A AGENDA DE DEUS

A AGENDA DE DEUS

Jesus ensinou em Lucas 6.27-30:“Mas eu digo a vocês que estão me ouvindo: Amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam, abençoem os que os amaldiçoam, orem por aqueles que os maltratam. Se alguém lhe bater numa face, ofereça-lhe também a outra. Se alguém lhe tirar a capa, não o impeça de tirar-lhe a túnica. Dê a todo o que lhe pedir, e se alguém tirar o que pertence a você, não lhe exija que o devolva. Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles.” O que Jesus ensina nesse texto é que a agenda de Deus é uma agenda de amor.

 O amor sempre foi o tema de Jesus nos Evangelhos. Jesus em João 3.16 apresentou o maior exemplo de amor, o próprio Pai: “Porque Deus tanto amou o mundo que deu o seu Filho Unigênito, para que todo o que nele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.” Deus demonstrou seu amor ao DAR Jesus, Seu Filho amado, para salvar pessoas. E as pessoas comumente não estão interessadas em Deus. Jesus diz em João 3.19 “…a luz , veio ao mundo, mas os homens amaram as trevas, e não a luz, porque as suas obras eram más.” Em outras palavras, Deus demonstrou seu amor a pessoas que são declaradamente Seus inimigos. Deus, por Seu amor quer atraí-los a Ele. Paulo, por exemplo, entende e explica essa verdade em Romanos 5.8,10:“Mas Deus demonstra seu amor por nós: Cristo morreu em nosso favor quando ainda éramos pecadores…Se quando éramos inimigos de Deus fomos reconciliados com ele mediante a morte de seu Filho, quanto mais agora, tendo sido reconciliados, seremos salvos por sua vida!” Paulo ensina que Deus amou inimigos pecadores, e alguns dentre eles foram reconciliados com Deus quando se arrependeram de seus pecados e creram na morte sacrificial de Jesus na cruz.

Deus não só tem uma agenda de amor, mas Ele tem ações que demonstram essa agenda. Ele deu Jesus; Ele O entregou para pagar o preço pelo pecado dos pecadores; e Ele o fez para aqueles que são declarados Seus inimigos. A agenda de amor de Deus é ativa e sacrificial.

Assim, você não pode dizer-se ser de Deus enquanto não seguir a agenda de amor de Deus. E agenda dEle inclui também amar o inimigo. Isso significa que você deve 1) fazer o bem a eles. 2) Abençoa-lo. 3) Orar por ele. 4) Não retaliá-los. 5) agir generosamente para com eles. 6) O que você deseja pra você, deseje também para ele.

Mas você pode estar dizendo: “mas eu não consigo fazer isso; isso é impossível?” Acredite, é mesmo! Você não tem nenhum poder em si mesmo para amar o inimigo. É por isso que você precisa do amor de Deus. E você só o terá o dia em que você se reconciliar com Deus; quando você abandonar sua inimizade com Deus, e tirar de Sua vida aquilo que O deixa triste.

Os reconciliados com Deus estarão na agenda de Deus. E os que estiverem na agenda de Deus vão amar como Deus. O amor será sua agenda. O amor será o seu lema de vida.