TRATANDO SERIAMENTE O PECADO

TRATANDO SERIAMENTE O PECADO

As pessoas comprometidas com Deus sempre levam em conta viver uma vida que agrada a Ele em todos os sentidos. Eles levam a sério os seus pecados.

Davi no Salmos 25.7 afirmou:“Não te lembres dos pecados e transgressões da minha juventude; conforme a tua misericórdia, lembra-te de mim, pois tu, Senhor, és bom.”

 Quão consciente era Davi quanto a pureza espiritual. Ele entendia a realidade do pecado e sabia o poder que ele tinha de destruir não só a sua vida, mas especialmente o seu relacionamento com Deus.

No texto Davi ora dizendo: “Não te lembres dos pecados e transgressões da minha juventude…” Por que ele faz essa oração? A questão é que Ele ainda se lembrava muito bem de seus pecados quando jovem. Pedir a Deus para que não Ele não se lembrasse de seus pecados, nada mais era do que um sinônimo que Deus não os levasse em consideração, mas que os perdoasse.

Davi quando jovem, não atentara que o que fazia desagradava a Deus. Ele não justifica seu pecado, ou acolhe uma voz social que diz: “isso é coisa de jovem”. Não! Davi viu-se como um ignorante, tolo e imaturo. Ele percebe que sua conduta no passado desonrou a Deus. E sabendo sabendo agora que devia fazer o que era correto, ele então o fez. E por que o fez? Porque tinha a visão de Deus com respeito ao pecado e sabia muito bem da arrogância rebelde de seu coração.

As lições abundam nesse pequeno versículo. A primeira é que quando somos sensíveis a Deus, o pecado nunca passará batido. Pessoas centradas em Deus levarão a sério tudo aquilo que Ele leva a sério. Eles sempre se deixarão conduzir pelo padrão que Deus estabelece, porque no final eles querem O agradar acima de tudo.

A segunda lição que aprendemos no texto é que jamais devemos sufocar nossa consciência quando ela nos acusa quanto aos nossos pecados diante de Deus, independentemente de quando foram cometidos. Devemos manter o nosso passado limpo diante do Senhor. Davi não se permitiu sufocar os erros de seus pecados quando jovem. Ele os tratou diante do Senhor.

A terceira lição é que a misericórdia e a bondade de Deus é sempre estendida a todos os que confessam seus pecados. Davi diz: “…conforme a tua misericórdia, lembra-te de mim, pois tu, Senhor, és bom.” O amor e a graça de Deus é visto, percebido e aplicado a todos os arrependidos. Deus acolhe aos quebrantados de coração.

Hoje, podemos todos perceber o perdão de Deus por nossos pecados do passado, quando humildemente nos chegamos a Ele, nos méritos de Jesus. Porque na cruz do calvário, Jesus morreu para nos salvar e nos libertar totalmente de nossos pecados do passado, do presente e do futuro. Em Jesus temos a libertação total de nossos pecados.

Pergunta: você já tratou os seus pecados diante de Deus? Senão o fez, o faça.