LEMBREMOS DE DEUS

LEMBREMOS DE DEUS

Alguém disse: “Não existe memória ruim, só mal treinada.” A ciência descobriu que todo mundo pode ser mestre de sua memória. As memórias são formadas por conexões temporárias, ou permanentes, entre os neurônios. Lembretes e associações ajudam a memória porque somos tendentes a esquecer.

Depois de uma experiência de 40 anos vendo a ação de Deus no deserto, o povo de Israel estava para entrar na terra de Canaã. Moisés, preocupado que o povo não esquecesse os princípios de Deus, afirmou o seguinte em Deteuronômio 4.9: Tão-somente guarda-te a ti mesmo e guarda bem a tua alma, que te não esqueças daquelas coisas que os teus olhos têm visto, e se não apartem do teu coração todos os dias da tua vida, e as farás saber a teus filhos e aos filhos de teus filhos.”

Deus ordena assim, porque sabe somos tendentes a nos esquecer dEle. E para isso não ocorra, Ele nos chama a exercitar nossas mentes usando diversos tipos de lembretes. Por vezes Ele usa meios para alertar a nossa memória diante de algum acontecimento.

Deus o sofrimento para nos lembramos dEle. O salmista afirma no Salmo 119.67: “Antes de ser castigado, eu andava desviado, mas agora obedeço à tua palavra”

O profeta Jonas quando sentiu que iria morrer. E percebendo sua desobediência e decidindo aceitar o comissionamento de ir a Nínive, ao fazer isso, lembrou-se do Senhor e orou dizendo: “Quando, dentro de mim, desfalecia a minha alma, eu me lembrei do SENHOR; e subiu a ti a minha oração… (Jonas 2.6)

Pedro, que disse que nunca negaria ao SENHOR, foi lembrado de seu pecado através do canto do galo. Após ouvi-lo, saiu e chorou amargamente. Sem dúvida Pedro confessou a Deus sua infidelidade e tornou-se depois desse episódio um outro homem.

Precisamos nos lembrar de Deus. Precisamos considerar o que Ele está fazendo em nossas vidas. Precisamos ser grato a Ele por sua ação em nosso dia a dia. O Salmista afirmou no Salmo 143.5: Lembro-me dos dias de outrora, penso em todos os teus feitos e considero nas obras das tuas mãos.”

Por isso, avalie hoje seu relacionamento com Deus. Pergunte a si mesmo: Estou me esquecendo de Deus? Alguém disse com muito sabedoria: “Deus usará o que for preciso para que nos lembremos dele.”

Faça constantemente um bom uso de sua memória: lembre-se de Deus!