QUANDO DEUS DIZ “NÃO” AS NOSSAS ORAÇÕES

QUANDO DEUS DIZ “NÃO” AS NOSSAS ORAÇÕES

Por vezes nos equicovamos com respeito a Deus. Achamos que Ele de alguma forma deveria sempre responder todas as nossas orações com um bom “sim”. Mas Ele não faz isso. E precisamos aprender o porquê.

Em Marcos 10.35-38 temos a seguinte história: “Nisso Tiago e João, filhos de Zebedeu, aproximaram-se dele e disseram: “Mestre, queremos que nos faças o que vamos te pedir”. “O que vocês querem que eu lhes faça? “, perguntou ele. Eles responderam: “Permite que, na tua glória, nos assentemos um à tua direita e o outro à tua esquerda”. Disse-lhes Jesus: “Vocês não sabem o que estão pedindo…”

Para os filhos de Zebedeu, João e Tiago, Jesus deu um sonoro “não”. O pedido dele visava apenas eles e não a glória de Deus. Eles queriam evidência em suposto reino de Jesus nessa terra. E Jesus disse que eles não sabiam o que estavam pedindo. E o “não” veio como resposta.

Mas quando é que Deus responde com “não” as nossas orações?

Em primeiro lugar, Deus responde com “não” quando estamos em pecado. O Salmista diz no Salmos 66.18: “Se eu acalentasse o pecado no coração, o Senhor não me ouviria.” Deus não ouve aqueles que são desobedientes a Ele. O pecado tira nossa comunhão com Deus e o que a retorna é o arrependimento e a confissão. Os que estão em pecado não podem agradar a Deus, e assim Ele não ouve as orações feitas.

Em segundo lugar, Deus responde com “não” cujo o resultado final possa nos aproximar mais de dEle. Paulo experimentou isso em 2 Coríntios 12. No versículo 7 foi lhe “dado um espinho na carne, um mensageiro de Satanás…” No versículo 8 ele ora por três vezes pedindo que Deus o tirasse. Mas no versículo 9 Deus responde: “Minha graça é suficiente para você, pois o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza…”. E no versículo 10 Paulo abraça o “não” de Deus dizendo: “Por isso, por amor de Cristo, regozijo-me nas fraquezas, nos insultos, necessidades, nas perseguições, nas angústias. Pois, quando sou fraco é que sou forte.” O “não” de Deus fez com que Paulo se aproximasse mais do Senhor, e isso para ele foi um grande tesouro.

Em terceiro lugar, Deus responde com “não” quando algo maior envolvido. Em João 11 Marta e Maria queria que Jesus chegasse rápido para curar a Lázaro, o irmão delas, a quem Jesus amava muito. Mas Jesus atrasou, e Lázaro morreu. Mas depois de quatro dias ele chegou, e algo maior aconteceu: Ele ressuscitou a Lázaro.

Assim, não desanime em sua oração por pensar que Deus a responde com um “não”. Ele sabe muito bem o que faz. Na verdade seja muito grato, porque os Seus “não”, são os Seus “sim”.