QUANDO OFENDIDO

QUANDO OFENDIDO

Esperamos nessa vida sermos protegidos, queridos, respeitados, honrados e amados. Não gostamos que nos tratem mal. O problema é que somos por vezes ofendidos e ofendemos. Infelizmente essa é uma amostra clara da triste realidade do coração humano. Jesus nos diz em Marcos 7.21: “Porque de dentro, do coração dos homens, é que procedem as maldades…” 

 Mas qual deve ser a reação quando somos ofendidos? Em Provérbios 20.22 somos ensinados a agir da seguinte maneira: “Não diga: “Eu o farei pagar pelo mal que me fez!” Espere pelo Senhor, e ele dará a vitória a você.”

 A primeira verdade do texto é que seremos ofendidos. Pessoas nos farão mal; elas nos machucarão. Essa deve ser a expectativa de todos nós. Pessoas que amamos e outras com quem por vezes não temos nem afinidades ou nem conhecemos, nos ofenderão. Seremos ofendidos.

A segunda verdade é que podemos reagir errado a ofensa. O texto diz que nossa reação pode ser: “Eu o farei pagar pelo mal que me fez!” Que atitude é essa? Essa é uma atitude de vingança! “Ele me fez mal, ele receberá o mal”. Qual o problema dessa atitude? Estamos combatendo a violência com a violência. Jesus ensinou em Mateus 5.38,39: “Ouvistes que foi dito: Olho por olho, dente por dente. Eu, porém, vos digo: não resistais ao perverso; mas, a qualquer que te ferir na face direita, volta-lhe também a outra.” Paulo confirmou esse princípio em Romanos 12.17-18: “Não torneis a ninguém mal por mal; esforçai-vos por fazer o bem perante todos os homens; se possível, quanto depender de vós, tende paz com todos os homens. Não vos vingueis a vós mesmos…” Ofensa se combate com bondade e amor e não com mais ofensa.

E por fim, a terceira verdade do texto é que precisamos apresentar a ofensa ao Senhor e esperar pela ação dEle. O texto diz: “…Espere pelo Senhor, e ele dará a vitória a você.” Não devemos esconder a dor da ofensa recebida. O que não devemos é reagir com vingança, antes devemos entregar ao Senhor. Devemos aprender a contar a Ele nossas dores, frustrações e tristezas. Precisamos aprender a dizer aonde está doendo. Devemos orar a Ele, entregar a Ele e esperar por Ele. Entregar para Deus não é uma atitude passiva, é uma atitude mais sábia e prudente.

Se hoje você tem sido ofendido, pare de retaliar a pessoa que lhe ofende e pare de agir de sua forma. Entregue a pessoas e a situação a Deus. Ele sabe muito bem como lidar.

Lembre-se que o Senhor sempre é educado e polido. Quando você age, Ele não age; ele não invade sua vida. Ele só age quando é solicitado. E se você quiser vê-Lo agir em qualquer área de sua vida, é preciso que você entregue tudo a Ele.