TRATANDO A CULPA

TRATANDO A CULPA

“Culpa” não é apenas um sentimento negativo, ou uma picada na consciência quando se comete algo errado ou grave. “Culpa” é um termo judicial que aponta para uma responsabilidade criminal diante de um tribunal de justiça humano ou divino.

A “culpa” nunca deve ser minimizada, subestimada ou desprezada. Contudo, há pessoas que sentem-se culpada por estar sendo vítima de táticas de manipulação e controle de alguém. Essa é uma “falsa culpa”. Fora disso, sempre há uma razão pela qual alguém sente-se culpado.

A “culpa” verdadeira produz medo e vergonha. Medo, devido a dimensão das consequências inesperadas do pecado; vergonha pelo fato de se ter feito algo de errado ou falhado diante de uma obrigação.

Mas a “culpa” não é de toda ruim. A Bíblia afirma que a “culpa” é o resultado direto do pecado, e o único meio para se lidar com ela é o verdadeiro arrependimento. O arrependimento verdadeiro produz mudanças verdadeiras e profundas. Ao reconhecer o seus pecados, o salmista afirma o seguinte no Salmos 32.5: “Então reconheci diante de ti o meu pecado
e não encobri as minhas culpas.
Eu disse: “Confessarei as minhas transgressões”,
ao Senhor,
e tu perdoaste a culpa do meu pecado.”

Na Bíblia, Deus, em Jesus, providenciou o único meio para que toda a culpa do pecado fosse tratada. Em Isaías 53.6 lemos que Jesus foi o sacrifício para tirar a culpa do pecado. O texto diz: Contudo, foi da vontade do Senhor
esmagá-lo e fazê-lo sofrer,
e, embora o Senhor tenha feito da vida dele
uma oferta pela culpa…” E é somente por meio de Jesus que Deus concede Sua maravilhosa graça perdoando a todos aqueles que reconhecem seus pecados, livrando-os de toda culpa. Em 1 João 1.9 lemos: Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça.”

Assim, todos os que se achegam a Jesus e recebem dEle perdão de seus pecados, podem agora andar com uma consciência pura e limpa de qualquer culpa diante de Deus e dos homens.

Se a sua culpa é advinda do pecado contra Deus e contra as pessoas, o caminho não é encobri-lo, mas confessá-lo. Assuma hoje a responsabilidade de seu erro e para de se desculpar, culpar pessoas ou as circunstâncias. Lembre-se que o pecado apenas gera engano e mentira.

É importante que você saiba que não há pecado que Deus não perdoe. No momento em que você se vira contra o pecado em direção a Jesus Cristo, seu pecado é perdoado.

Quando o pecado é confessado, a graça de Deus é suficientemente capaz para perdoar qualquer pecado, limpar qualquer culpa, de qualquer pessoa e em qualquer tempo.

Trate o seu pecado e assim você tratará a sua culpa.