A FELICIDADE NO PRÓXIMO ANO

A FELICIDADE NO PRÓXIMO ANO

A busca pela felicidade é algo inerente do ser humano. A cada final de ano saudamos as pessoas com o tradicional “Feliz ano novo!” O certo é que todos queremos ser felizes e desejamos isso também a outras pessoas.

A Bíblia tem muito a dizer sobre a “felicidade”. Contudo ela não enfatiza a felicidade apenas como um estado emocional e passageiro; ela vai além. A descrição de uma pessoa feliz segundo a Bíblia é determinada especificamente por decisões feitas com base na pessoa e nos princípios de Deus. Alguém que assim age é chamado na Bíblia de “bem-aventurado” ou “feliz”.

Ao definir uma pessoa feliz, o Salmo 1 diz o seguinte: “Bem-aventurado o homem que não anda no conselho dos ímpios, não se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite. Ele é como árvore plantada junto à corrente de águas, que, no devido tempo, dá o seu fruto, e cuja folhagem não murcha; e tudo quanto ele faz será bem sucedido. Os ímpios não são assim; são, porém, como a palha que o vento dispersa. Por isso, os perversos não prevalecerão no juízo, nem os pecadores, na congregação dos justos. Pois o SENHOR conhece o caminho dos justos, mas o caminho dos ímpios perecerá.”

O salmo 1 apresenta apenas dois grupos de pessoas: os “justos” e os “ímpios”. O nome dado a essas pessoas refere-se à forma como elas se relacionam com Deus.

O primeiro grupo são os “justos”. Esses são aqueles que consideram, centram, compactuam e caminham com Deus e seus princípios. Sua forma de ver e encarar a vida leva sempre em conta o que Deus pensa e diz em Sua Palavra, a Bíblia. Eles enxergam a vida pelo prisma Divino e não fazem dela um fim em si mesmo, antes a tem para os objetivos e propósitos de Deus. A atitude de “justo” faz dele um indivíduo muito feliz.

O segundo grupo são os “ímpios”. Eles no salmo são também chamados de “perversos”, “pecadores” e “escarnecedores”. O conteúdo dessas definições implica que esse tipo de pessoa é alguém que estabelece para si mesmo uma suposta estrutura ética e moral na qual tenta viver à parte de Deus. São pessoas que não apenas decidem suas vidas sem os padrões estabelecidos por Deus, mas O ignoram totalmente não só através de suas ações, mas também por meio de palavras de desprezo e arrogância contra Ele, enquanto fazem brincadeiras frívolas, zombado de tudo aquilo que é Divino, santo e verdadeiro. Esse tipo de pessoa aos olhos de Deus é um infeliz.

Segundo o salmo 1, “justos” e “ímpios” têm caminhos, conselhos e conversas diferentes. Eles não se compatibilizam. Eles agem e reagem à vida de forma diferente. Eles têm hábitos, jeitos, estilos e modos contrários e irreconciliáveis. Eles não se harmonizam porque a fonte da felicidade de um não é igual a do outro. O “ímpio” centra em si e sua vida é “como palha que o vento dispersa.” O “justo” centra em Deus e “tudo o quanto ele faz é bem sucedido.”

Segundo a Bíblia no Salmo 1, “felicidade” é uma questão de como se vê, age e reage para com Deus. Há somente dois grupos de pessoas: “justos” e “ímpios”.

Assim sendo, observando a forma como você vê, age e reage para com Deus, você diria que é um “justo” ou um “ímpio?” Sua própria descrição diante de Deus, determinará se você será feliz ou não no próximo ano.

2 comentários em “A FELICIDADE NO PRÓXIMO ANO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s