DECISÕES ESPIRITUAIS PARA O PRÓXIMO ANO

DECISÕES ESPIRITUAIS PARA O PRÓXIMO ANO

As melhores decisões de uma vida são as de ordem espiritual. Decisões que começam com os princípios e a perspectiva de Deus, e são seguidas com seriedade, produzem paz, segurança e sucesso na vida.

A primeira decisão espiritual a ser feita é lidar seriamente com o pecado. Provérbios 28.13 afirma: “O que encobre as suas transgressões jamais prosperará; mas o que as confessa e deixa alcançará misericórdia.” O pecado é uma palavra agressiva à sensibilidade intelectual do homem do século XXI, mas é um termo extremamente atualizado diante de Deus. Quando pecamos, pecamos contra Ele. Ninguém terá uma vida em paz e tranquila sem tratar seriamente o pecado diante do Senhor. Pecado precisa ser confessado pelo nome. Chame orgulho de orgulho, egoísmo de egoísmo, avareza de avareza, etc. Chame o pecado pelo nome correto e livre-se dele pela graça do Senhor. 

Em segundo lugar decida também não se proteger. Isso parece uma afirmação absurda, mas não é. Há muita gente que vive tentando defender sua honra, capacidade, reputação, etc. Não tente se proteger, antes aprenda a colocar tudo diante de Deus e peça para que Ele aja em seu favor. O salmista agiu assim ao dizer no Salmo 37.5,6: “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia.” Assim, volte-se completamente ao Senhor e deixe que Ele o defenda e o proteja. Pare de se auto proteger. 

Em terceiro lugar decida não ser possuído pelas posses. Não há nada errado em possuir coisas e desfrutá-las, mas há um grande perigo em deixar com que as posses nos possua. Nossa tendência egoísta é chamar sempre as nossas posses de “minha” e lutar para querer mais. Devemos nos lembrar que tudo o que temos e somos vem do Senhor. Romanos 11.36 afirma: “Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas. A ele, pois, a glória eternamente. Amém!” Decida dar mais, doar mais, ajudar mais, contribuir mais, fazer mais com os recursos que o Senhor lhe tem dado. Livre-se da avareza, da ganância e da mesquinhez. Aja com generosidade.

Em quarto lugar decida ainda amar as pessoas. Jamais procure prejudicar alguém, mesmo que esse seja um inimigo declarado. Jesus claramente ensinou em Lucas 6.27-31: “Mas eu digo a vocês que estão me ouvindo: Amem os seus inimigos, façam o bem aos que os odeiam, abençoem os que os amaldiçoam, orem por aqueles que os maltratam. Se alguém lhe bater numa face, ofereça-lhe também a outra. Se alguém lhe tirar a capa, não o impeça de tirar-lhe a túnica. Dê a todo aquele que lhe pedir, e se alguém tirar o que pertence a você, não lhe exija que o devolva. Como vocês querem que os outros lhes façam, façam também vocês a eles.” Pessoas precisam ser amadas e nunca odiadas. Ame as pessoas!

Em quinto e último lugar decida glorificar a Deus em tudo o que você fizer. Paulo nos ordena em 1 Coríntios 10.31: “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” Uma profunda revolução sobrevirá àqueles que centrarem Deus em suas vidas. Habitue-se em fazer tudo para glória de Deus. 

Lembre-se que os verdadeiros acertos na vida advêm de decisões espirituais baseados nos princípios e na perspectiva de Deus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s