A REALIDADE DA GUERRA ESPIRITUAL

Paulo afirmou em Efésios 6.11: “Revesti-vos de toda a armadura de Deus, para poderdes ficar firmes contra as ciladas do diabo.”

O que Paulo apresenta nesse texto é a realidade de uma guerra espiritual. Nessa guerra espiritual o inimigo chama-se “diabo”. O termo “diabo” significa “caluniador, difamador e acusador”. O diabo é o arqui-inimigo de Deus e se opõe a tudo o que é dEle. Ele é o autor do pecado e do mal. Ele persegue o homem, alimentando todo tipo de inimizade entre a humanidade e Deus e entre a humanidade e a humanidade. Através de artifícios e truques l, ardilosamente ele induz o homem ao pecado, com o objetivo de afastá-lo do Senhor e por fim destruí-lo.

Paulo também ordena que cada um aja como soldado na guerra espiritual se vestindo de toda “armadura de Deus”, que conforme Efésios 6.13-17 inclui: o “cinto da verdade”, a “couraça da justiça”, as “sandálias do evangelho da paz”, o “escudo da fé”, o “capacete da salvação” e a “espada do Espírito, que é a Palavra de Deus”. É com a “armadura de Deus” que cada soldado dEle poderá ser capaz, apto e competente na batalha, mantendo-se firm

A guerra espiritual é real. Se você pertence a Jesus, Ele lhe dá um equipamento completo e lhe envia para a batalha. Mas o diabo, como uma de suas “ciladas”, pode colorir esse campo de batalha levando-o a pensar que você está em um “piquenique” ou em um “parque de diversão” espiritual, seduzindo-o para que você centre a vida em você mesmo, esperando Ele, o tempo certo para lhe atacar e lhe destruir.

Abra seus olhos! Você está numa guerra espiritual.

Por Roberto Naves Amorim

——————————

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/22133719