A SALVAÇÃO É PELA GRAÇA

A SALVAÇÃO É PELA GRAÇA

Paulo afirmou em Efésios 2.8-9: “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie.

 “Graça” significa “favor divino não merecido” “Graça é a bondosa disposição de Deus em perdoar perdoar pecadores arrependidos.”

A salvação não é uma conquista ou fruto do esforço humano; ela é um presente de Deus. Ninguém a obtém por mérito, mas a recebe pela graça de Deus. Hernandes Dias Lopes afirmou: “A salvação não é um troféu que erguemos como fruto do nosso labor, nem uma medalha de honra ao mérito, é um presente imerecido.”

A graça de Deus alcança apenas pecadores que se arrependem de seus pecados. Paulo reconheceu essa verdade em sua própria vida ao dizer em 1 Timóteo 1.12-14: “Dou graças a Cristo Jesus, nosso Senhor, que me deu forças e me considerou fiel, designando-me para o ministério, a mim que anteriormente fui blasfemo, perseguidor e insolente; mas alcancei misericórdia, porque o fiz por ignorância e na minha incredulidade; contudo, a graça de nosso Senhor transbordou sobre mim, juntamente com a fé e o amor que estão em Cristo Jesus.”

Assim, a salvação não é por mérito; não é pelas obras. Ninguém será salvo por realizar algo de bom; fazer o bem; ser caridoso. A única obra que Deus aceita é aquela foi feita por Jesus, Seu Filho amado na cruz do Calvário. Foi ali, que Ele pagou com seu sangue o preço da salvação. Paulo afirma essa verdade em Efésios 2.13: “Mas agora, em Cristo Jesus, vocês, que antes estavam longe, foram aproximados mediante o sangue de Cristo.”

Mas alguém poderia dizer: “Bem, nessa lógica, o indivíduo pode ‘pintar e bordar’, pecar à vontade, e quando for velho ele se arrepende de seus pecados e assim entrará nos céus, e ficará ‘de boa’ porque a graça o alcançou.”

 Essa é uma maneira simplória e ingênua de pensar. Primeiro, que na Bíblia ninguém se arrependerá de seus pecados por si só. Arrependimento verdadeiro é uma profunda convicção de pecado diante de Deus promovido pelo próprio Espírito Santo (João 16.8). Segundo, porque é muita presunção alguém achar que pode controlar a vida, a velhice e a morte. Terceiro é argumento apenas usado para quem insiste em manter-se no engano de que as obras e atos caridosos podem promover a expiacão de pecados diante de Deus, e assim não aceita a graça de Deus.

Pode doer nos seus ouvidos, mas a salvação eterna é pela graça! É preciso lembrar a verdade do ensino de Paulo Efésios 1.7: “Nele (Jesus Cristo) temos a redenção por meio de seu sangue, o perdão dos pecados, de acordo com as riquezas da graça de Deus.”

 A salvação é pela graça! A salvação é somente pela graça de Deus em Jesus Cristo!