NAS PERDAS

Jó foi um homem que perdeu tudo. Ele perdeu seus filhos, seus bens, suas oportunidades, sua saúde, o apoio de sua esposa e de seus amigos. Diante de suas perdas, Jó teve uma atitude de fé e resignação diante de Deus. Suas palavras foram registradas em Jó 1.21: “Nu saí do ventre de minha mãe e nu voltarei; o SENHOR o deu e o SENHOR o tomou; bendito seja o nome do SENHOR!”

Em suas duras perdas, Jó decidiu adorar a Deus. Por quê? Porque ele sabia que não era nem merecedor e nem possuidor de nada. Ele via em Deus a fonte de tudo e estava ciente que não tinha controle e nem domínio sobre suas perdas. A visão acurada de Deus fez com que Jó não se perdesse diante de suas perdas.

Jó não pôde impedir nada em sua vida, mas decidiu confiar em Deus e deixar que suas perdas o levassem a um compromisso maior com Ele. Jó decidiu também não se ressentir. Ele não entendeu tudo no momento em que seu mundo desabava, mas resolveu confiar em Deus, que a Seu tempo, revelou Seu bondoso propósito.

A experiência da perda é por vezes traumática. Perder pessoas, propriedades, posição social, emprego e oportunidades, é algo difícil de se assimilar. E mais, nem sempre você poderá evitar as perdas, mas você pode decidir responder a elas de modo a glorificar e confiar em Deus.

Nas perdas, você deve orar e pedir ao Senhor para que lhe dê paz, força, serenidade, sabedoria e consciência de Seu precioso amor e propósito soberano. 

As perdas virão, mas nunca se perca diante delas.

———————————————-

Para ouvir esse conteúdo click no link abaixo:

https://www.spreaker.com/episode/44650015