O PRINCIPAL MANDAMENTO

O PRINCIPAL MANDAMENTO

Em Marcos 12.28 um professor da Lei achega-se a Jesus e pergunta: “Qual é o principal de todos os mandamentos?

Os mestres da Lei da época de Jesus determinaram que haviam 613 mandamentos nos primeiros cinco livros da Lei. Essas leis eram divididas entre PESADAS E LEVES. Mas eles nunca chegaram em um consenso de quais leis eram PESADAS E LEVES. Com isso em mente, eles achavam que Jesus havia criado sua própria teoria em relação aos mandamentos.

Ao perguntar, “Qual é o principal de todos os mandamentos?” o professor da Lei estava testando Jesus para ver se Ele desprezaria ou negligenciaria a Lei de Moisés afim de incriminá-Lo.

Jesus então responde em Marcos 12.29,30: “…O principal é: Ouve, ó Israel, o Senhor, nosso Deus, é o único Senhor! Amarás, pois, o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e de toda a tua força.”

Jesus cita o famoso “Shemah” (forma hebraica do verbo “ouvir”) de Deuteronômio 6.3-5. Esse texto era citado por todos os  judeus pela manhã e pela noite. Ao responder, Jesus resume totalmente o propósito de Deus para todo ser humano: amá-Lo.

Jesus detalha como amar a Deus. Ele afirmou:

“Amarás…”. Essa palavra advém do verbo grego “agapao”, que significa um amor relacional, incondicional, que doa, que faz, que sacrifica, que se entrega.

…“de todo o teu/tua…”
O que revela a natureza enfática desse amor.

…“coração” – Jesus usa o termo grego “kardia” que expressa o núcleo da identidade; a fonte de todos os pensamentos, palavras e ações. O centro de todo o ser.

“alma…” – Jesus usa o termo grego “psiquê” que aponta para todas as afeições. “Alma” reflete o ser humano em toda sua realidade emocional, volitiva e psíquica. É a alma que faz a vida ser vida.

 “entendimento” – Jesus usa palavra grega “dianoia” que significa a mente como a faculdade da compreensão, do pensamento, da inteligência; o centro da lógica e da a razão.

“força” – Jesus usou a palavra grega “iskus”, que significa capacidade, poder, força. A expressão apresenta toda a capacidade que vem da ordem física e do vigor da vida.

Assim, quando alguém diz que ama a Deus está afirmando que Ele se tornou o centro da devoção, das ações, das intenções e dos anseios mais profundo.

Quando você diz que ama a Deus, tudo que há dentro de você foca nEle. Não há nada em sua vida que não seja Ele. Ele é o que você quer. Obedecer e se submeter a Ele é seu o desejo mais profundo. É para Ele que você vive. Esse é o principal mandamento.

Alguém disse: “Amar a Deus é a maior de todas as virtudes. Ser amado por Deus é a maior de todas as bênçãos.”