PRECISAMOS DO OUTRO

PRECISAMOS DO OUTRO

Ninguém vive sozinho. Precisamos do outro. Paulo afirmou em Romanos 14.7: “Nenhum de nós vive para si mesmo, nem morre para si.”

Precisamos de alguém para nos gerar; para nascer. Precisamos de outros para vir ao mundo.

Precisamos de outros para ser e aprender algo, para ter uma profissão, para nos empregar; para pagar o nosso salário. 

Precisamos de pessoas com profissões humildes para nos dar suporte a vida: o porteiro, o gari, a doméstica, a passadeira, o pedreiro, o jardineiro, o motorista de ônibus, o ambulante e tantos outros

Precisamos de outra pessoa para dividir a vida, ter filhos e um lar, porque os mais íntimos sabem quem realmente somos e não se negam a mostrar nossas qualidades e fraquezas. 

Precisamos do outro para conversar, interagir, debater ideias, consolar, encorajar, animar, apontar caminhos e nos confrontar.

No final, ainda precisaremos de pessoas para cuidar de nossa saúde, e futuramente precisaremos de outros para providenciar os documentos e compras diversas quando morrermos, para estar em nosso funeral e nos enterrar.

Pessoas são presentes de Deus para essa vida dura, difícil e passageira, e o pouco que se pode fazer é ser grato e dizer sempre a outro, “muito obrigado”. 

O mais alto grau de imaturidade e insensatez nessa vida é acharmos que somos e nos tornamos alguém sem o outro. 

Precisamos do outro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s