COMO DEUS USA O DINHEIRO EM NOSSAS VIDAS

COMO DEUS USA O DINHEIRO EM NOSSAS VIDAS

Estatísticas mostram que muita gente passa pelo menos 80% do dia pensando sobre finanças. Isso inclui como gastar, poupar, adquirir, investir, aplicar, comprar etc. Alguns pensam em ter mais do que já tem, outros pensam em não perder o que adquiriram e outros ainda se endividam para possuir o que não podem.

A Bíblia fala muito sobre dinheiro. Há pelos menos 700 versículos bíblicos sobre finanças. 38 parábolas de Jesus tratam de alguma forma sobre dinheiro..

Há um princípio bíblico simples sobre finanças: quando encaramos o dinheiro na perspectiva de Deus vamos desfrutar de liberdade financeira.

Erramos porque achamos que dinheiro e finanças tem mais haver com a economia do país e a quantidade que temos do que como Deus o usa em nossas vidas. Precisamos entender o que Deus diz sobre dinheiro e precisamos obedecer e entregar a Ele essa área da nossa vida.

Deus trabalha em nossas vidas por meio do dinheiro.

#1 – Deus usa o dinheiro em nossa vida para fortalecer a nossa confiança nEle. Em Mateus 6.31-33 Jesus diz: Portanto, não vos inquieteis, dizendo: Que comeremos? Que beberemos? Ou: Com que nos vestiremos? Porque os gentios é que procuram todas estas coisas; pois vosso Pai celeste sabe que necessitais de todas elas; buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.” Devemos confiar que Deus cuidará de nossas vidas e de nossas necessidades. Ele é poderoso para nos suprir em tudo o que precisamos.

#2 – Deus usa o dinheiro para satisfazer as necessidades reais de pessoas. Em 1 Timóteo 6.17,18 lemos: Exorta aos ricos do presente século que não sejam orgulhosos, nem depositem a sua esperança na instabilidade da riqueza, mas em Deus…que pratiquem o bem, sejam ricos de boas obras, generosos em dar e prontos a repartir.” Dinheiro é uma dádiva e benção de Deus para abençoar os que precisam.

#3 – Deus usa o dinheiro para confrontar-nos espiritualmente. Em Mateus 19.16-22 Jesus conta a história do jovem rico. Ele queria a salvação. Mas o pobre-rico jovem perdeu sua alma. Não porque não era religioso; não porque não sabia os mandamentos. Ele perdeu sua alma porque priorizou o dinheiro mais do que tudo. O dinheiro era seu ídolo. A proposta de Jesus no versículo 21 foi: “…Vende os teus bens, dá aos pobres e terás um tesouro no céu; depois, vem e segue-me. E no versículo 22 o jovem reage assim: “…retirou-se triste, por ser dono de muitas propriedades.” A exemplo do jovem rico, muitos perderão sua alma eternamente porque colocar o dinheiro como a coisa principal da vida.

Por isso, não deixe o dinheiro ser controlar a sua vida. Eleja Deus o centro de tudo. Adore e sirva somente a Ele.