REAGINDO CORRETAMENTE

REAGINDO CORRETAMENTE

Os capítulos finais dos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João relatam as últimas horas de Jesus. Essas foram marcadas por grandes dores.

Depois de ser preso no Gêtsemani, Jesus passou por fortes e infundadas acusações, e por um julgamento injusto pelo Sinédrio que durou toda a madrugada. Ali, Ele manteve-se calado. E após questionado sobre sua deidade, Jesus afirmou ser o Filho de Deus e o Messias. E por essa afirmação Ele foi madrugada afora golpeado, cuspido e zombado.

Bem pela manhã, Jesus foi apresentado a Pilatos. Pilatos, mesmo não vendo injustiça nEle, mandou açoita-Lo. Os açoites romanos tinham como objetivo a pressão mental pelo deboche e a forte tortura física. Após os injustos açoites, Pilatos o entregou para ser crucificado.

E ao chegar ao Calvário, depois de ter carregado a própria cruz, Jesus foi deitado na cruz, onde o crucificaram seus pés e mãos com enormes pregos. Depois de ser crucificado, Ele foi levantado. E após levantado, Jesus ora dizendo as seguintes palavras em Lucas 23.34: “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que estão fazendo…”

Por que Jesus, estando crucificado, ao invés de xingar, irar, dizer palavrões, blasfemar ou reclamar, ora pedindo para que o Pai perdoasse todos os seus inimigos? Por que Ele reagiu assim?

Jesus perdoa porque Ele decide que a atitude de suas algozes não definiria a forma como ele reagiria. Ao invés de retaliar, o que seria para muitos uma atitude “natural” e “normal”, Jesus decide perdoar.

E aqui é o ponto. Sua alegria, paz, tranquilidade, serenidade não pode ser dirigida pelos outros. É sempre você que escolhe como reagirá. Você é o único responsável por suas reações.

No livro: “Em Busca de Sentindo”, Viktor Frank, um psiquiatra judeu, foi levado para um dos campos de extermínio na Alemanha nazista. Toda a sua família e todos os seus amigos tinham sido assassinados numa câmera de gás. Ele diz que quando estava diante da Gestapo (a polícia secreta Alemã), eles tiraram sua roupa e o anel de casamento. Ele ficou inteiramente nu diante deles. Mas enquanto a Gestapo lhe tirava tudo, de repente ele percebeu que havia uma coisa que os nazista não puderam tirar-lhe: a forma como ele escolheria reagir aquela situação.

Você não pode controlar o que as outras pessoas fazem a você. Você também não pode controlar o que as outras pessoas falam de você. Mas você pode controlar muito bem como você reage a elas.

Um pouco de você é delineado por suas ações, mas o muito de você é percebido por suas reações. E se você deseja reagir como Jesus reagiu, você precisa dEle dentro de sua vida. Somente através dEle que você conseguirá reagir corretamente quando lhe fizerem o mal.