OLHE PARA O ALTO

OLHE PARA O ALTO

Todos nós brasileiros recebemos com muita tristeza a notícia da queda do avião perto de Medellín, na Colômbia. A aeronave transportava o time, a comissão técnica da Chapecoense e vários outros passageiros e tripulantes. Cerca de 75 pessoas morreram e apenas 6 sobreviveram e estão em estado grave. Esse acidente foi uma grande tragédia e deixa lacunas irreparáveis na vida dos que ficaram. E o que fazer diante das tragédias? 

Em Atos 7.55,56 lemos: “Mas Estêvão, cheio do Espírito Santo, levantou os olhos para o céu e viu a glória de Deus, e Jesus de pé, à direita de Deus, e disse: Vejo o céu aberto e o Filho do homem de pé, à direita de Deus.”

Estêvão passou por uma grande tragédia em sua vida que o levou à morte. Por causa de sua fé em Cristo, ele deu um poderoso testemunho a respeito dEle. Por causa dessa atitude Estêvão foi apedrejado. Enquanto era alvo de seus inimigos, ao invés de recuar em sua ousadia ou se desesperar, o texto diz que ele “levantou os olhos aos céus…”

DIANTE de suas dores e tragédias o salmista também afirmou no Salmo 121.1,2: “Elevo os olhos para os montes: de onde me virá o socorro? O meu socorro vem do SENHOR, que fez o céu e a terra.” O Salmista resolveu não elevar os olhos aos montes, onde os sacrifícios aos ídolos eram feitos, mas decidiu colocá-los no Senhor. 

O que aconteceu quando Estêvão e o salmista olharam para o alto? Eles viram a Deus. Eles não pediram explicações e nem blasfemaram contra Deus em suas dores. Eles não se rebelaram contra Ele; eles não confundiram a vida com a fé nEle. Ao elevarem seus olhos para Deus eles viram o próprio Deus, e isso bastou para eles. 

A vida reserva dissabores a cada um de nós. Os reveses da vida podem nos entristecer e nos desorientar. As lutas da vida podem conduzir erradamente nossos olhos para nós mesmos, produzindo culpa; podem nos fazer olhar para os outros, produzindo rancor; podem nos levar a olhar as circunstâncias e produzir desespero. Olhos baixos ou horizontais não produzem esperança. É preciso olhar para o alto. É preciso olhar para Deus. 

Quando a existência humana se abala é preciso olhar para Deus. Insistir em tirar os olhos dEle é desistir da esperança. A ordem de Paulo em Colossenses 3.1,2 é muito clara: “Portanto, já que vocês ressuscitaram com Cristo, procurem as coisas que são do alto, onde Cristo está assentado à direita de Deus. Mantenham o pensamento nas coisas do alto, e não nas coisas terrenas.”

Eu e você não temos respostas a todas as tragédias da vida. Não existe um documento oficial dos céus para explicar todas as tragédias. O que sábia e prudentemente nos resta a fazer é andar por fé, olhando para cima, focando no Deus soberano que é sempre cheio de amor, graça e misericórdia. 

O incompreensível Deus é digno de toda honra e glória. Sempre há algo maior em Seus planos para o nosso bem, mesmo que as tragédias ocorram. 

Quando tudo desabar em sua vida, olhe certo; olhe para o alto.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s