Andemos dignamente, como em pleno dia, não em orgias e bebedices, não em relações sexuais ilícitas e dissoluções, não em contendas e ciúmes.” Em Gálatas 5.26, Paulo nos exorta: “Não nos deixemos possuir de vanglória, provocando-nos uns aos outros, tendo inveja uns dos outros.”

Nenhum relacionamento pode ser saudável quando o ciúme e a inveja imperam. Pessoas invejosas intoxicam os relacionamentos. Em Tiago 3.16 lemos: “Pois, onde há inveja e sentimento faccioso, aí há confusão e toda espécie de coisas ruins.” E pior, a inveja não serve para nada. Tiago 4.2 diz: “Cobiçais e nada tendes; matais, e invejais, e nada podeis obter; viveis a lutar e a fazer guerras. Nada tendes, porque não pedis.” 

As soluções bíblicas e práticas para você abandonar definitivamente a inveja estão listadas em Romanos 11.36. O texto diz: “Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém.” A inveja pode ser definitivamente abandonada quando você reconhece que Deus é a ORIGEM de tudo o que você tem e é. O texto diz: “Porque dele… são todas as coisas…” Você abandonará a inveja quando você também reconhecer que Deus é o MEIO de tudo o que você tem e é. O texto afirma: “…e por meio dele… são todas as coisas…” Você conseguirá abandonar a inveja quando você reconhecer que Deus é o FIM de tudo o que você tem e é. O texto ainda afirma: “…e para ele são todas as coisas…” E por último, você abandonará definitivamente a inveja quando Deus se tornar o PROPÓSITO final de sua vida. O texto conclui dizendo: “A ele, pois, a glória eternamente. Amém.”

Se a inveja é um problema em sua vida, arrependa-se hoje e peça que o Senhor lhe dê uma nova vida em Cristo, uma profunda gratidão pelo o que você é e tem, e se disponha acima de tudo a servir o outro.

Se você lida com pessoas invejosas, ore por elas, peça sabedoria a Deus para lidar com elas e acima de tudo aplique os princípios de Romanos 12:20,21: “Portanto, se o teu inimigo tiver fome, dá-lhe de comer; se tiver sede, dá-lhe de beber… Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s