INTEGRIDADE

INTEGRIDADE

Em Provérbios 11.3 lemos: “A integridade dos justos os guia, mas a falsidade dos infiéis os destrói.”

Integridade significa viver a vida particular da mesma forma que se vive a vida pública. C.S.Lewis definiu integridade da seguinte maneira: “Integridade é tudo o que você faz de forma correta quando ninguém está vendo.”

Ser exposto a um ensino sobre integridade pode talvez ser algo difícil, porque quando se foi requerido viver de forma íntegra isso não foi feito. A mente pode trazer várias oportunidades em que a integridade não foi praticada. Contudo, isso não significa que não se pode viver de forma íntegra. A integridade começa com a confissão do pecado. Onde há confissão, há o início de uma vida pura e íntegra.

Para se viver de forma íntegra é necessário admitir o pecado diante de Deus. Talvez seja não cumprir o que promote; fofocar de pessoas; ser negligente no trabalho; fingir ser alguém que não é; dar-se de vítima para conseguir algo; mentir para tirar vantagem etc. Ser íntegro diante de Deus é admitir tudo isso e alguma coisa a mais.

Alguns acreditam que são íntegros porque seus pecados e erros não trazem mal para uma outra pessoa. Puro engano! O pecado sempre traz consequência para as pessoas ao redor.

Integridade é viver de forma séria na certeza de que Deus está presente e vê todas as coisas. O Salmo 139.1-3 diz: “Senhor, tu me sondas e me conheces. Sabes quando me sento e quando me levanto; de longe percebes os meus pensamentos. Sabes muito bem quando trabalho e quando descanso.” O salmista conclui o salmo dizendo nos versículos 23,24: “Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece as minhas inquietações. Vê se em minha conduta algo que te ofende, e dirige-me pelo caminho eterno.”

Não podemos nos enganar. Sempre que não andamos em integridade com Deus, de alguma forma não estaremos sendo íntegro com alguém. Pequenas áreas de vida quando não controlada pode nos destruir e destruir outros.

Nenhum de nós é perfeito e Deus não espera isso. O que Ele espera é um coração íntregro, que coloca diante dEle todas as fraquezas – que Ele já conhece – e que pede Sua graça e poder. O coração que “joga limpo” e que confessa o seu pecado diante de Deus, terá dEle o Seu perdão.

“Fazer o que é justo e certo é mais aceitável ao Senhor do que oferecer sacrifícios”, diz Provérbios. Assim, o que Deus deseja é que você viva de forma íntegra.

A verdadeira integridade para com você, para com os outros e para com Deus começa com o próprio Deus.

Faça da integridade um valor em sua vida!